Saber como fazer o transporte entre aeroportos que ficam em uma mesma cidade pode ser uma boa para viajantes, especialmente para aqueles que ficam de olho em promoções imperdíveis ou horários ideais de partida e chegada de voos.

Algumas vezes, as conexões de voos oferecidos pelas aéreas e agências de viagem podem envolver o desembarque em um aeroporto e o embarque em outro, na mesma cidade ou região. E, quando isso acontece, a responsabilidade de trocar de aeroporto é do viajante, ainda que as empresas sempre informem aos viajantes como fazer o percurso.

Outras vezes, pode ser vantajoso para o turista comprar as passagens separadamente e fazer a troca de aeroportos por conta própria. O importante, nesses casos, é sempre checar se o custo com o transporte terrestre realmente compensa a diferença de preços entre os aeroportos.

Pensando nisso, elaboramos este guia com todas as informações sobre o transporte terrestre entre aeroportos brasileiros nas cidades em que esse tipo de situação pode acontecer, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Confira agora mesmo!

Transporte entre aeroportos de São Paulo

A região metropolitana de São Paulo é servida por três principais aeroportos: Congonhas-CGH, Cumbica-GUA (Guarulhos) e Viracopos-VCP (Campinas). A distância entre eles é um pouco grande, mas existem diversas opções de transporte para trocar de aeroportos.

Acompanhe!

Transporte entre Congonhas e Guarulhos

Um dos trechos mais comuns é entre Congonhas, que fica relativamente próximo do centro da capital, e Guarulhos, o aeroporto mais movimentado da América Latina, que fica no município de Guarulhos, a 25 km de distância da capital.

Para percorrer os aproximados 30 km entre os dois aeroportos, existem diversas opções de transporte disponíveis. E a mais simples dela é o táxi. Para embarcar, basta encontrar um carro oficial na saída de um dos dois aeroportos. O preço da corrida é salgado: algo próximo de R$200.

E o tempo de carro entre os dois aeroportos é de 45 minutos sem trânsito, mas mesmo fora de horários de pico pode passar de uma hora, portanto, é preciso se planejar bem para não perder a conexão.

Uma outra possibilidade similar à do táxi é por meio de aplicativos de transporte como o Uber, o Cabify e o 99 Pop. O tempo de viagem será, provavelmente, o mesmo, mas o custo do translado pode ser reduzido pela metade.

Para quem vai viajar em voo da LATAM ou Gol, uma opção é pegar os serviços de ônibus disponibilizados pelas duas empresas. É importante destacar que, apesar de fornecerem o serviço gratuito, elas não se responsabilizam por atrasos causados por problemas com o transporte terrestre entre aeroportos.

O ônibus da Gol começa a rodar às 5h30 com uma partida de Congonhas para Guarulhos e depois disso, um novo ônibus deixa o aeroporto a cada hora, até o último às 22h30. O embarque é na entrada inferior do aeroporto, perto do estacionamento e do ponto de táxi.

De Guarulhos para Congonhas, a primeira partida é às 6h30 e a última 22h30. O embarque é realizado na área de desembarque do Terminal 2.

Já os ônibus da LATAM partem do subsolo de Congonhas para Guarulhos nos seguintes horários: 0h, 1h e das 5h às 23h, de uma em uma hora.

De Guarulhos para Congonhas, as saídas são às 1h40 e das 6h40 às 23h40, de uma em uma hora. O embarque é feito na área de desembarque dos terminais 2 e 3.

Uma outra possibilidade de transporte entre os dois aeroportos é por ônibus pagos de companhias metropolitanas. A Airport Bus Service oferece o trajeto ao custo de R$50 por passageiro, com duração estimada em 1h10 sem trânsito.

E, por fim, quem quiser pagar menos pode ir de transporte público. Para ir de Guarulhos até Congonhas, a jornada pode começar embarcando no ônibus 176 e depois de 20 paradas descer na parada da Avenida Morvan Dias de Figueiredo.

Após alguns minutos de caminhada, é preciso embarcar no 175T-10 no Terminal Rodoviário do Tietê e passar 28 paradas até descer nas proximidades de Congonhas. O Custo total será de R$9,75 por pessoa, mas a viagem é de aproximadamente 2h. Existem outras opções de transporte e combinações possíveis.

Para o caminho reverso, uma opção é caminhar de Congonhas até a Avenida Washington Luiz, pegar o 175T-10 e após 21 paradas descer perto do Terminal Metrô Armênia, embarcar no 530, passar por 19 paradas e na Rodovia Presidente Dutra pegar o ônibus 555, para chegar em Guarulhos após 5 paradas. O custo total será de R$13,90 e a viagem dura aproximadamente 2h.

Existem muitas outras rotas de transporte público possíveis e se você quer descobrir a mais veloz para o momento, procure em aplicativos como o Google Maps.

Uma outra possibilidade de transporte entre os dois aeroportos são os transfers particulares. Nessa opção, os passageiros são recebidos na sala de embarque pelo motorista que os leva até o carro e faz o trajeto. Mas é importante ressaltar que o custo desse serviço é alto: por volta de R$300.

Transporte entre Congonhas e Viracopos

Para esse trajeto, a melhor opção são os ônibus da Azul. Eles são gratuitos para os passageiros da companhia aérea e, de segunda a sexta, começam a sair de Viracopos às 5h45 com destino a Congonhas e a partir um novo ônibus parte a cada hora, sendo que a última delas é às 0h45.

De Congonhas para Viracopos, os ônibus também partem de hora em hora durante os dias de semana, mas a primeira saída é às 4h e a últimas às 20h. Nos finais de semana, os horários são um pouco mais espaçados.

Além de fornecer o transporte entre aeroportos, a Azul também tem ônibus gratuitos para Viracopos que saem de 4 pontos da capital paulista: Shopping Eldorado, Shopping Tamboré e Terminal Barra Funda. Quem chega no Aeroporto de Campinas também pode embarcar em uma dessas linhas para fazer o caminho de volta e chegar em uma região central da capital paulista sem precisar pagar por outro meio de transporte.

E para quem mora ou visitará Sorocaba, existe um ônibus da Azul gratuito que faz o trajeto entre Viracopos e a cidade, com horários ao longo de todo o dia durante a semana.

Para embarcar nos ônibus da Azul é preciso ter em mãos o cartão de embarque do voo que o passageiro tomará no aeroporto de destino. A recomendação é se programar para chegar no aeroporto pelo menos 1h antes do horário de voos domésticos e 2h no caso de voos internacionais, mas dependendo do horário e do trânsito, pode ser inteligente se planejar com ainda mais antecedência e evitar transtornos como a perda da conexão.

Quem preferir percorrer a distância entre Congonhas e Viracopos de táxi pode embarcar nas áreas destinadas para eles nos dois aeroportos. A viagem leva pouco menos de 2h e o custo é de, aproximadamente, R$220. Com motoristas de aplicativos, esse custo cai quase que pela metade.

A outra possibilidade de translado é com os ônibus da Lirabus. A empresa faz o trajeto entre Viracopos e a Rodoviária de Campinas por R$13 e da rodoviária para Congonhas por R$37,70. No total o custo será de R$50,70, mas o tempo dessa jornada pode passar de 4h.

E também é possível fazer o caminho entre os dois aeroportos com empresas especializadas em transfer particular. E o custo é ainda mais salgado que o táxi: algo como R$350.

Transporte entre Viracopos e Guarulhos

Hoje não existe nenhum ônibus de companhias aéreas que conecta os aeroportos de Guarulhos e Viracopos. Esse é um trajeto difícil de ser feito, mas ainda existem algumas opções possíveis.

A mais simples é o táxi entre as duas cidades. Mas é preciso destacar que essa é uma opção bem cara: a corrida fica entre R$450 e R$500. Em aplicativos como Uber e Cabify, o preço pode ser um pouco mais barato: por volta de R$240. A duração da viagem é de quase 2h sem trânsito.

Para esse trajeto, também é possível utilizar os ônibus da Lirabus. Mas a jornada de Viracopos para Guarulhos envolverá pagar R$13 na primeira perna, entre o aeroporto e a rodoviária de Campinas; e R$42,70 na segunda etapa, entre a rodoviária e Guarulhos. No total, R$55,70 e algo como 4h de viagem, incluindo os tempos de espera na rodoviária.

Uma opção criativa que pode compensar para esse trajeto é alugar um carro por um dia e dirigir até o outro aeroporto. O gasto com o aluguel, gasolina e pedágios será de aproximadamente R$200, se um modelo popular for escolhido. A recomendação aqui é alugar o veículo com antecedência, já que no aeroporto o preço pode ficar um pouco mais caro. E claro, lembre-se de se certificar que a locadora escolhida tem uma unidade que pode recolher o carro no destino.

E, por fim, é possível optar por um transfer particular, mas o custo será ainda maior que o do táxi, beirando os R$600.

Transporte entre aeroportos do Rio de Janeiro

Os aeroportos de Santos Dumont-SDU e Galeão-GIG (Tom Jobim) são separados por 18 km, mas ambos ficam na capital carioca. Enquanto o Santos Dumont é relativamente pequeno e com um volume de passageiros menor, o Galeão é o segundo mais movimentado do Brasil e o principal do Rio de Janeiro.

Para percorrer o trajeto entre os dois, existem diversas opções de transporte. A mais usual é o Ônibus Executivo, chamado pelos cariocas de Frescão, pois tem ar-condicionado. As passagens custam R$14 e o trajeto é feito em 1h45. O caminho é feito pela Viação Real.

Outra possibilidade é ir no transporte público convencional, combinando o metrô e o BRT. Essa opção é um pouco mais barata e muito mais trabalhosa que o ônibus executivo. Saindo do Galeão, é preciso pegar o expresso do BRT, descer na Estação Vicente de Carvalho e pegar o metrô até a estação Cinelândia, para andar por mais 1,1 km até o aeroporto. O custo total é de R$11,10.

O trajeto de táxi entre os dois aeroportos cariocas é uma opção válida: fica algo como R$60 e leva 45 minutos. Em táxis especiais, o custo fica próximo de R$100.

Por algum tempo os aplicativos como Uber foram banidos do aeroporto do Galeão, mas eles já estão disponíveis e as viagens ficam um pouco mais baratas entre os dois aeroportos, com valores próximos de R$40. A viagem de carro leva algo como 1h.

A opção de transfer particular entre os dois aeroportos do Rio é mais cômoda que as outras, mas por um preço alto, que pode chegar aos R$300.

Transporte entre aeroportos de Belo Horizonte

Assim como Rio e São Paulo, Belo Horizonte também tem dois aeroportos, Pampulha-PLU (Carlos Drummond de Andrade) e Confins-CNF (Tancredo Neves). Da Pampulha, apenas voos regionais em aeronaves menores são operados. Existem projetos para que a capacidade do terminal seja melhor explorada, mas a maior parte das conexões aéreas na capital mineira são realizadas em Confins.

E o aeroporto de Confins é, consideravelmente, distante da Pampulha: são 33 km que separam os dois. Entre as opções, a mais usual são os ônibus do Conexão Aeroporto, a mesma empresa que disponibiliza linhas entre o centro da capital e Confins.

O custo do ônibus convencional entre os dois aeroportos é de R$12,70 e nos dias de semana ele parte da Pampulha em diversos horários, começando às 4h15 e indo até 23h. Nos sábados e nos domingos as partidas começam no mesmo horário, mas só vão até 22h30.

Uma outra possibilidade de transporte entre os dois terminais é o táxi, que faz o trajeto em 35 minutos e custa algo como R$130. Em aplicativos como o Uber, Cabify e 99 Pop o preço da corrida é mais barato, por volta de R$65.

Independentemente do transporte por você escolhido, o importante sempre é se programar e chegar com antecedências, até porque perder um voo sai muito mais caro do que gastar um pouco a mais com um transporte seguro e rápido.

E agora que você aprendeu um pouco mais sobre o transporte entre os aeroportos brasileiros que ficam em uma mesma cidade, que tal nos seguir nas nossas redes sociais, estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, Youtube e Google+!