Os amantes da arquitetura sabem da importância desse conceito em qualquer cidade. Afinal, a organização dos espaços e construções diz muito sobre a história do local, além de auxiliar na construção do cenário e na beleza da paisagem. Levando essas questões em consideração, é possível “turistar” de forma mais profunda, buscando entender também outros aspectos do lugar que está visitando.

Se você é um profissional da área ou amante dessa forma de arte, que tal escolher o seu próximo destino internacional com base nos encantos da arquitetura? Isso permite conhecer a história do lugar por meio da estética de suas construções. Neste post, vamos dar dicas sobre os locais que mais cativam quem se interessa pelo assunto. Prossiga com a leitura e confira!

São Petersburgo — Rússia

Um destino turístico pouco comentado que é capaz de encantar qualquer amante da arquitetura é São Petersburgo, na Rússia. Conhecida por ser uma das primeiras cidades planejadas do mundo, o local é repleto de edifícios no estilo barroco e rococó.

O principal deles é o Palácio de Catarina, encomendado por Catarina I, imperatriz russa do início do século XVIII. Também vale a pena visitar o Museu Hermitage, considerado como um dos melhores do mundo. Ele é formado por 10 prédios, sendo que o principal deles é o Palácio de Inverno, antiga residência dos Czares russos.

Por fim, também é valido destacar o verão local, que ocorre nos meses de junho e julho. Nesse período, as temperaturas são mais amenas, podendo chegar a 30 graus. Além disso, o sol se põe na linha do horizonte, o que permite o fenômeno conhecido como noites brancas, em que o período noturno fica com cara de entardecer e o sol nunca se põe totalmente.

Atenas — Grécia

É quase impossível falar sobre arquitetura e história sem falar em Atenas, não é mesmo? Afinal, as ruínas da cidade datam de quase 500 anos antes do nascimento de Cristo, guardando uma grande parte da história dos povos europeus e da humanidade como um todo.

Isso porque a Grécia é considerada o berço da civilização ocidental, e Atenas guarda as ruínas dessa história. Na época da sua construção, era a cidade mais importante da região, concentrando os grandes monumentos, principalmente em homenagem aos deuses da mitologia.

Nesse aspecto, destaca-se o Templo de Hefesto, construído em homenagem ao deus do fogo e da metalurgia, o qual fica localizado no centro da cidade. O templo de Zeus Olímpico, um dos mais famosos, é um outro ponto turístico que merece a visita, sendo capaz de encantar os apaixonados por arquitetura. Por fim, é essencial que, em uma visita a Atenas, você reserve algumas horas para conhecer o Pathernon, o templo dedicado à deusa que deu nome à cidade.

Budapeste — Hungria

Budapeste é considerada uma das melhores cidades para observar de perto o famoso estilo de Arte Nouveau. Não é à toa que ela é conhecida como a Paris do Leste entre os viajantes. O edifício que se destaca é o Parlamento, construído no fim do século XIX e localizado à beira do rio Danúbio, que divide a cidade em suas duas grandes regiões: Buda e Peste.

Além dele, é importante visitar a Basílica de São Estevão, na qual se encontram os restos mortais da mão do rei homenageado, o primeiro rei católico da Hungria. Por fim, para relaxar das longas caminhadas e visitas à cidade, lembre-se de que Budapeste também é famosa por seus banhos termais.

Tel Aviv — Israel

Tev Aviv, em Israel, é outro destino internacional que agrada aos amantes da arquitetura. Lá, a estética é mais moderna, visto que a cidade é a que tem o maior número de prédios em um estilo peculiar: o Bauhaus, que surgiu na Alemanha no início do século XX.

Contudo, com as grandes guerras, muitos alemães fugiram do país e se abrigaram em Tel Aviv., o que influenciou a arquitetura moderna e funcional que ficou marcada na cidade. A região na qual há uma maior concentração é a chamada “Cidade Branca”. Ela é tão importante que foi considerada como patrimônio mundial pela UNESCO.

Além disso, vale visitar também a região de Jaffa, a parte antiga da cidade na qual são preservadas diversas construções do estilo Otomano. Ela se destoa do clima moderno e agitado de Tel Aviv e pode ser um momento oportuno para que você conheça mais da cultura e história do local.

Roma — Itália

Outro destino internacional para arquitetos que não pode ficar de fora da sua lista de inspirações é Roma, a capital da Itália. Famosa por suas grandes obras que se misturam ruínas antigas e a tradição católica, a arquitetura é parte indispensável de qualquer passeio.

Em relação às ruínas da Roma Antiga, é essencial visitar o Coliseu, o Fórum Romano e o Pantheon, obras que carregam mais de 2 mil anos de história. Além disso, vale lembrar de que o Vaticano já foi uma parte de Roma, se tornando país apenas há alguns anos. Aproveite a visita à cidade para conhecer também as obras relacionadas à igreja católica do local, como a Praça São Pedro.

Por fim, alguns outros lugares não podem ficar de fora da sua lista. Entre eles, está a Fontana di Trevi, a fonte mais importante da cidade, famosa mundialmente por sua beleza. Não se esqueça de jogar uma moeda e fazer um pedido, algo que, segundo a tradição local, faz com que você volte à cidade no futuro.

A arquitetura faz parte da história do mundo. Suas diversas fases e estilos demonstram os valores e o modo de vida da sociedade da época das construções. Dessa forma, escolher um destino internacional com base nesse elemento pode ser uma ótima forma de garantir uma experiência única em sua próxima viagem. Para isso, pesquise sobre os estilos que você mais gosta e elementos culturais e históricos de cada um para escolher aonde irá na próxima viagem.

Gostou do artigo? Quer mais dicas de viagem? Então, aproveite para seguir a Azul nas redes sociais e fique por dentro das nossas novidades! Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.

Qual a viagem ideal para sua famíliaPowered by Rock Convert