Uma das maiores preocupações de quem viaja é a programação dos deslocamentos no destino. Quais são os transportes disponíveis na cidade? Quando é mais viável utilizar um meio do que o outro? Como traçar os percursos até os pontos que você pretende visitar?

Se você também tem dúvidas sobre como organizar a logística dos passeios, continue a leitura e conheça as melhores formas para se locomover em viagens.

Quais são os meios de transporte em viagens?

Independentemente do destino, há diversas opções de deslocamento em viagens. A escolha vai depender de fatores como o seu orçamento e o tempo disponível. Acompanhe os próximos tópicos para entender melhor as particularidades de cada meio de transporte.

Avião

O avião pode ser utilizado para longas e curtas distâncias, é válido para conexões com capitais e cidades do interior e muito útil para quem precisa fazer ponte aérea com frequência, como a famosa Rio-São Paulo. No exterior, há várias companhias com voos low-cost, que oferecem viagens a preços muito acessíveis entre cidades e até países.

A viagem de avião é ideal para quem tem pouco tempo para realizar os deslocamentos. As tarifas dependem de uma série de fatores, mas vale a pena ficar atento às promoções, pois muitas vezes a viagem aérea pode ser mais econômica do que uma viagem terrestre.

Aluguel de carro

Para quem gosta de comodidade e autonomia, essa é uma ótima opção. Ter um carro à disposição garante flexibilidade de horário e de trajeto. Além disso, é possível escolher o modelo do veículo, itens de conforto e até personalizar a viagem com as músicas de seu interesse.

Outra grande vantagem é a possibilidade de conhecer melhor o destino, pois, ao dirigir, você tem um maior contato com a cidade, vias, monumentos etc. Sabe aquele itinerário cansativo de ônibus ou dos tradicionais passeios turísticos? Com o aluguel de carro você não fica preso a eles e tem liberdade para criar o próprio trajeto de acordo com as suas preferências.

Não pense que esse é um procedimento burocrático, pois o aluguel de carro pode ser feito junto com a compra da passagem aérea. Também há várias agências online e lojas físicas em aeroportos para facilitar o aluguel. Em alguns casos, o serviço é oferecido com desconto ou pode ser adquirido com o uso de milhas.

E o melhor: a reserva antecipada de um carro alugado garante mais tranquilidade ao chegar ao destino. Basta desembarcar no aeroporto e ir até a loja para retirar o veículo. Algumas empresas oferecem o serviço de transfer gratuito para esse trajeto, tanto no embarque quanto no desembarque.

O aluguel de carro só não é vantajoso quando você passa muitos dias em um destino e não precisa realizar deslocamentos na região. Quando isso acontece, o veículo fica parado a maior parte do tempo, apesar de a tarifa ser cobrada por diária. Portanto, se esse for o seu caso, talvez o ônibus ou um transfer seja mais útil.

Transporte público

Chegou a opção perfeita para quem tem disponibilidade de tempo e quer garantir uma boa economia. O transporte público costuma ser mais acessível e é ideal para deslocamentos em grandes centros urbanos, como São Paulo e Nova York. Além disso, combinar diferentes tipos de transporte torna os passeios ainda mais práticos.

Uma boa sugestão é verificar se a cidade oferece um bilhete válido para todos os meios de transporte público ou um cartão promocional. Isso pode render uma boa economia!

Preparado para desbravar o seu destino com o transporte público? Veja as principais opções.

Ônibus

Os ônibus podem ser utilizados de diversas formas, tanto para chegar ao destino quanto para se locomover dentro da cidade. No caso dos ônibus interestaduais, as viagens oferecem mais conforto: ar-condicionado, poltronas reclináveis e leitos para viagens de longas distâncias. Dependendo do local, os ônibus intermunicipais também podem ter alguns desses atrativos.

Já os ônibus locais, utilizados em trajetos curtos, são bons para o turista viver a rotina real da cidade, observar as ruas e paisagens, além de conhecer alguns percursos diferentes do roteiro turístico. Também são muito úteis para ir a lugares que o metrô não alcança.

As comodidades e a qualidade do serviço variam de acordo com o destino, por isso, vale a pena perguntar a quem já o utilizou. Pesquise em sites e blogs de viagens, fóruns de viajantes e redes sociais.

Metrô

Esse é um dos transportes mais rápidos e práticos, disponível nas grandes cidades. No Brasil, apenas sete cidades têm o serviço: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e Salvador. Alguns destinos têm um meio de transporte semelhante: o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). No entanto, a malha ainda é pequena e precisa de melhorias.

Já no exterior, esse é um dos transportes mais utilizados, tanto pela extensão quanto pela qualidade. As cidades que mais se destacam são Nova York, Tóquio, Paris, Berlim, Londres e Pequim. O metrô é tão completo que a malha interliga praticamente todas as regiões dessas cidades.

Por isso, ao viajar para algum desses destinos, dê preferência a hospedagens próximas a estações de metrô. Isso vai facilitar muito os seus deslocamentos.

Informe-se também sobre os tipos de cartões de metrô e evite ter que comprar um ticket a cada passeio. Geralmente, há opções de tickets que podem ser usados de maneira ilimitada por um dia ou até uma semana inteira por um valor fixo, reduzindo o custo dos deslocamentos.

Trem

O trem é um ótimo meio de transporte para quem busca conhecer lugares sob uma perspectiva diferente. Ele pode ter um trajeto curto para fins turísticos ou datas comemorativas ou ter trajetos maiores, conectando cidades e até países.

O Brasil tem apenas duas rotas de trens de longa distância: a que liga Vitória, no Espírito Santo, a Belo Horizonte, em Minas Gerais, e a Estrada de Ferro dos Carajás, que vai de São Luís (Maranhão) a Parauapebas (Pará). Dependendo do local de partida e destino, as viagens podem ter de 1 até 16 horas de duração e comodidades como conexão Wi-Fi e cabo USB.

No exterior, há muitas opções de trens tanto para passeio quanto para deslocamentos de rotina. Os trens panorâmicos da Suíça e da Austrália, por exemplo, têm paisagens de tirar o fôlego! Inclusive, se o seu destino for a Europa, prepare-se para fazer excelentes viagens e passeios de trem.

O continente tem uma extensa malha ferroviária, com trens superconfortáveis. Assim como em um avião, a tarifa e as comodidades variam de acordo com a classe da viagem (econômica, executiva e primeira classe). Para otimizar o tempo e economizar na hospedagem, você pode realizar os trajetos durante a noite, em cabines equipadas com camas.

Bonde

Os bondes são raros atualmente, mas ainda existem boas opções em alguns destinos turísticos. Além de acessíveis, os trajetos são supercharmosos e proporcionam uma viagem no tempo. Que tal conhecer o Rio de Janeiro por outro ângulo em um passeio nos Bondes de Santa Teresa? Ou apreciar toda a beleza de São Francisco, nos Estados Unidos?

Barco

Com tanta biodiversidade e tamanho continental, o Brasil também permite realizar lindas viagens de barco, seja pela costa, em cruzeiros ou em barcos de passeio, seja no interior do país, em cidades fluviais. Há lugares em que o barco é o único ou principal meio de transporte, como é o caso da Amazônia. Sem dúvidas, esse mergulho cultural é uma experiência única e inesquecível.

Já quem viaja para o exterior pode contar com toda a magnitude dos cruzeiros e conhecer diferentes destinos em uma mesma viagem. Vale lembrar que as tarifas são consideradas altas e a moeda mais utilizada nesse transporte é o dólar. No entanto, você não terá gastos com acomodação, pois o cruzeiro também funciona como meio de hospedagem.

O conforto, a velocidade, a conexão de internet e as comodidades do barco podem variar bastante, portanto, verifique essas informações antes para garantir uma boa viagem. E caso você não se sinta confortável com o balançar do barco, peça a seu médico para receitar um medicamento que evite ou diminua as chances de enjoo.

Traslado

O traslado é um serviço oferecido por agências e operadoras de turismo para transportar passageiros de um local a outro com horário previamente agendado. É muito comum em viagens corporativas e na mudança dos transportes aéreos e marítimos para os terrestres.

Também chamado de transfer, esse serviço é bastante utilizado para levar passageiros até o hotel e vice-versa, além de outros destinos contemplados no roteiro. Os mais comuns são deslocamentos para aeroportos, portos, rodoviárias, hotéis, shoppings, restaurantes, eventos e passeios.

As principais vantagens são o conforto, a segurança, a flexibilidade de horário e a satisfação de cumprir os compromissos programados.

Além disso, trata-se de uma opção para quem viaja sozinho, acompanhado, em casal, com grupos de amigos e em família. Dependendo da quantidade de pessoas, você pode ser acomodado em um transfer com outros passageiros ou ter um veículo apenas para o seu grupo.

O transporte é feito em carro, van, ônibus ou até um veículo adaptado, como os destinos que têm dificuldade de acesso e oferecem deslocamentos em carros 4×4, jardineiras e lanchas. Esses veículos são conduzidos por motoristas com experiência no trânsito local, capazes de escolher o melhor itinerário.

O procedimento comum após a confirmação da reserva é a recepção de um funcionário da empresa na data e no local agendados. Geralmente, ele leva uma placa com o seu nome para facilitar a identificação. Ao ser localizado, o cliente deve apresentar o voucher de contratação de serviço para dar início ao transfer.

Essa é uma boa opção para quem quer evitar o tempo de espera em locadoras de veículos, em filas de táxi e em chamadas de aplicativos de economia compartilhada. O transfer pode ser regular ou privativo e ser contratado para um único trecho ou para um roteiro completo.

Se optar por esse tipo de transporte, tenha o cuidado de verificar se a empresa tem frota própria e é credenciada pelo Ministério do Turismo, como exige a Portaria nº 312/2013 e o artigo nº 28 da Lei Geral do Turismo. Cheque se o veículo é identificado com um selo do Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos).

Por fim, lembre-se de confirmar algumas informações antes de fechar negócio, como:

  • credibilidade da empresa;
  • horários de deslocamento;
  • local de partida e destino;
  • tipo de viagem;
  • conveniência;
  • itinerário;
  • valor.

Táxi

Apesar de estar um pouco esquecido, o táxi é um dos transportes mais tradicionais. Não tem tarifas muito atrativas, mas oferece conforto e comodidade. O serviço funciona como um motorista particular por um determinado período. O valor da corrida é calculado pelo taxímetro, que leva em consideração a distância percorrida e o horário.

Para ter uma ideia dos valores, você pode usar o Tarifa de Táxi para viagens nacionais e os sites Taxi Calculator e Taxi Fare Finder para viagens internacionais. Informe-se também sobre o transporte de malas, pois em alguns lugares é cobrada uma taxa. E apesar de existirem vários pontos de táxis espalhados pelas cidades, vale a pena baixar um aplicativo que ofereça essa modalidade.

Aplicativos de economia compartilhada

Os aplicativos de economia compartilhada estão cada vez mais populares, modernos e com novas modalidades. Além dos carros, você também pode alugar bicicletas e até patinetes elétricos para se locomover.

Existem diferentes aplicativos que oferecem esse serviço e cada um tem as suas particularidades. Você pode ganhar excelentes descontos ao se cadastrar ou ao compartilhar a viagem com outro usuário.

Como escolher o transporte ideal para se locomover em viagens?

Com base nessas informações, ficará mais fácil escolher o transporte ideal para a sua próxima viagem. Siga estes passos para descobrir qual é a melhor forma de se locomover no destino:

  1. faça uma pesquisa sobre os meios de transporte disponíveis no local;
  2. verifique a distância entre a estadia e os pontos turísticos que você deseja conhecer;
  3. consulte as condições do trânsito local e os horários de pico;
  4. escolha o transporte que melhor atenda às suas necessidades e expectativas.

Viu como é fácil se locomover em viagens? Existem opções para todos os gostos e bolsos. Com um bom planejamento, você pode até mesclar diferentes transportes em uma mesma viagem. Agora que você teve acesso a este conteúdo, com detalhes de cada modalidade, seus deslocamentos serão muito mais eficientes e agradáveis. Então, aproveite a viagem e curta o caminho novo!

Gostou do conteúdo? Quais desses meios de transporte você costuma utilizar nas suas viagens? Conte aqui nos comentários!