Junho é o mês das festas juninas regionais, estendendo-se até julho em algumas comemorações. Mas isso você já sabe, não é mesmo? Agora é preciso entender que, apesar de o evento ocorrer em todo o Brasil, ele é bastante diferente de acordo com a região na qual for visitar.

Isso porque a festa junina adquire características e culturas do local no qual ela acontece. São tradições tão diferentes, capazes de surpreender você com o que cada região do país tem a oferecer. E isso pode despertar o desejo de viajar pelo Brasil para conhecer, de perto, cada um desses costumes.

Quer saber como é a festa junina regional e as diferenças e curiosidades de cada região? Então, continue a leitura e descubra agora mesmo!

A festa junina e suas características

Poucas pessoas sabem, mas a festa junina teve origem na Europa, antes mesmo da colonização do Brasil. Eram festas pagãs realizadas em datas próximas ao solstício de verão, que ocorre no mês de junho nesse continente.

Porém, com o avanço do catolicismo, elas foram incorporadas pela igreja de forma a servir como uma homenagem a alguns dos principais santos: São João, Santo Antônio e São Pedro. O período de festividade foi trazido para o Brasil ainda no período da colonização, uma vez que era muito tradicional em Portugal e na Espanha.

No país, ela ganhou diversas adaptações à cultura local, abrangendo símbolos relacionados ao interior. A fogueira de São João é um deles, incluindo também a quadrilha, dança típica dessa festa, as bandeirinhas de decoração e as simpatias para os santos homenageados.

Isso sem falar nas comidas típicas. A maioria é derivada de milho ou amendoim, como paçoca, pé de moleque, canjica, pipoca, pamonha, bolo de milho e vários outros quitutes deliciosos. Além disso, tudo é acompanhado de vinho quente e quentão, as bebidas tradicionais da festa.

Festa junina regional e suas tradições

Apesar das características comuns das festividades, cada região do país comemora o São João de determinada forma. Conheça agora as principais festas juninas regionais e as suas características mais marcantes. Assim você poderá aproveitar o que o turismo regional tem de melhor!

Festas juninas pelo nordeste

A região mais tradicional quando se fala em festa junina é, sem dúvida, o nordeste do Brasil. No entanto, ela é bastante extensa e com diversos estados, ou seja, são tradições diferentes mesmo dentro de uma mesma localidade.

Uma das mais conhecidas ocorre em Caruaru, cidade de Pernambuco. A celebração traz um mês de festa regada a muito forró, brincadeiras como pau-de-sebo e a Drilha, além de grupos tradicionais de quadrilha que seguem o trio elétrico — sim, a festa conta com a presença de trio elétrico!

Mas essa ainda não é a maior festa da região. Em Campina Grande, na Paraíba, a festividade pode chegar a 2 milhões de visitantes, sendo considerada a maior festa junina do mundo. Ela também conta com o ritmo de forró, muita dança, casamentos coletivos e barraquinhas, durando um mês inteirinho.

Já em São Luís, no Maranhão, a festa junina tem cara de bumba meu boi. São mais de 100 grupos dançando ao ritmo do Sotaque, o estilo musical das comemorações. Além disso, as comidas típicas são um pouco diferentes, incluindo bolinho de camarão, peixe frito e caruru.

Festas juninas pelo sudeste

No sudeste, a festa junina engloba uma série de elementos dos moradores do interior, principalmente de São Paulo e Minas Gerais. Ela tem cara de quermesses, sendo organizadas, em sua maioria, por igrejas ou outras associações e instituições da cidade.

O frio dessa época do ano abre espaço para as bebidas típicas, a exemplo do quentão. Além disso, muitas pessoas vão à festa junina com a intenção de aproveitar todos os quitutes que ela tem a oferecer, feitos de milho e amendoim.

O forró é substituído pela música de quadrilha e as danças desses grupos animam e encantam quem participa da festa. Além disso, muitos convidados se vestem a caráter, com roupas floridas para as mulheres e xadrez e com retalhos para os homens.

Festas juninas pelo norte

O norte é a região conhecida pela sua tradicional festa do Boi Bumbá. A mais famosa é em Parintins, município do estado do Amazonas, e ocorre em junho, levando pessoas de diversas regiões do país e, até mesmo, do mundo, para o local.

Dessa forma, a festa junina e o Boi Bumbá se misturam nessa época. A quadrilha não fica de fora dos estados dessa região, contemplando também a sua dança típica: o Carimbó.

Festas juninas pelo centro-oeste

O centro-oeste também guarda as suas tradições juninas. Na região, a música predominante é o sertanejo, que divide espaço com o forró. Essas festas se juntam aos costumes dos países vizinhos da América Latina, incorporando a Polca paraguaia e a sopa tradicional desse país na celebração.

Na região, há ainda a presença de violeiros e danças de roda. A dança típica também se apresenta na festa, o Cururu. Vale ressaltar que uma de suas tradições características é a lavagem de São João.

Festas juninas pelo sul

Por fim, vale lembrar que a região sul do Brasil tem tradições próprias na sua festa junina. Incorporando as características tradicionais do nordeste do país, não deixa escapar as tradições sulistas, herdadas das imigrações alemã e italiana.

As comidas tradicionais abrem espaço para o churrasco e o pinhão, que se juntam aos quitutes de milho e amendoim, deixando a festa ainda mais gostosa. O vestido rendado sai de cena para as roupas típicas alemãs, como a prenda. Além disso, as músicas típicas gaúchas fazem bastante presença.

O mês do São João é um evento bastante diverso pelo Brasil. Afinal, em um país com tamanho continental, é de se esperar que as festividades tenham um estilo próprio, dependendo da região na qual são celebradas. Diante das particularidades de cada festa junina regional, aproveite para planejar sua checklist de viagem e conhecer todas as localidades citadas ao longo dos anos!

Gostou do artigo? Quer mais dicas de viagem? Então, siga a Azul nas redes sociais agora mesmo — Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

Qual a viagem ideal para sua famíliaPowered by Rock Convert