Está em busca do próximo destino de viagem para você e sua família? Então imagine o seguinte cenário: uma ilha paradisíaca repleta de recifes de corais!

Um lugar que reúne tranquilidade para relaxar e uma vida noturna com muito agito e diversão; que possui uma culinária rica e diversificada e centros de compras atrativos, principalmente para artigos importados; e abriga belezas naturais a perder de vista.

Gostou? E se, além de tudo isso, o lugar ainda oferecesse os passeios mais econômicos de todo o Caribe? Ficou interessado? Então você precisa conhecer San Andrés!

A maior ilha colombiana do Arquipélago San Andrés é um dos destinos preferidos dos viajantes latino-americanos — inclusive para viagens de lua de mel. Se você quer descobrir o porquê, continue a leitura:

Quando ir a San Andrés?

Na Colômbia, assim como em outros países próximos à linha do Equador, as estações se mesclam e o clima é quente o ano inteiro. Porém, a época que vai de setembro a novembro é marcada por chuvas fortes e tempestades tropicais que podem atrapalhar a programação dos viajantes.

Outra questão que costuma preocupar os turistas de San Andrés é a temporada de furacões no Caribe, que vai de junho a novembro. Porém, esse é um fenômeno raro na ilha, que é considerada um destino com baixa probabilidade de furacões.

De qualquer maneira, a melhor época para viajar para San Andrés é entre os meses de janeiro e maio: com pouca incidência de chuvas e água do mar com temperatura média de 28º, o período é perfeito para aproveitar as praias e os passeios da ilha.

Por ser uma viagem relativamente longa, é recomendado esticar a hospedagem por, pelo menos, 6 a 7 dias — assim, é possível dividir os passeios ao longo da estadia, conhecer lugares próximos (como a Ilha de Providência, no mesmo arquipélago) e ainda reservar algum tempo para descansar e relaxar na praia.

Como se preparar para viajar?

Um aspecto que pode facilitar muito a viagem para San Andrés é que brasileiros não precisam de visto para entrar na Colômbia, mas existem algumas exigências que os turistas devem conhecer para evitar surpresas desagradáveis.

A primeira delas é a apresentação do documento de identificação (RG original) em bom estado e com menos de 10 anos de emissão. Ainda que não seja obrigatório, é recomendado levar também o passaporte, que é um documento incontestável e pode poupar muito tempo na imigração.

Outro documento indispensável para viajar para destinos colombianos é o certificado internacional de vacinação contra febre amarela. Desde 2017, turistas brasileiros são barrados no embarque se não apresentarem a comprovação de imunização contra a doença.

Por isso, pelo menos 10 dias antes da viagem, é necessário tomar a dose integral da vacina em um posto de saúde e emitir o certificado internacional em um centro da Anvisa.

Se o turista já tiver recebido a dose fracionada da vacina (como foi aplicada em vários estados brasileiros), ele deverá tomar a dose integral para obter o certificado. Pessoas que não podem tomar a vacina (seja por idade avançada ou problemas de saúde), têm a opção de emitir um certificado de isenção, que deve ser assinado e carimbado pelo médico.

Além disso, para entrar em San Andrés, o turista deve apresentar uma “tarjeta de turismo”, que funciona como um comprovante de pagamento da taxa de turismo exigida pela ilha. Ela pode ser comprada no portão de embarque ou junto com a passagem aérea (quando a companhia disponibilizar esse serviço).

É fundamental conservar a tarjeta durante toda a estadia, já que ela deve ser apresentada novamente ao sair da ilha.

Com toda a burocracia resolvida, é hora de fazer as malas e contar os dias para a viagem!

Onde ficar em San Andrés?

Uma grande vantagem de viajar para San Andrés é a diversidade de opções para hospedagem na ilha, das mais simples e econômicas às mais luxuosas, incluindo resorts com tudo incluso.

Porém, vale a pena investir algum tempo na escolha do hotel, já que boa parte deles costuma não oferecer muitas comodidades. Alguns dos estabelecimentos mais procurados são:

Acqualina Inn

Com uma localização privilegiada, próximo ao comércio central e ao calçadão da praia, os flats do Acqualina são novos e têm decoração moderna e aconchegante. As tarifas são econômicas, mas não é servido café da manhã.

Blue Emerald Inn

Os quartos ficam na parte superior de uma galeria comercial, e a tarifa inclui o café da manhã. A localização é o grande diferencial do hotel, já que é possível fazer vários passeios nas proximidades.

Caribbean Island Hotel

Com apartamentos e quartos grandes e repletos de comodidades (como ar-condicionado e minicozinha privativa), é uma das opções com melhor custo-benefício de San Andrés.

Casa Tamarindo

Quem vai viajar com a família ou amigos pode preferir um pouco mais de conforto e privacidade e, nesse caso, vale a pena conhecer a Casa Tamarindo. Com 3 quartos e acomodações para até 6 pessoas, ela fica próxima à praia e ao centro.

Decameron Isleño

Um dos melhores all inclusive da ilha, o Decameron possui uma infraestrutura invejável, com piscina, academia, esportes aquáticos, restaurantes e até um SPA. Famílias com crianças pequenas podem aproveitar as opções do resort quando o clima não estiver propício para a praia.

Hostel Solymarislas

Entre as opções de hostel de San Andrés, o Solymarislas se destaca pela localização e pela estrutura: conta com piscina, ar-condicionado, hidromassagem e banheiros privativos, além de uma cozinha compartilhada.

Hotel Casablanca

O típico hotel caribenho fica em frente à praia e faz jus aos melhores cartões-postais da região. Rodeado de palmeiras, ele oferece aos hóspedes 4 opções de restaurantes, piscina e quartos amplos, com terraço e ar-condicionado.

Hotel Playa Tranquilo

Localizado no trecho mais bonito da ilha, o hotel oferece atendimento diferenciado e, como o próprio nome diz, muita tranquilidade. É perfeito para quem deseja relaxar longe do centro e aproveitar o acesso direto ao Mar do Caribe.

Le Castel Blanc

Uma pousada-boutique inspirada no Mediterrâneo é uma das opções que mais agradam casais viajando para San Andrés. Camas grandes e confortáveis, café da manhã farto e atendimento especial completam as comodidades do local.

Olas del Caribe

Com diárias acessíveis e localizado a duas quadras do calçadão, o Olas é um hotel novo, com decoração colorida e vibrante e quartos amplos que comportam até 6 camas.

Villa Maru Hotel

Com piscina, apartamentos com ar-condicionado e banheira de hidromassagem e um café continental completo, o Villa Maru é praticamente uma casa de praia para hóspedes de San Andrés. O estabelecimento conta apenas com 3 quartos, que têm vista para o mar.

Ainda com relação à hospedagem, cabe um aviso: muitos apartamentos e pousadas em San Andrés não contam com água quente no chuveiro — é um costume local tomar banhos gelados. Por isso, se você faz questão de um banho quente, se certifique de que a hospedagem inclui esse item.

O que fazer em San Andrés?

A primeira coisa que chama a atenção dos visitantes de San Andrés é o famoso “mar de sete cores”: as variações que vão do verde-água ao azul-turquesa das águas calmas da ilha são decorrentes das diferentes profundidades do mar e dos recifes de corais abundantes.

Para aproveitar a estadia e conhecer os principais pontos turísticos e atrações da ilha, confira alguns passeios que merecem entrar no seu roteiro de viagem:

Fazer um tour pela ilha

O passeio por San Andrés pode ser feito por táxis (que negociam o valor antes de sair e dispensam o uso do taxímetro), mas existem outros meios de locomoção mais econômicos, especialmente quando o aluguel é fechado para vários dias.

Uma das opções mais procuradas são as scooters, que podem ser alugadas no centro da cidade com diárias acessíveis.

Para quem busca um pouco mais de segurança, os carrinhos de golfe que acomodam até 5 pessoas são uma boa escolha, mas não atingem velocidades altas e não podem ser usados à noite, já que não têm farol.

Os carrinhos mules ou polaris, que são similares aos de golfe mas com motor mais potente, são encontrados com 2 a 5 lugares e são mais caros, mas têm farol e podem ser utilizados em passeios diurnos e noturnos.

Existe ainda uma opção divertida para dar uma volta pela ilha sem se preocupar com o trânsito: uma espécie de caminhão com as laterais abertas e pintado em cores chamativas, que faz o passeio pelos principais pontos turísticos em um trajeto de cerca de 2 horas.

Experimentar a culinária local

Como é de se esperar, os pratos típicos da região incluem pescados, frutos do mar, temperos picantes e combinações de sabores que surpreendem o paladar brasileiro. Na hora de almoçar ou jantar, confira alguns restaurantes que fazem sucesso entre os turistas:

  • Café Café: serve lanches rápidos e pizzas individuais;
  • Capitán Mandy: peixes e frutos do mar frescos são servidos tanto no almoço quanto no jantar;
  • Donde Francesca: exige reserva, mas serve frutos do mar à moda caribenha em mesas com vista para a praia;
  • La Barcarola: fica dentro do Hotel Casablanca e oferece um cardápio italiano que pode ser servido no salão ou na varanda;
  • Miss Celia: o restaurante pitoresco é especialista no prato típico de San Andrés, o rondón, feito com peixe, rabo de porco, caracol e banana frita;
  • Mister Panino: serve massas e molhos saborosos e com valores acessíveis;
  • Perú Wok: as mesas no deck chamam a atenção, mas o que mais agrada os turistas são os pratos peruanos, em especial o ceviche;
  • Punta Sur: o melhor lugar para experimentar o tradicional arroz com pollo (frango), além de peixes e lagostas;
  • Rosa del Mar: o destaque fica por conta da bandeja paisa, que inclui arroz de coco, feijão, banana ou abacate e peixe ou carne.

Conhecer as praias

É indiscutível: as maiores atrações de San Andrés são, é claro, as praias. E, realmente, o cenário não decepciona nem mesmo os turistas mais exigentes. Se um dos lados da ilha é praticamente deserto e cheio de pedras, o outro lado tem paisagens belíssimas, longas faixas de areia limpa e águas quentes e translúcidas.

Confira algumas das praias que merecem o título de mais bonitas de todo o Caribe:

Spratt Bight

A queridinha dos viajantes tem uma estrutura de dar inveja: são 450 metros de areias claras e um calçadão que abriga bares, restaurantes e cafeterias na orla da praia, com uma vista privilegiada do nascer do sol. Fica próxima ao centro da ilha e as águas calmas são o cenário perfeito para relaxar e aproveitar a paisagem.

Johnny Cay

Areia branca, palmeiras a perder de vista, piscinas naturais exuberantes e reggae tocando o dia inteiro são as maiores atrações do Parque Regional Johnny Cay, uma das praias mais visitadas em San Andrés. O acesso é feito por barco em um trajeto rápido, e o lugar reúne diversos bares e restaurantes de frutos do mar.

Existem pontos ótimos para mergulho com snorkel, mas os visitantes não podem esquecer as sapatilhas para entrar na água, já que as pedras do fundo podem machucar. A fauna inclui iguanas, tartarugas, lagartixas azuis e vários tipos de aves.

West View

Várias atrações esperam os turistas no lado oeste de San Andrés: pontos para mergulho, de onde se pode observar várias espécies de peixes multicoloridos; tobogãs e trampolins para divertir pessoas de todas as idades; as cabanas feitas de madeira de coco espalhadas pelo parque; e as áreas de cultivo de frutas (como manga, ameixa, abacaxi e tamarindo) que são usadas na produção de doces.

Os turistas também podem fazer o passeio chamado de Aquanautas: com a ajuda de um escafandro, é possível caminhar no fundo do mar e observar os peixes de perto.

Peatonal

Próxima à rua mais movimentada da ilha, a praia costuma estar sempre cheia, mas se mantém limpa e em bom estado graças aos esforços dos nativos. Com areia fofinha e mar calmo, é a primeira escolha de famílias viajando com crianças pequenas.

É possível alugar cadeiras, comprar lanches nas barraquinhas ao longo da orla e passar o dia aproveitando o cenário de tranquilidade.

El Acuario

A praia conhecida como Aquário possui toda a estrutura exigida pelos turistas, com lanchonetes, banheiros e aluguel de equipamentos para mergulho e snorkeling, mas nem precisaria de tudo isso.

Em um trecho com águas cristalinas e tranquilas, os viajantes podem observar de perto uma infinidade de peixes que nadam despreocupados ao redor dos banhistas. É quase como estar em um aquário gigante!

Fazer passeios de barco

Existem vários passeios disponíveis para os viajantes em San Andrés, mas dois deles se destacam:

  • o Barco Pirata, uma embarcação temática (com música ao vivo e bebidas liberadas) que sai todas as noites para um trajeto de duas horas;
  • o Manta Raias, um programa de duas horas que permite aos turistas tocar e tirar fotos com as arraias em seu habitat.

Já se apaixonou por essa ilha paradisíaca no coração do Caribe? San Andrés é o destino perfeito para quem quer aproveitar o verão em um cenário de sonho, com muito sol, tranquilidade e diversão. Mas se você prefere os destinos nacionais, preparamos uma lista com 15 praias brasileiras que vão fazer você se sentir no paraíso!