Viajar e conhecer novos lugares é um dos maiores prazeres da vida, não é mesmo? Afinal, quem não gosta de explorar todas as belezas que o nosso mundo oferece? Para cada tipo de turista, existe um destino diferente.

Se você já é acostumado a viajar, sabe bem que um dos principais fatores para evitar dores de cabeça e reduzir os custos do passeio é comprar a sua passagem aérea com alguns meses de antecedência. Mas você já parou para pensar sobre o que fazer caso precise cancelar o seu programa de férias?

Todos nós estamos sujeitos a imprevistos, e é bom estarmos preparados para qualquer situação. Se, por alguma razão, você não puder mais fazer a sua viagem, é normal que surja a dúvida sobre ser ou não ser possível transferir passagem aérea para outra pessoa. Quer entender? Acompanhe o artigo!

É possível transferir passagem aérea para outra pessoa?

Se você não puder mais viajar, algumas coisas podem ser feitas. Infelizmente, transferir passagem aérea para outra pessoa não é uma delas. Na verdade, no momento em que você efetua uma compra com alguma companhia aérea, os seus dados ficam registrados no sistema da empresa e, com isso, você não poderá alterar o titular do bilhete.

A passagem aérea é pessoal e intransferível; ou seja, somente você poderá utilizá-la e embarcar no avião com ela. Isso acontece por motivos de segurança. Já pensou como seria se alguém pudesse comprar uma passagem e depois transferir a titularidade do bilhete para outra pessoa? Isso comprometeria a organização dos voos, além de colocar em risco a vida dos passageiros.

Entretanto, isso não quer dizer que não exista uma solução para o seu problema. Caso você queira, pode cancelar a sua passagem aérea e adquirir um outro bilhete com o nome da pessoa que vai embarcar no avião, se ainda existirem passagens disponíveis para a mesma hora, data e local do voo.

Entretanto, para que você consiga realizar a troca, algumas coisas devem ser observadas. Dentre as mais importantes, é válido frisar a existência de taxas e custos extras, que vão variar de acordo com a tarifa contratada no momento da compra.

Dito isso, confira agora a melhor forma de transferir passagem aérea para outra pessoa.

Como fazer a transferência da passagem aérea?

Ao descobrir que não vai mais poder fazer aquela tão sonhada viagem que já está, inclusive, marcada e reservada, você pode querer trocar o titular da passagem. Como isso não pode ser feito de maneira direta, você deverá seguir alguns passos até conseguir, de fato, transferir passagem aérea para outra pessoa. Confira:

1. Cancelamento do bilhete

A primeira etapa para conseguir transferir passagem aérea para outra pessoa é o cancelamento da reserva. Todo passageiro, independentemente de o voo ser doméstico ou internacional, tem direito ao cancelamento gratuito, desde que este seja realizado, no máximo, 24 horas após a compra e com pelo menos 7 dias de antecedência da viagem.

Então, se você viu uma passagem barata, comprou por impulso e descobriu no dia seguinte que não vai poder ir, pode ficar tranquilo, que a companhia aérea deverá fazer o reembolso integral da quantia gasta por você na hora da compra, desde que o voo não esteja marcado para os próximos 7 dias.

Entretanto, se a sua desistência ocorrer mais de um dia depois da efetivação da reserva, você vai continuar podendo fazer o cancelamento do bilhete, mas o serviço não será gratuito, e você vai estar sujeito às taxas e multas tarifárias, que variam de acordo com a companhia aérea.

No caso da Azul Linhas Aéreas, a política de cancelamento funciona da seguinte forma: para voos de tarifa regulares, o valor cobrado é de R$ 250,00 para as solicitações de desistência realizadas pelo site ou aplicativo. Se o pedido for feito pela Central de Atendimento ou no próprio guichê do aeroporto, o valor é de R$ 300,00.

Para os voos de tarifas imperdíveis, das categorias UU, V, W, X, OO e Z, o preço de cancelamento para as solicitações realizadas pelo site ou pelo app é de R$ 275,00. Já para os pedidos realizados pelo telefone ou nos aeroportos, o preço vai para R$ 330,00.

O preço para remarcação da data também é o mesmo em ambos os casos; entretanto, se apenas a data for alterada, não será possível transferir passagem aérea para outra pessoa.

2. Realização de outra reserva

Se o cancelamento já foi realizado, é hora de comprar a nova passagem com os dados do novo titular. Ainda que existam várias maneiras de se adquirir uma passagem aérea, a mais simples e rápida delas é pelo site da própria companhia.

Para encontrar o voo com melhor relação custo/benefício, você deve levar alguns aspectos em consideração. A data da passagem é uma das variáveis que influenciam no preço: se a viagem estiver marcada próximo à reserva, o preço será maior, assim como em casos de destinos muito procurados em dias de alta temporada.

Após encontrar a passagem ideal, não se esqueça de preencher todos os dados do novo titular da passagem. As informações solicitadas serão referentes aos dados pessoais, como nome completo, CPF, RG, telefones de contato e endereço de e-mail.

Além disso, lembre-se de observar as formas de pagamento oferecidas pela companhia contratada. Na Azul Linhas Aéreas, você tem várias opções de formas de pagamento e poderá optar livremente por aquela que melhor o atenda.

As compras com cartão de crédito podem ser feitas pelas bandeiras Visa, Mastercard, American Express, Diners Club International ou Hipercard. Para os voos domésticos, o pagamento pode ser feito à vista ou dividido em até 6x sem juros. Já os voos internacionais podem ser parcelados em até 10x nas mesmas condições.

Além do crédito, a Azul Linhas Aéreas aceita pagamentos em boletos bancários e cartões de débito dos bancos Bradesco, BB e Itaú. Se preferir, você pode pagar até em dinheiro. Entretanto, para pagamentos em espécie, você deverá comparecer em alguma das lojas da Azul espalhadas por todo o território nacional.

Quais informações podem ser alteradas em uma passagem de avião já comprada?

Conforme dito acima, a alteração de dados pode ser realizada, desde que não haja a troca do titular da passagem. Confira:

Alteração no nome do passageiro

Conforme legislação da ANAC (Associação Nacional de Aviação Civil) vigente desde 2017, as companhias aéreas são obrigadas a alterar de forma gratuita o nome do passageiro, se ele tiver sido cadastrado de forma incorreta durante o preenchimento de dados no momento da compra.

Essa alteração somente será permitida se você tiver errado apenas alguns detalhes no nome. Entretanto, vale lembrar que a mudança integral no nome do titular da passagem é proibida, já que as passagens aéreas são pessoais e intransferíveis.

Também é válido reforçar a importância da solicitação da mudança, caso haja algum erro no nome, antes da realização do check-in. Se houver alguma divergência entre o nome do cartão de embarque e o nome do titular, você pode correr o risco de ter a entrada no avião negada.

Então, sempre confira essa informação e, se notar alguma diferença em relação ao documento oficial, entre imediatamente em contato com a companhia aérea.

Alteração da data e hora do voo

Uma informação que pouca gente sabe é que é possível alterar a data e a hora de um voo, desde que o pedido seja feito com até 3 horas de antecedência ao embarque.

Caso você queira remarcar o voo para outro dia, estará sujeito à taxa cobrada pelas companhias de forma individual, assim como se preferir atrasar o seu embarque por algumas horas.

Entretanto, se você quiser adiantar a sua ida, pode fazê-lo sem que haja a incidência de taxas e multas de cobrança. Os voos da Azul Linhas Aéreas podem ser adiantados em até 6 horas sem que sejam gastos valores extras.

O adiantamento do voo está sujeito à disponibilidade de assentos na aeronave do voo escolhido e pode ser feito pelo app, totens de atendimento, guichês ou nas próprias lojas da companhia.

Seja qual terminal de atendimento você escolher, em todos eles, será necessário o código do localizador da reserva para fazer a alteração, que você recebe pelo e-mail assim que confirmar a compra.

Como evitar ter de fazer a transferência?

Existem algumas maneiras para evitar os transtornos e desgastes referentes a uma possível troca de passagens. Antes de mais nada, na hora de comprar o seu bilhete, verifique se a tarifa que você está contratando oferece alteração gratuita.

As tarifas que oferecem esse tipo de serviço, geralmente, disponibilizam a antecipação, adiamento, alteração de nome e de destino. Entretanto, vale lembrar que as tarifas mais baratas dificilmente permitem que sejam feitas essas mudanças sem que haja o pagamento de uma taxa da companhia.

Então, se você sabe que pode ter que cancelar ou alterar alguma coisa na agenda do seu voo, não hesite em comprar a tarifa que ofereça a alteração gratuita, mesmo que isso signifique pagar um pouco a mais na hora da reserva, pois o gasto posterior pode ser muito maior.

Outro aspecto importante a ser observado para evitar os custos extras ao transferir passagem aérea para outra pessoa é a antecedência com que você vai comprar o seu bilhete.

Todos sabem que, quanto mais cedo comprar, maiores são as chances de se adquirir a melhor oferta. A maioria das pessoas tem consciência disso e compra as passagens com antecedência justamente para aproveitar as melhores promoções das companhias aéreas.

Entretanto, como diz o velho ditado: “o futuro a Deus pertence”. É impossível prever o que vai acontecer na época da sua viagem. Pode surgir um evento corporativo na mesma data ao qual você não poderá deixar de comparecer. Ou, quem sabe, você ou algum familiar pode estar em uma condição de saúde que o impeça de fazer a viagem.

Enfim, são infinitas as possibilidades de imprevistos, aos quais todos nos estamos sujeitos. Então, quanto maior for o espaço de tempo entre a sua reserva e o seu voo efetivo, maiores são as chances de surgir algo que o faça ter que adiar ou remarcar a sua viagem e, por consequência, perder a sua reserva.

Por fim, existe, ainda, uma outra maneira de evitar pagar os custos extras referentes à transferência de passagem. Essa forma, entretanto, não depende única e exclusivamente de você, mas é válido dar uma pesquisada.

Nem todo mundo sabe, mas as companhias aéreas são obrigadas a ressarcir integralmente os passageiros que solicitarem reembolso em caso de alteração prévia do horário do voo maior do que 30 minutos.

Esse fato é bastante comum de acontecer, uma vez que não é raro as companhias terem de realizar ajustes na malha aérea. Então, se o seu voo teve uma mudança de horário que ultrapasse meia hora, saiba que você pode solicitar o reembolso total do valor gasto na compra ou, se for de sua preferência, a remarcação da passagem sem ter que pagar nada a mais por isso.

Viajar faz bem para o corpo e para a alma. Não é à toa que, a cada ano, o Brasil movimenta mais de 100 milhões de pessoas no mercado de aviação. Entretanto, para aproveitar ao máximo os prazeres de conhecer novos lugares, é preciso entender que algumas coisas nem sempre saem como o planejado.

Talvez você precise cancelar ou postergar a ida a algum lugar, mesmo depois de ter comprado a sua passagem. Nessa situação, você deve estar preparado para saber os procedimentos necessários para conseguir transferir passagem aérea para outra pessoa.

Se você chegou até aqui, pôde perceber que esse não é um processo tão complicado quanto parece, mas exige que você saiba o que deve ser feito para conseguir realizar a troca. Agora, se isso acontecer, você já estará preparado para lidar com a situação da melhor maneira possível.

Gostou do nosso artigo e conseguiu aprender a transferir passagem aérea para outra pessoa? Então, o que acha de acessar agora mesmo o nosso site e reservar a sua passagem sem receios de ter que trocá-la, caso aconteça algum imprevisto? Estamos esperando você!