Não é só a passagem de avião que importa em uma viagem de negócios. A locomoção no destino pode ser um desafio e, muitas vezes, a melhor forma de solucioná-lo é com o aluguel de carro.

Com um veículo à disposição, o turista de negócios tem muito mais autonomia para ir e vir, o que é especialmente importante nas viagens com cronogramas apertados e que envolvem vistas em múltiplos clientes que, apesar de estarem na mesma região, ficam relativamente distantes.

Além disso, o aluguel de carro para viagem de negócios também dá mais flexibilidade ao executivo, pois não é preciso marcar motoristas ou transportes com antecedência e depois ter que desmarcar tudo se houverem imprevistos no trajeto.

Neste artigo, vamos explicar algumas das vantagens de alugar um carro em uma viagem de negócios, vamos dar recomendações importantes na hora de reservar o aluguel e também como encontrar boas opções de carros para alugar em viagens para qualquer destino. Boa leitura!

As vantagens da locação de carros em viagens de negócios

Assim como qualquer opção de deslocamento terrestre em viagens, o carro alugado tem algumas vantagens e desvantagens quando comparado com outras possibilidades como o táxi, o transporte público e o transfer. Mas vale a pena conferir quais são os principais diferenciais dessa opção e por que ela é vantajosa em viagens de negócios:

Autonomia de mobilidade

A principal vantagem do aluguel de carros em qualquer contexto é a autonomia do executivo no destino. Sem depender de mais ninguém, ele poderá se locomover com facilidade pelo local e transitar entre o hotel e os locais em que fará reuniões ou participará de eventos.

Além disso, com o carro alugado fica mais fácil para o viajante conhecer melhor o destino e passear um pouco, mesmo que para isso ele tenha apenas algumas horas espremidas entre compromissos de trabalho.

Redução de custos

O custo do aluguel do carro, mesmo quando somado com os gastos com combustíveis e seguros, pode ser bem menor que outras opções de transporte em viagens que demandam muito deslocamento.

Se for necessário ir e vir com muita regularidade, as tarifas de táxi podem consumir muito do orçamento da viagem e o tempo perdido em esperas no transporte público acaba sendo indiretamente caro.

E mesmo em viagens com deslocamentos mínimos, em que o turista fica hospedado ao lado de um centro de convenções, por exemplo, e precisa ir e voltar apenas do aeroporto, pode ser interessante comparar os gastos do aluguel do carro com outras modalidades para ver qual é a escolha mais econômica.

Praticidade na chegada ao aeroporto

A chegada no aeroporto de uma nova cidade pode ser um momento desafiador em algumas viagens de negócio. Muitos deles ficam distantes dos centros urbanos e é preciso buscar por opções como transfer, transporte público ou táxi para efetivamente chegar no destino.

Mas a reserva antecipada de um carro alugado pode dar mais tranquilidade ao viajante, que saberá que seu transporte está garantido e que ele terá autonomia para se locomover quando quiser e não precisa, por exemplo, se apressar para pegar um ônibus ou trem.

Boa impressão em encontros

Em muitas reuniões de negócios e encontros, a impressão de prosperidade transmitida é muito importante. E, nesses casos, pode ser mais efetivo chegar em um carro alugado de categoria superior e com isso passar uma imagem positiva para clientes e parceiros comerciais.

Reservando carros para viagens de negócios

As empresas que oferecem aluguel de veículos estão espalhadas pelas proximidades de aeroportos em todo o mundo. Em alguns deles, como o Aeroporto Internacional de Miami, por exemplo, existe até mesmo um anexo dedicado apenas às locadoras com dezenas de empresas e centenas de opções de carros.

Mas, por outro lado, nas cidades com estrutura inferior, em que ironicamente o aluguel de carro se torna ainda mais importante, nem sempre existem muitas locadoras perto do aeroporto e o viajante pode correr o risco de chegar e não ter nenhum veículo disponível.

Por isso, a recomendação aqui é se preparar sempre com antecedência e pesquisar pelas opções de aluguel de carro pelo menos algumas semanas antes de embarcar. Dessa forma, é possível reservar o veículo e se garantir na chegada ao destino.

E existem diversos caminhos para a reserva de veículos em viagens. O turista pode buscar em sites que agregam várias opções como o Submarino Viagens e o ViajaNet, visitar as páginas ou entrar em contato direto com as próprias locadoras em busca de opções e até mesmo incluir o aluguel já na hora de comprar a passagem de avião.

Muitas companhias aéreas colocam opções de veículos para aluguel com preços diferenciados para os seus clientes na hora em que eles estão fazendo a reserva das passagens de avião. Dessa forma, fica mais prático o aluguel do carro e não é preciso visitar outras páginas para realizá-lo.

Outra vantagem de acertar o aluguel com a companhia aérea é que, muitas vezes, essa compra pontuará no programa de fidelidade da empresa e pode até mesmo ser paga com pontos, assim como a passagem.

Por fim, as locadoras de veículos fecham parcerias regulares com empresas e oferecem descontos e condições especiais para os colaboradores em viagens de negócios por elas. Se esse for o caso, é necessário fazer a reserva diretamente com a locadora, sem nenhum outro intermediário. E, claro, nem sempre a locadora parceira opera na cidade de destino.

Cuidados especiais na hora de alugar carros

Com todas essas vantagens, o aluguel de carros é, sem dúvida, uma das opções mais vantajosas para o deslocamento terrestre em viagens de negócios. Mas existem cuidados especiais que precisam ser tomados na hora de reservar os veículos e dirigir no destino. Neste próximo tópico, selecionamos algumas das recomendações mais importantes. Confira!

Habilitação

Parece uma recomendação muito óbvia, mas vale a pena ressaltar: para alugar um veículo em qualquer lugar do mundo a habilitação do motorista deve estar em dia. Antes de pagar pelo aluguel, confira se a CNH não está vencida e se não existe nenhum outro tipo de impedimento legal que possa proibi-lo de conduzir veículos.

Também é importante se assegurar que a categoria da carteira de habilitação permite que o veículo alugado seja conduzido. Com a habilitação do tipo B é permitido dirigir praticamente todos os carros de passeio, mas se o objetivo for locar um veículo maior, pode ser necessário outra categoria.

Aluguel de carros no exterior

Para dirigir no exterior, muitas vezes, basta a carteira de motorista brasileira. Em mais de 100 países signatários da convenção de Viena, como Estados Unidos, Alemanha, Portugal e Austrália, os motoristas brasileiros podem dirigir com a própria habilitação por até 180 dias.

Mas é preciso se atentar às regras de trânsito e sinalização diferenciada desses países para não correr o risco de ser multado, ou pior, se envolver em um acidente.

E, além disso, sempre vale a pena pesquisar se a CNH é válida no país de destino. No Japão, por exemplo, que adota a mão inglesa e tem regras de trânsito bem distintas, estrangeiros só podem dirigir com a habilitação local.

Idade dos motoristas

Quem viaja a negócios com menos de 25 anos e pensa em alugar um carro pode ter sua reserva recusada ou ser obrigado a pagar um valor extra. Na maior parte do mundo, incluindo o Brasil, a idade mínima para alugar um carro é de 21 anos e é comum que motoristas com menos de 25 tenham que pagar sobretaxas.

Além disso, também é lei no Brasil que o motorista tenha, pelo menos, dois anos de experiência na condução de veículos. Portanto, quem acabou de ser habilitado pode ter que esperar um pouco para alugar um carro.

Motoristas adicionais

Se mais de uma pessoa conduzirá o carro no destino, é essencial que a locadora saiba disso. Além de possíveis custos extras para motoristas adicionais, esses precisam cumprir com as mesmas regras impostas ao condutor principal.

Ainda que em viagens de negócios seja mais comum que uma única pessoa utilize o veículo, se for necessário dividir a condução é importante se planejar e assegurar-se que todos estão dentro das regras.

Taxas de aeroportos

As locadoras que estão em aeroportos, geralmente, pagam taxas para utilizar o espaço e, muitas vezes, repassam o valor integral ao consumidor. Em alguns casos, pode ser interessante avaliar uma locadora mais distante que forneça transporte ao seu galpão para reduzir os gastos com o aluguel.

Normalmente essa taxa não é tão significativa, mas pode ser a diferença de fechar ou não a conta do aluguel.

Seguro do carro

O seguro de veículos é essencial em qualquer situação, mas na hora de alugar um carro ele pode ser ainda mais importante para evitar prejuízos com imprevistos na viagem. Portanto, vale a pena checar sempre se no valor da locação está incluído o seguro e quais são as coberturas.

Além disso, muitas operadoras de cartões de crédito oferecem seguros de automóveis em viagens para seus clientes, o que pode ser providencial para quem costuma viajar bastante a negócios e aluga carros com regularidade.

Normalmente, as próprias locadoras oferecerão opções de seguro e, em alguns casos, companhias aéreas também terão condições diferenciadas para os seus clientes. Vale a pena comparar todas essas possibilidades, valores e coberturas antes de tomar uma decisão final.

A cobertura mais importante é a de colisões, furtos, acidentes e outras avarias. Também pode ser interessante contar com a cobertura de danos em terceiros, para não correr o risco de pagar pelo conserto do carro de outras pessoas envolvidas em um acidente.

Para quem quer mais proteção, também é possível contratar seguros com cobertura pessoal, seguros que cobrem pertences pessoais no carro e até seguros com assistências especiais, como a troca de pneus.

Gastos com combustíveis

A responsabilidade pelos combustíveis é de quem aluga o carro. É importante conferir se ele está com o tanque cheio no momento da locação e, na hora de devolver, é preciso completar.

Para isso, basta passar em um posto de combustíveis perto da locadora e abastecer. Chegar com o tanque vazio pode resultar em uma cobrança alta pelos litros de gasolina restantes.

Quando calcular o custo total com o aluguel de um veículo, considere então acrescentar uma previsão aproximada do gasto com combustíveis para não se surpreender na entrega.

Pedágios

Outro elemento que precisa entrar nas contas de quem vai alugar carros é o custo com pedágios nos trajetos que serão percorridos. Essa é uma preocupação especial para quem terá que se locomover entre cidades diferentes durante a viagem, mas é preciso atenção também com a possibilidade de pedágios urbanos.

Para não ter surpresas, descubra os pedágios pelo caminho antes de alugar o carro e faça uma previsão de quanto será gasto com eles.

Modelo de cobrança

O aluguel do carro pode ser cobrado por dias ou por quilômetros rodados. Antes de alugar, faça as contas de qual modelo de cobrança é mais vantajoso e, se for possível, faça a escolha por ele.

Quem vai percorrer trajetos mais curtos ao longo do dia, geralmente, preferirá pagar pelos quilômetros rodados, enquanto os que vão rodar mais usualmente escolherão a cobrança da diária.

Limitações de percurso

Confira os limites que podem ser percorridos pelo veículo alugado. Em algumas locadoras, existe uma restrição para rodar fora do asfalto, enquanto em outras deve-se respeitar um alcance máximo.

Em viagens que exigirão que o motorista cruze fronteiras, é preciso atenção especial, pois podem existir regras tanto da locadora como dos países impedindo que os veículos transitem entre as nações.

Locais de retirada e devolução

Não é preciso retirar e devolver um veículo locado no mesmo lugar. Algumas vezes, pode ser interessante alugar o carro por apenas alguns dias e, por exemplo, retirar no aeroporto e devolver em local próximo de um centro urbano, para depois seguir a viagem com outro meio de locomoção.

Quando alugar, defina os locais de retirada e devolução com base no seu roteiro e evite que a entrega do veículo se torne um problema.

Utilize o GPS do telefone

Por fim, sempre utilize o GPS do seu smartphone quando viajar. Algumas empresas oferecem o aluguel de aparelhos de GPS, mas o valor quase nunca vale a pena financeiramente.

Mesmo em outros países, é mais interessante comprar um chip de dados móveis locais para navegar pela web sem problemas e usar o GPS no telefone.

E agora que você já sabe como aproveitar melhor o aluguel de carros em viagens de negócios, que tal se antecipar e conhecer as opções de veículos oferecidas pela Azul?