Buscar por destinos internacionais baratos é uma prática comum para quem ama viajar e coleciona uma lista de lugares que deseja conhecer. Contudo, a pandemia causada pelo coronavírus fechou fronteiras no mundo todo e muitos sonhos precisaram ser adiados.

A boa notícia é que já há previsões para que o turismo volte ao normal e você pode aproveitar esse tempo para planejar as férias dos seus sonhos. Continue a leitura e descubra a partir de quando você poderá ir para fora do país, quais lugares podem ser visitados por um preço bacana e faça as malas novamente!

Qual é a previsão para retorno das viagens internacionais?

De acordo com a Organização Mundial de Turismo (OMT), o primeiro semestre de 2020 foi marcado pelas restrições de viagens em todos os destinos do mundo. Um cenário que vem mudando gradativamente, já que alguns países já começam a reabrir suas fronteiras para o turismo.

A mudança vai ao encontro às últimas previsões da International Air Transport Association (IATA). Estima-se que as pessoas poderão viajar tranquilamente pelo mundo a partir do ano 2023. No entanto, também há previsões de que alguns roteiros poderão ser realizados novamente já em 2021.

Esse hiato no turismo pode ser aproveitado para que as pessoas organizem suas viagens. Ao escolher destinos internacionais baratos, os viajantes têm tempo hábil para guardar dinheiro e planejar o roteiro com tranquilidade.

Quais são os destinos internacionais baratos?

Você faz parte do grupo de pessoas que pretende viajar assim que as fronteiras estiverem abertas? Então, dê uma olhada na lista de destinos internacionais baratos que preparamos como sugestão para você organizar o seu próximo roteiro.

1. Tailândia

As belezas dos países asiáticos atraem muitos turistas, especialmente a Tailândia. Parte da sua popularidade está no baixo custo da viagem.

O país é eleito um dos mais belos destinos internacionais baratos devido ao baixo custo de hospedagem, alimentação, transporte e, até mesmo, passagem aérea, que podem ser facilmente encontradas em valores promocionais.

O destaque deste destino encantador fica por conta das praias paradisíacas, como as famosas Phuket e Phi Phi. Veja mais algumas informações importantes:

  • a melhor época para ir a Tailândia é de novembro a março;
  • Bangkok é uma das capitais mais visitadas e agitadas no mundo, por isso, escolher o local certo para se hospedar faz toda a diferença. O Alto Sukhumvit é o local mais indicado para quem quer fugir do agito;
  • devido à quantidade de locais que a Tailândia oferece, o ideal é fazer uma viagem de no mínimo 15 dias;
  • é necessário apresentar a comprovação da vacina da febre amarela;
  • o passaporte é o único documento de identificação de turistas aceito na Tailândia e deve ter validade mínima de 6 meses.

2. Albânia

Sua família está disposta a tomar voos longos e aterrissar na Europa, mas ainda é um sonho distante devido ao custo? Se a resposta é sim, é porque a Albânia nunca esteve nos seus planos.

Localizado entre a Grécia e a Itália, o país revela o mesmo mix de paisagens dos países vizinhos, por um valor bem mais baixo. A moeda oficial é o lek, onde 1 lek albanês custa em média 50 centavos de real brasileiro.

O destaque fica por conta da Riviera Albanesa, com seu mar de águas límpidas em tons de azul como os da Grécia, país que fica há cerca de 35 km de lá. Confira outras informações úteis:

  • a cidade litorânea mais bem preparada para receber turistas é Saranda;
  • brasileiros não precisam de visto para entrar na Albânia, mas o passaporte deve ter validade mínima de 6 meses;
  • há somente um aeroporto internacional na Albânia, por isso, comprar uma passagem para qualquer cidade europeia e de lá partir para Tirana, capital albanesa, pode sair bem mais em conta;
  • o viajante deve portar a confirmação da passagem de ida e volta, o voucher de hospedagem, o extrato com o valor que utilizará durante a estadia e o certificado internacional de vacinação contra febre amarela, tomada com no mínimo 10 dias de antecedência;
  • o ideal é passar pelo menos 5 dias no país e aproveitar as praias.

3. México

O México é um prato cheio para os turistas, abrigando algumas ilhas do Caribe, região mundialmente conhecida pelas suas águas azuis, areias brancas, sol e calor. Há opções para visitação e hospedagem que agradam a todos os gostos e bolsos, como:

  • Cidade do México;
  • Cancún;
  • Tijuana;
  • Acapulco.

Por ser um destino turístico, é possível encontrar promoções de pacotes de turismo, passagens e hotéis o ano inteiro — incluindo resorts com serviços all inclusive. Vale lembrar que o destino é morada de sol e calor praticamente o ano inteiro, no entanto, é bom evitar os meses de agosto a novembro por conta das chuvas e possíveis furacões. Veja mais informações:

  • documentação necessária — passaporte com no mínimo 6 meses de validade;
  • número de dias ideal para ficar lá — de 7 a 10 dias.

4. Peru

O Peru é um dos países vizinhos do Brasil que revela um destino de lindas paisagens e repleto de histórias. Muito famoso pela sua culinária e artesanato cheio de cores, o passeio encanta pessoas de todas as idades.

O contato com lhamas e alpacas costuma ser um show a parte. Quem vai ao Peru pode se hospedar em Cusco e Lima, visitando o lago Titicaca e a lendária Macchu Picchu. Conheça os detalhes essenciais para fazer uma boa viagem:

  • a entrada de brasileiros no Peru não necessita de passaporte, a cédula de identidade é o suficiente;
  • para reduzir os custos, você pode se hospedar em Lima e viajar de ônibus dentro do país;
  • o ideal é ficar no mínimo 5 dias, preferencialmente nos meses de maio e junho ou evitando a época de chuvas entre novembro e março.

5. Argentina

O país dos nossos hermanos argentinos costuma ser um dos primeiros destinos internacionais visitados pelos brasileiros — especialmente a capital Buenos Aires — devido aos valores acessíveis em passagens e a cotação do peso argentino ser bastante favorável em relação ao real.

Há quem diga que Buenos Aires é um pedacinho da Europa na América do Sul, devido à arquitetura, gastronomia e o clima. Nos meses de setembro a dezembro, a cidade tem um charme a mais: é época em que as centenas de espécies de flores desabrocham, garantindo um colorido a mais.

Seja para viajar entre amigos, seja para ir entre casais ou com a família, os sorvetes e vinho, o tango e os bairros charmosos podem agradar a todos. Inclusive, há boas opções de hospedagens em Recoleta e Palermo, além do centro da cidade.

Algumas informações importantes sobre as viagens para a Buenos Aires:

  • dá para conhecer os principais pontos turísticos da cidade em apenas 3 dias, mas o recomendado é ficar ao menos 5;
  • é possível esticar a viagem para o Uruguai, já que apenas 50 km separam Buenos Aires de Colonia Del Sacramento;
  • não precisa de passaporte ou visto para viajar pelos países, a cédula de identidade é o suficiente.

Para aqueles que desejam ter contato com a neve e as geleiras, a sugestão é dar uma esticadinha para Bariloche, Ushuaia e El Calafate no inverno.

Como planejar viagens para depois da pandemia?

Com tantas opções de destinos internacionais baratos, como é possível planejar uma viagem se o que existe sobre a abertura das fronteiras ainda é só uma previsão? Nesse caso, as agências de turismo podem ajudar.

Neste período, você pode adquirir o seu pacote e escolher as datas depois. Um exemplo de agência que está trabalhando dessa maneira é o da Azul Viagens, comercializando o Bilhete Viagem.

Você escolhe um valor hoje, começa a pagar e quando o roteiro dos seus sonhos estiver liberado para turistas, é só viajar. Dessa forma, você tem tempo o suficiente para preparar tudo o que precisa para fazer uma viagem internacional, como a documentação para embarque e roupas apropriadas para o clima.

Ficou com vontade de conhecer os destinos internacionais baratos que sugerimos neste post? Tire o sonho do papel: com planejamento, é possível viajar. Conheça os pacotes da Azul Viagens.

Qual a viagem ideal para sua famíliaPowered by Rock Convert