O português é uma língua latina, importada de Portugal nos tempos da colonização. No Brasil, ele acabou se misturando com as línguas indígenas do país, dando origem ao idioma falado na atualidade.

Devido a essa origem, alguns idiomas são mais fáceis de serem assimiladas por brasileiros, como é o caso do espanhol e do italiano, uma vez que também são línguas latinas. Por outro lado, o inglês é a língua internacional, bastante presente no nosso dia a dia. Por isso, ele costuma ser um idioma de fácil assimilação.

Porém, alguns idiomas têm origem e estrutura tão diferentes do português que a sua aprendizagem exige muita dedicação e esforço. Entender quais são as línguas mais difíceis para brasileiros pode ser importante no começo de sua preparação para a próxima viagem internacional.

Quer saber quais são os idiomas mais difíceis para os brasileiros aprenderem? Continue a leitura e descubra agora alguns deles!

Árabe

O árabe é um dos idiomas mais difíceis para os brasileiros. Ele é falado nos países do Oriente Médio, sudoeste da Ásia e norte da África, tendo uma origem semítica, bastante diferente da origem latina do português.

Para entender a dificuldade, imagine que o alfabeto árabe é totalmente diferente do português, contendo 28 símbolos representando as suas letras, todas consoantes. O desenho de cada um deles muda de acordo com a sua posição na palavra, e há alguns que fazem, também, o papel de vogais.

Se ler e escrever o árabe parece difícil, saiba que a linguagem oral não fica nada mais fácil. Isso porque há diversas variações da língua, de acordo com o local no qual ele está sendo falado e o contexto. O árabe clássico é aquele utilizado pelas emissoras de televisão, sendo baseado na escrita do Alcorão.

No entanto, cada país tem um dialeto e você também pode encontrar variações em diferentes regiões do país, difíceis tanto para os nativos do idioma quanto para quem vem de outro lugar.

Russo

Outro idioma bastante complicado para os brasileiros aprenderem é o russo. Começando pelo alfabeto, são 33 símbolos que, na grafia, não se parecem muito com as letras do português. Vale lembrar que, entre eles, há dois sinais que não têm som, sendo utilizados apenas para demarcar a forma como determinada letra deve ser pronunciada.

Essa língua de origem eslava é falada pela Rússia e por outros países que fizeram parte da União Soviética, no leste europeu. Por esse motivo ela se tornou o idioma mais falado na Europa. Você sabia dessa?

Uma das curiosidades que chamam atenção na linguagem russa é o fato de que há dois tipos de infinitivo para os verbos. Além disso, o verbo “ter” (famoso “to be”, em inglês) quase não é falado na linguagem coloquial, sendo substituído por outras formas de construção de frases. Isso sem falar no sotaque russo, outro ponto bastante complicado para os brasileiros.

Qual destino combina mais com você?Powered by Rock Convert

Japonês

Quando você pensa em uma das línguas mais difíceis para brasileiros aprenderem, provavelmente o japonês é um dos primeiros idiomas a vir à tona, certo? No entanto, por mais difícil que seja, a língua pode ser considerada um dos encantos desse país, representando um pouco da cultura asiática.

A maior curiosidade sobre o japonês é, sem dúvidas, a sua escrita. Isso porque o idioma não conta com apenas um, mas três alfabetos diferentes, que podem ser combinados dentro de uma mesma frase. São eles: Kanji, Hiragana e Katakana.

A forma de escrita também varia, assemelhando-se à ocidental (da esquerda para a direita) ou à tradicional (em colunas de cima para baixo). Vale lembrar que nessa língua quase não se usa gênero, pronomes ou singular e plural. Além disso, ela é considerada um dos idiomas mais rápidos do mundo.

Mandarim

A fim de entender como o mandarim pode ser uma das línguas mais difíceis para brasileiros, você sabia que há cerca de 50 mil símbolos no seu alfabeto? Mesmo os chineses com mais alto nível de instrução não são capazes de absorver todos eles, chegando a 8 mil, aproximadamente.

Esse idioma de origem sino-tibetana é a língua oficial da China, fazendo com que ele seja colocado entre os mais falados do mundo. Por outro lado, é importante saber que, dentro do país e, até mesmo, nos países vizinhos, cuja língua oficial também é o mandarim, há diversas etnias e dialetos.

Curiosidade: o mandarim só se tornou o idioma oficial na década de 50 e, ainda hoje, há muita resistência por partes dessas etnias no uso do idioma.

Alemão

Com um alfabeto semelhante ao latino, apesar de ainda incluir algumas letras novas, o alemão é uma língua que oferece dificuldades para os brasileiros aprenderem. Trata-se de um dos principais idiomas da União Europeia, mas não se engane pela sua origem germânica (a mesma do inglês), pois ele pode ser bem mais difícil.

Em primeiro lugar, o alemão tem três gêneros, contando também com o neutro, além do feminino e masculino. Não há regra para quais são os substantivos de cada gênero, exigindo que você decore enquanto aprende.

Além disso, é interessante saber que o idioma é famoso pelas suas palavras com muitas letras. Isso acontece porque, nessa língua, termos que geralmente são escritos separados passam a ser agrupados em apenas um, dando origem ao novo conceito.

Esse é o caso de “Aufmerksamkeitsdefizit-Hyperaktivitätsstörung”, uma palavra de 44 letras e que significa Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Que loucura, não é? Ou seja, quatro palavras para o português se tornam apenas uma em alemão.

Como vimos, há diversas línguas mais difíceis para brasileiros na hora de aprender a escrever e se comunicar. No entanto, se você tem vontade de conhecer um desses destinos culturais, não desanime e comece agora mesmo a se preparar. Tendo dedicação é possível aprender esses idiomas e, dessa forma, conversar mais tranquilamente com outras pessoas durante a sua viagem.

Gostou do artigo? Então, aproveite para seguir a Azul nas redes sociais e fique sempre por dentro das nossas novidades — Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.