Com certeza você já ouviu falar que um programa de milhas de companhias aéreas é uma ótima opção para quem gosta de passear e quer economizar dinheiro.

Com esses sistemas, as passagens podem custar para o passageiro apenas um valor parcial ou ser integralmente cobertas pela pontuação. Melhor ainda para quem vive viajando de avião, não é mesmo?

Muita gente vê os amigos viajando de graça mas ainda não sabe como obter esse tipo de benefício. E talvez essas pessoas até já tenham alguns pontos acumulados e estejam perdendo a oportunidade de economizar ao andar de avião.

Pensando nisso, nós preparamos este post para explicar de que forma extrair mais vantagens de um programa de milhas, mostrando algumas técnicas que podem facilitar o acúmulo de pontos.

Ao todo, apresentaremos nove sugestões do que você pode fazer a fim de economizar nas suas próximas viagens. É tudo muito fácil e prático e pode ser colocado em prática imediatamente. Vamos lá?

1. Prefira voos com o máximo possível de conexões

Em geral, a maioria das pessoas não gosta de fazer voos com uma ou mais conexões. Nesse procedimento, é necessário pousar em um aeroporto para trocar de aeronave antes da chegada ao destino final.

Por isso, as conexões costumam demorar muito tempo. Mas optar por elas sempre que possível pode ter um lado bem vantajoso. Isso porque existem alguns programas de fidelidade que contam as milhas pela distância percorrida pelo passageiro em seus trechos aéreos. Essa distância é maior ao realizar pelo menos uma conexão durante a viagem. Quanto mais voos com conexão você fizer, mais bônus estará acumulando.

2. Utilize cartões de crédito com um bom programa de milhas e sempre faça as suas compras com ele

Se o seu cartão não tem um programa de pontos, uma coisa já é certa: é hora de mudar! Faça uma pesquisa de mercado buscando os melhores cartões de crédito para acumular milhas. Na maioria dos casos, a conversão oferecida é de uma milha para cada real gasto. Mas também existem aqueles cartões em que esse valor é mais alto.

Esse costuma ser o caso dos cartões de crédito das categorias chamadas de Platinum, Infinite e Black, por exemplo. O que você precisa observar é que normalmente eles têm taxas caras de anuidade. Faça as contas e veja se é possível manter esses gastos de forma que a obtenção dos pontos ainda seja vantajosa.

Veja outros aspectos que também são importantes:

  • verificar se o seu cartão de crédito tem parceria com algum programa de milhagem, de preferência com a empresa aérea que você mais costuma utilizar e para a qual deseja destinar os seus pontos;
  • checar o prazo de validade dos pontos no cartão de crédito. A maioria expira as milhas em dois anos. Mas se você achar que esse tempo é pouco, dá para encontrar tipos de cartões em que a sua pontuação nunca perde o valor.

2.1. Compras no crédito

É hora do lanche no intervalo do serviço? Pague no crédito! Vai na padaria ali da esquina buscar um pão? Opte de novo pelo crédito! Ou vai comprar qualquer outra coisa? Crédito!

Pode até parecer exagero fazer compras de pequeno valor no cartão de crédito. Porém, hoje em dia, já existem vários estabelecimentos que aceitam essa forma de pagamento para qualquer quantia.

Se você tem um cartão de crédito que permite somar pontos que, mais à frente, vão poder ser aproveitados para viajar de avião, por que não utilizá-lo ao fazer todas as suas compras? Não perca essa oportunidade. Só deixe o seu cartão de crédito de lado se a loja onde estiver comprando não oferecer a possibilidade de pagamento dessa forma.

2.2. Como transferir os pontos do cartão de crédito para milhas

O primeiro passo é verificar se você já está devidamente cadastrado no programa de fidelidade da sua companhia aérea preferida. Observação importante: para fazer a transferência, é imprescindível que a empresa seja parceira do banco do seu cartão.

Em seguida, é preciso entrar em contato com o banco (pela Central de Atendimento ou pelo seu Internet Banking) para entender como o resgate de pontos deve ser feito. Ao falar com um atendente ou acessar a internet, escolha a opção “Programa de Fidelidade — Resgate” ou outra similar. Para realizar o processo, você terá que informar seus dados pessoais e do cartão de crédito.

3. Concentre seus pontos em no máximo duas empresas aéreas

Para conseguir economizar bastante na compra de uma passagem aérea ou mesmo viajar apenas com os seus pontos, sem pagar nada pelo bilhete, é preciso acumular uma boa quantidade de milhas, como se fosse uma poupança. Isso só será possível se você concentrar os seus pontos em um ou, no máximo, dois programas de fidelidade.

Não adianta nada ficar espalhando as suas preciosas milhas por aí em várias companhias aéreas. Escolha a sua empresa e programa de milhagem favoritos e mais vantajosos e comece já a acumular. Um dos critérios a serem avaliados é a quantidade de pontos necessários para voar em cada trecho. Isso costuma variar bastante de companhia para companhia e também de acordo com a data desejada para a viagem).

4. Procure sempre subir de categoria no seu programa de milhas

Quem voa com frequência em uma mesma companhia aérea tem direito a benefícios que pessoas que viajam de avião apenas esporadicamente não têm acesso. Um bom exemplo é a possibilidade de fazer um upgrade de uma categoria inferior para uma superior no programa de milhagem, o que dá vantagens ao consumidor.

Veja alguns dos privilégios oferecidos pelas principais empresas aéreas, dependendo do nível em que o cliente é enquadrado no programa de fidelidade:

  • bônus no acúmulo de milha, de valores crescentes de acordo com a categoria do usuário;
  • maior percentual de milhas sempre que viajar com a mesma companhia;
  • possibilidade de levar uma quantidade maior de bagagem, sem pagar nada a mais por isso.
  • acesso gratuito a salas VIP.

5. Escolha uma companhia aérea que ofereça mais vantagens

Hoje em dia, praticamente todas as empresas aéreas tentam incrementar ao máximo os seus programas de milhas, a fim de atrair mais passageiros fiéis. Para isso, elas fecham parcerias com outras companhias e com organizações de outros setores, além de lançar diversas promoções.

Conheça a seguir alguns dos benefícios que podem ser oferecidos pelas companhias aéreas.

5.1. Alianças que geram pontos

As principais companhias brasileiras firmaram acordos com empresas estrangeiras para a operação de voos internacionais. Trechos aéreos para fora do Brasil permitem acumular pontos em programas de fidelidade nacionais, os quais muitas vezes são suficientes para voar até duas viagens no Brasil.

5.2 Benefícios até na hora das compras

Sempre que for fazer uma compra, seja em uma loja virtual ou física, verifique se ela tem algum tipo de parceria com a companhia aérea que você escolheu para acumular os seus pontos. Vários estabelecimentos já firmaram acordos para beneficiar consumidores com pontos ao adquirir produtos e/ou serviços (como eletrodomésticos, eletrônicos, móveis, aluguel de carros, entre outros).

É possível ganhar como bônus até duas milhas para cada real gasto nas compras em empresas parceiras dos programas de fidelidade do setor aéreo. Vale também ficar ligado em promoções, quando os estabelecimentos podem aumentar ainda mais a bonificação (para cinco ou até dez pontos para cada real).

5.3 Clubes de milhas para obter benefícios exclusivos

Oferecidos por algumas companhias aéreas brasileiras, os clubes de milhas garantem boas vantagens. Veja alguns exemplos:

  • acesso antecipado a promoções e a ofertas exclusivas, como upgrade de categoria do programa de fidelidade, bônus especial para transferência de pontos do cartão de crédito, pontos de bônus e resgate de passagens com desconto;
  • maiores prazos para expiração dos pontos que você já juntou mas ainda não usou;
  • acúmulo de quantidades fixas de milhas com o pagamento de uma mensalidade, que varia de acordo com a opção escolhida.

Esses benefícios — somados às milhas que você já ganhou voando com a companhia aérea, comprando sempre que possível no seu cartão de crédito e diretamente com empresas parceiras — dão uma turbinada no seu acúmulo de pontos. Com essas práticas, é possível juntar rapidamente a quantidade necessária para fazer pelo menos uma viagem por ano.

5.4 Vantagem na reserva de hotéis

Além de estabelecimentos comerciais, alguns programas de fidelidade têm acordos interessantes com plataformas online de reserva de hotéis. Quanto mais diárias você fechar com um hotel ou pousada para a sua viagem, mais milhas podem ser acumuladas.

6. Pague as suas contas e boletos no crédito

Várias despesas mensais, como água, luz, telefone e outros serviços que você utiliza em casa, além de boletos bancários, podem ser pagos na função crédito. Se existir essa possibilidade, o ideal é não hesitar e passar já a adotar essa modalidade de pagamento.

Dessa forma, você terá outra fonte de renda de milhas. Além disso, os valores desses tipos de contas geralmente são altos e, por isso, é possível ganhar muito mais pontos.

7. Compre passagens aéreas no seu nome para outras pessoas

Esse é um jeito bem fácil de acumular milhas, mas que muita gente nem sabe que é possível. As companhias aéreas permitem que você compre tíquetes com o seu cartão de crédito e indique os nomes de uma ou mais pessoas como passageiros.

Com isso, você ganha milhas pela aquisição dos bilhetes e ainda soma pontos no cartão de crédito que futuramente poderão ser transferidos para o programa de fidelidade de uma empresa aérea. É possível fazer isso com familiares ou amigos que querem viajar de avião, mas ainda não entendem como comprar as passagens aéreas.

Tem também aquelas pessoas que não se sentem seguras para adquirir nenhum tipo de item pela internet com medo de terem os seus dados pessoais e bancários hackeados. Mas é importante lembrar que esse tipo de coisa só deve ser feito com pessoas do seu círculo de convivência e em quem você tenha confiança suficiente para saber que a pessoa não deixará de cumprir com o pagamento da passagem, que na maioria das vezes tem valor mais alto.

8. Acompanhe as novidades do seu programa de fidelidade

Como já dissemos, é muito comum que as companhias aéreas realizem promoções para acúmulo de milhas, além de parcerias para que você possa ganhar mais pontos e mudanças nas regras dos seus programas de fidelidade.

Por isso, é muito importante sempre acompanhar as notícias dessas empresas, seja por meio dos sites oficiais, de newsletters e e-mails enviados regularmente para os endereços eletrônicos dos passageiros, seja por mensagens de texto SMS no seu celular, entre outros meios de comunicação. Fique atento também a anúncios e propagandas em rádios, canais de televisão, jornais, revistas, outdoors etc.

9. Garanta as suas passagens com milhas com antecedência

Não adianta nada comprar tudo no cartão de crédito, emitir passagens para terceiros no seu nome, pagar boletos no crédito e aproveitar promoções exclusivas para acumular mais pontos se você deixar para adquirir o seu bilhete usando o benefício em cima da hora.

Passagens aéreas compradas com menos de um mês de antecedência costumam ter um valor alto e com isso serão necessárias muito mais milhas para viajar de graça ou você ainda terá que pagar um valor parcial significativo.

Por isso, a recomendação é comprar pelo menos 30 dias antes da data da sua viagem. E, se for voar em períodos de alta temporada (feriados, meses de férias escolares e datas comemorativas, como Natal e Ano Novo), o ideal é uma antecedência de 90 dias.

Agora deve ter ficado bem mais fácil entender como funciona um programa de milhagem, não é mesmo? Com todas as ideias apresentadas aqui, você não tem por que esperar: escolha um bom cartão de crédito, cadastre-se em uma companhia aérea e comece já a acumular pontos para viajar de graça — ou ao menos economizando bastante.

E se você gostou deste conteúdo sobre como aproveitar melhor um programa de milhas, compartilhe nas redes sociais e mostre para os seus amigos que eles também podem obter vantagens na hora de comprar passagens de avião!