Você sabe qual é a cidade mais extensa do Brasil, que também é um dos municípios mais extensos do mundo? Trata-se de Altamira, que fica no estado do Pará, na região norte do país. Conhecida como Princesinha do Xingu, a cidade oferece atrações e paisagens incríveis para todo mundo que decide comprar uma passagem para Altamira.

Depois de receber a construção da Hidrelétrica de Belo Monte, em 2009, Altamira cresce mais e mais a cada dia. Com uma cultura única e heranças que se fazem presentes até hoje, a cidade nortista tem tudo para conquistar quem a conhece.

Então, que tal ficar por dentro de mais informações sobre Altamira e conhecer as melhores atrações e passeios no município? Continue a leitura e comece a preparar seu roteiro!

A história de Altamira

Altamira nasceu com a instalação da missão jesuíta Tavaquara, que serviu como ato fundador do município na década de 1750. A história de Altamira está muito conectada aos povos indígenas que habitavam e habitam até hoje o município, além das influências dos imigrantes europeus que se estabeleceram por lá.

O lugar foi oficialmente elevado à condição de povoado no dia 14 de abril de 1874. Nesse período, a atual Altamira sobrevivia, principalmente, graças à extração e à comercialização da borracha. Em 2 de abril de 1883, houve a elevação a vila do município vizinho de Souzel, que foi quando o lugar recebeu o nome de Altamira. O título de cidade chegou apenas em 27 de setembro de 1917.

Em 1972, Altamira recebeu o marco zero da Rodovia Transamazônica, período em que houve uma intensa movimentação para a exploração da Floresta Amazônica. Em 2009, a instalação da já mencionada Usina Hidrelétrica de Belo Monte resultou no crescimento da população da cidade — uma mudança de 100 mil para 140 mil habitantes, de acordo com o Censo de 2010. O empreendimento de 30 bilhões de dólares também influenciou diretamente no crescimento da cidade, especialmente no campo dos negócios e do turismo.

Onde fica e como chegar até Altamira

Altamira fica localizada no estado do Pará, na região Norte do Brasil. De acordo com a região regional do IBGE, a cidade pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Altamira, além de fazer parte da mesorregião do Sudoeste Paraense.

A cidade tem uma área de quase 160 mil km², o que a estabelece como o maior município do Brasil e o terceiro maior do mundo em termos de extensão territorial. Altamira é, sozinha, maior do que os estados brasileiros do Acre e do Ceará. Além disso, é mais extensa do que países como Portugal, Irlanda e Suíça!

Repleto de rios, é em Altamira que tem início a “volta grande do Xingu”, um trecho sinuoso e repleto de cachoeiras desse rio — é justamente no final desse trecho que fica a Hidrelétrica de Belo Monte. Por causa disso, a cidade é chamada, como mencionamos na introdução, de Princesinha do Xingu.

E como chegar até lá? A cidade é o lar do Aeroporto de Altamira, situado a cerca de 7 quilômetros do centro da cidade. Além de receber os voos com destino à Altamira, o aeroporto também faz a conexão com outras cidades do estado e do país, estabelecendo-se como um importante espaço para o crescimento da cidade. Em 2017, o Aeroporto de Altamira movimentou pouco mais de 111 mil passageiros.

O clima da cidade e a melhor época para conhecê-la

As temperaturas de Altamira ficam entre os 30 e os 33 ºC durante o ano todo. A menor temperatura já registrado foi de 13,5 ºC em fevereiro de 2000, sendo que a maior foi 39,2 em outubro de 2009.

Normalmente, os meses em que mais chove são maio e novembro. Mesmo assim, as águas das praias e das cachoeiras costumam ser excelentes para nadar durante o ano todo. Considerando o clima estável durante a maior parte do ano, é muito fácil programar a compra de passagem para Altamira, pois visitar a cidade é algo que pode ser feito em qualquer época.

Para quem ama o verão, esse pode ser um destino incrível durante essa estação. Já se você quiser mesmo é fugir do frio das regiões mais geladas do Brasil, escapar para Altamira no outono ou no inverno pode ser uma ótima opção de viagem.

As melhores atrações de Altamira

Tempo bom o ano todo, desenvolvimento crescente, praias e cachoeiras imperdíveis, cultura fascinante. Com todas essas características, é claro que Altamira não poderia deixar de contar com opções incríveis para quem vai visitá-la. Conheça agora as melhores atrações da cidade e prepare suas malas!

1. Mercado Municipal

Para mergulhar com tudo na cultura e na culinária de um lugar, nada melhor do que visitar o Mercado Municipal. Isso é verdade também em Altamira e, no mercado de lá, você vai encontrar uma quantidade enorme de produtos agropecuários, comidas e ingredientes de todos os tipos e exemplares incríveis do belíssimo artesanato local.

O Mercado Municipal de Altamira também é um dos melhores lugares para você encontrar frutas frescas de época típicas da cidade, como ingá e cupuaçu.

2. Orla da Cidade

Como não poderia deixar de ser, as margens do Rio Xingu são um espaço muito importante e admirado na cidade que é, afinal, a Princesinha do Xingu. Então, esse espaço tem uma infraestrutura ótima, permitindo que os turistas e moradores possam curtir as áreas verdes, os locais de recreação e os lugares destinados à educação ambiental e à preservação da flora e da fauna no Parque Nacional de Altamira.

Esse espaço às margens do Xingu é, também, um importante local das atividades dos pescadores da cidade. É lá que fica o Centro de Carpintaria Naval, onde esses trabalhadores podem fazer a manutenção e os consertos em seus barcos, e o Mercado do Peixe, abastecido totalmente pelos pescadores que fazem parte da associação de pesca do município.

3. Praias e cachoeiras de Altamira

Altamira conta com mais de 20 cachoeiras naturais, muitas delas nascidas a partir do próprio Rio Xingu e de suas águas verdes e leito rochoso. Mas o Xingu é apenas um dos mais de 20 rios que cortam o território da cidade! Tudo isso faz com que as atrações naturais de Altamira sejam imperdíveis.

A cidade tem três praias permanentes, a Praia da Orla, a Massanori e a Assurini. Há, ainda, as praias fluviais sazonais, que aparecem somente durante o verão e encantam por suas águas mornas e esverdeadas. Além disso, a construção da Hidrelétrica de Belo Monte deu origem ao lago de Belo Monte, onde há diversas opções de atividades esportivas que podem ser aproveitadas pelos visitantes.

Quanto às praias, uma das principais da cidade, e um dos mais queridos pontos turísticos de Altamira, é o Balneário do Pedral, que fica a 8 quilômetros de distância do município. Essa praia traz quiosques com comidas típicas e bandas tocando ao vivo. Outras praias importantes de Altamira são a Praia do Padeiro, a do Besouro, a do Sossego, a Praia Grande, a Praia do Olivete e o Balneário do Jôa.

Por se tratar de um município que ainda está crescendo e que, apesar de ser querida pelos turistas, não atrai tantos visitantes em relação a outras cidades do Norte, as belezas naturais de Altamira são muito bem conservadas. Além disso, normalmente, não estão muito lotadas, o que possibilita que quem se aventurar por ela possa aproveitar todos os espaços e paisagens ao máximo.

4. Cais do Porto

O Cais do Porto, também conhecido como Cais de Altamira, é outro ponto muito querido tanto pelos turistas quanto pelos moradores da cidade. Trata-se de uma ampla praça arborizada, repleta de áreas verdes e com quadras de vôlei de praia e de basquete e pista de corrida. Para estender o passeio, o Cais também tem bares, sorveterias, lanchonetes, brinquedoteca e até mesmo uma praia artificial!

5. Tacacá da Moça

Como não poderia deixar de ser em uma importante cidade nortista, a culinária de Altamira é fascinante. Para entrarmos nesse assunto, o primeiro prato mencionado não poderia ser outro que não o tacacá.

Prato típico do estado do Pará, o tacacá é preparado com o tucupi, que é um caldo feito de mandioca fervida com alho e chicória. Ao caldo, acrescentam-se camarões secos graúdos, goma — mingau feito com uma massa bem fininha originada da lavagem da mandioca ralada — e jambu, erva típica do estado.

O melhor tacacá da cidade pode ser encontrado no Tacacá da Moça, onde você também pode deliciar-se com um prato de galinha caipira, com um bom vatapá ou com a popular salada de frutas com mousse do estabelecimento.

Outras delícias características da culinária local incluem o jabuti no leite da castanha, a paca no tucupi e o moqueado, um tipo de peixe. Esses pratos, e muito da culinária de Altamira, são heranças indígenas.

6. Aquárius Restaurante

Outra ótima opção para conhecer a deliciosa culinária local de Altamira é o Aquárius Restaurante, que oferece um buffet completo e com opções para todos os gostos. Além dos bons preços, o lugar encanta pelo ótimo atendimento e pelo clima agradável, ideal para uma refeição com toda a família.

7. Tocari Sorveteria

Não dá para viajar para alguma cidade do Norte do país sem experimentar os sorvetes paraenses, feitos com frutas típicas do estado que, portanto, originam sabores que você não vai encontrar em outros lugares. Na Tocari Sorveteria, há diversas opções incríveis de sorvete e, ainda, de sucos e de café. Uma excelente maneira de aliviar o calor de Altamira!

8. Praça do Mirante

A grande atração da Praça do Mirante é, como o nome indica, o mirante do local, que garante uma vista panorâmica incrível de toda a cidade de Altamira, incluindo do Rio Xingu. A praça em si, que foi recentemente reformada, conta com brinquedos infantis, quadra de esportes e quiosques.

Além disso, o mirante fica no topo de uma torre que imita uma torre de transmissão. Ela foi construída dessa forma para homenagear o fato de que o local em que a praça fica marcou a chegada da energia elétrica vinda da Hidrelétrica de Tucuruí, um marco para o progresso da cidade.

9. Museu do Índio

O Museu do Índio é um excelente espaço para conhecer mais da cultura indígena que faz parte da história não apenas de Altamira, mas de todo o Brasil. Por lá, você pode conhecer um belo acervo de peças artesanais produzidas pelos povos indígenas da região — e até mesmo adquirir alguns itens artesanais para guardar de lembrança da sua viagem ou para levar de presente!

O acervo do Museu do Índio também conta com apetrechos e ferramentas utilizados no dia a dia das tribos que viviam e vivem até hoje na região de Altamira.

10. Paróquia Imaculada Conceição

A bela Paróquia Imaculada Conceição é bastante conhecida na cidade por guardar os restos mortais de Irmã Serafina, conhecida pelos locais da cidade paraense como o Anjo da Transamazônica.

11. Festival Folclórico de Altamira

Normalmente organizado durante o mês de junho — o ano de 2018 recebeu a 16ª edição —, o Festival Folclórico de Altamira é um evento imperdível para quem conseguir visitar a cidade nesse período.

Organizado pela Associação dos Grupos Folclóricos de Altamira, cuja existência já demonstra a importância do assunto para a cidade, o Festival reúne grupos folclóricos para se apresentarem para o público. Repleto de cores, de cheiros e de sabores, a ocasião é uma grande festa para celebrar a cultura de Altamira e do Pará.

Viu só? Para quem busca sossego, paisagens belíssimas, uma culinária deliciosa e uma cultura fascinante, comprar passagem para Altamira é uma ótima opção de roteiro. O melhor é que, graças ao tempo agradável e estável durante o ano todo da cidade, você pode dar um pulo em Altamira em qualquer época do ano. Você certamente vai adorar a viagem e querer voltar de novo!

Gostou das nossas sugestões de roteiro para Altamira? Já está pensando em curtir uma cachoeira e devorar um prato de tacacá? Então, visite nosso site para conferir as melhores opções de passagem!