Você é daquelas pessoas que sentem uma necessidade incontrolável de viajar? Calma, fique sabendo que você não é o único! Muitos amantes das aventuras mundo afora fazem verdadeiros malabarismos na expectativa de aproveitar cada segundo de folga com o pé na estrada.

Como sabemos, toda viagem demanda tempo para os deslocamentos, além do período em que realmente aproveitamos um destino. Não adianta querer conhecer o Japão em três dias, até porque isso é humanamente impossível. Para compensar o investimento, as jornadas curtas são a forma mais indicada para embarcar em cada final de semana ou feriado prolongado.

Conhecida como viagem bate e volta, essas folgas servem de válvula de escape para quem não aguenta esperar pelas férias. Contudo, o que muita gente não sabe são as inúmeras possibilidades de fazer esse tipo de viagem rápida para fora do Brasil.

Neste artigo, vamos mostrar 9 destinos incríveis para conhecer em questão de poucos dias. Também vamos contar como chegar até cada um deles e quais são as principais atrações disponíveis. Confira!

1. Buenos Aires

A capital argentina está a poucas horas de voo das principais cidades do Brasil. Partindo de Belo Horizonte, por exemplo, o viajante chega a Buenos Aires em pouco mais de 3 horas. Existem rotas diárias partindo e voltando desta metrópole incrível e cheias de atrações para conhecer em poucos dias.

A região de Porto Madero foi revitalizada e hoje é um dos principais atrativos de Buenos Aires. Existem muitos restaurantes, bares e cafés às margens do rio da Prata, proporcionando aos visitantes deliciosas refeições com uma vista de tirar o fôlego.

Experimente os famosos churrascos argentinos, onde os amantes da boa comida se realizam. Para beber, uma taça de vinho tinto de fabricação local. Quem prefere uma cervejinha deve provar os rótulos artesanais feitos na Patagônia (extremo sul da Argentina).

Quem vai pela primeira vez a Buenos Aires deve conhecer o bairro La Boca, onde a arte argentina é vibrante e toma conta das ruas, com apresentações de música, tango, teatro e muito mais. Nessa área fica o mítico estádio La Bombonera, que os fanáticos pelo futebol sempre colocam em seus roteiros.

Dos teatros charmosos aos cafés aconchegantes, a cidade portenha apresenta grande variedade de atrações, que podem ser exploradas em um final de semana. Saia do Brasil na quinta ou na sexta, organize as suas atividades umas próximas às outras e aproveite o melhor da capital da Argentina.

Veja outros locais que podem fazer parte do seu passeio em Buenos Aires:

  • Casa Rosada
  • Plaza de Mayo
  • Teatro Colón
  • Catedral Metropolitana
  • Bairro Chinês
  • Planetário Galileo Galilei
  • Museu Nacional de Artes Decorativas

2. Cartagena

Localizada no Caribe colombiano, a bela Cartagena de Índias se tornou um dos destinos preferidos dos brasileiros nos últimos anos. O patrimônio arquitetônico da cidade conta toda a sua história colonial, que tem no Castelo de San Felipe de Barajas o seu maior representante.

O castelo foi construído a partir de 1647 como um forte, que tinha como finalidade proteger as terras pertencentes à Coroa da Espanha. Um dos destaques da atração são as baterias de canhões, que serviam para afastar os invasores estrangeiros.

No centro histórico de Cartagena, o turista pode caminhar em meio às enormes muralhas, que cercam essa parte da cidade, com casarões antigos onde hoje funcionam lojas, restaurantes e centros culturais.

Como não existem voos diretos entre o Brasil e Cartagena de Índias, os viajantes devem seguir até Bogotá (Colômbia), Lima (Peru) ou Cidade do Panamá para conseguir uma conexão até o Caribe colombiano. Mesmo com esse desvio obrigatório, com um itinerário bem organizado é possível conhecer esse destino em uma viagem bate e volta.

Conheça outras atrações de Cartagena que podem fazer parte do seu passeio. A cidade está cheia de locais relacionados à história da colonização da América Latina:

  • Palacio de la Inquisición
  • Las Bóvedas
  • Igreja de São Pedro Claver
  • Museo del Oro Zenú
  • Plaza de Los Coches
  • Plaza de San Diego
  • Casa de Gabriel Garcia Marquez
  • Torre do Relógio
  • Convento Santa Cruz de La Popa

3. San Andrés

Também no paradisíaco mar do Caribe, a Ilha de San Andrés oferece praias de águas cristalinas e areia branquinha, ótimos para passar momentos agradáveis numa viagem bate e volta. Sem dúvida, a natureza deu toques mágicos a esse destino, que faz parte da Colômbia, embora esteja mais próximo da América Central.

Entre as atividades disponíveis, os viajantes podem praticar mergulho para conhecer as impressionantes barreiras de corais, nas quais a vida marinha é abundante e guarda muitas surpresas. Os amantes da boa mesa vão ficar encantados com os pratos de San Andrés, que são à base de deliciosos peixes e frutos do mar.

Esse destino tem atrações para todos os gostos, desde bares e baladas animados para os mais jovens, bem como toda a infraestrutura de conforto e diversão turismo para as famílias. Como se trata de uma Zona Franca, muitos produtos importados são vendidos em San Andrés a preços bem convidativos, para alegria dos visitantes interessados em fazer umas comprinhas.

4. Cidade do México

Uma das maiores cidades do mundo, a capital do México é uma metrópole vibrante e cheia de atrações. O visitante encontra atividades culturais ligadas à civilização Asteca, que dominou a região antes da chegada dos espanhóis.

Um dos programas que não pode faltar é a visita ao Templo Mayor, uma construção monumental que servia de santuário para as celebrações astecas, cujas ruínas ficam no meio da Cidade do México. Outras atrações bastantes procuradas por sua ligação com a cultura Asteca são a Pirâmide do Sol e a Pirâmide da Lua, localizadas em Teotihuacan.

Com alturas de até 65 metros, as pirâmides eram usadas em rituais do povo Asteca. Suas longas escadarias levam ao topo das construções, que proporcionam uma bela vista da região. Veja quais são outros pontos interessantes para ver na Cidade do México:

  • Centro Histórico
  • Parque Chapultepec
  • Museu Nacional de Antropologia
  • Castelo de Chapultepec
  • Museu Frida Kahlo;
  • Palacio de Bellas Artes
  • Catedral Metropolitana da Cidade do México
  • Monumento a la Revolución
  • Museu Diego Rivera Anahuacalli

5. Machu Picchu

A cidade perdida de Machu Picchu é um patrimônio cultural e histórico da humanidade. Fica localizada entre as montanhas do Peru e foi descoberta apenas no início do século XX. As construções de pedras feitas pela antiga civilização Inca fascinam visitantes de todo o mundo, que ficam sem fôlego com uma das mais lindas paisagens das Américas.

Partindo de Cusco, a maior cidade na região de Machu Picchu, o turista pode conhecer esse importante ponto turístico em apenas um dia. As agências oferecem passeios para o sítio arqueológico, que só pode ser alcançado de trem ou caminhando por uma das muitas trilhas.

Como essa é uma área de preservação, as visitas diárias são limitadas, então é necessário comprar os seus ingressos com antecedência. Operadores de turismo costumam organizar esse passeio, que leva os viajantes numa volta às origens do continente.

Entre os meses de novembro a março ocorrem as grandes chuvas na região, podendo, por medida de segurança, fechar o parque onde Machu Picchu fica.

6. Patagônia

Na parte sul do continente americano, a região da Patagônia se estende entre a Argentina e o Chile. Abrigando uma natureza extraordinária, esse destino revela belezas encontradas em poucos lugares do planeta.

As atrações da Patagônia são relacionadas à vida natural, como contemplar as enormes geleiras, que são rodeadas de vulcões em constante atividade. Os grandes lagos e as áreas de planícies formam paisagens incríveis, que parecem ter saído de um filme de ficção científica.

Saiba quais são os principais pontos turísticos da Patagônia:

  • Parque Nacional Torres del Paine
  • Geleira Perito Moreno
  • Parque Nacional Los Glaciares
  • Ilha Grande de Chiloé
  • Lago Nahuel Huapi
  • Glaciar Grey

7. Santiago

Uma das principais capitais da América do Sul, a encantadora Santiago do Chile está repleta de atrações, que podem ser aproveitadas numa viagem longa. Contudo, as facilidades de deslocamentos na maior cidade chilena proporcionam um roteiro completo para quem tem poucos dias para curtir. Localizada aos pés da Cordilheira dos Andes, essa metrópole tem uma vida agitada para quem gosta de arte, música e gastronomia.

Um dos locais que não podem faltar no seu passeio é o lindo Museu de Belas Artes, que fica instalado em um imponente palácio na área central de Santiago. A instituição cultural guarda pinturas, esculturas, instalações, artesanato e um amplo arquivo audiovisual sobre a arte contemporânea chilena e também a internacional. A entrada do Belas Artes é gratuita.

Bem perto do museu, na Bellavista, os boêmios encontram o seu lugar no mundo, já que as simpáticas ruas desse bairro abrigam centenas de bares, cafés e restaurantes, que ficam cheios de moradores locais e muitos visitantes estrangeiros. Nessa área fica La Chascona, antiga casa do poeta Pablo Neruda e que hoje serve de museu sobre a vida do escritor chileno, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura.

Caso a sua viagem bate e volta seja realizada durante o inverno (junho a setembro), vale a pena curtir um dia nas Cordilheiras, que nessa época estão cobertas de neve. Os mais aventureiros podem praticar esportes, como snowboarding e esqui. Também dá para ficar na segurança das estações, onde a infraestrutura oferece atividades mais tranquilas, como observar a paisagem, os lagos e os animais selvagens da região.

Santiago está a apenas poucas horas de viagem partindo das principais capitais do Brasil. Decolando de São Paulo,  são menos de 4 horas de voo. Como a oferta de rotas para o Chile é extensa, é possível até aproveitar um pouco mais o país e voltar para casa apenas na segunda pela manhã, alongando mais a sua “folga relâmpago”.

Veja outras atrações interessantes para visitar em Santiago do Chile:

  • Cerro San Cristóbal
  • Cerro Santa Lucía
  • Palácio de La Moneda
  • Plaza de Armas
  • Costanera Center
  • Valle Nevado
  • Bairro Lastarria
  • Cajón del Maipo
  • Museu da Memória e dos Direitos Humanos
  • Catedral Metropolitana de Santiago
  • Centro Cultural Gabriela Mistral
  • Pueblito de Los Dominicos

8. Lima

A capital do Peru tornou-se, nos últimos anos, uma dos mais apreciados destinos gastronômicos do mundo. A fama dos seus restaurantes aumentam a cada ano, e mais casas entram nos rankings de melhores cozinhas, como o “50 Best” e o Guia Michelin.

O Maido, que fica em Lima, é o atual bicampeão na lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina. Com um menu que homenageia as raízes japonesas do chef, a casa oferece pratos à base de frutos do mar e peixes muito frescos, tudo preparado com a maestria e delicadeza que a tradição nipônica manda.

Lima também guarda um rico patrimônio histórico e cultural, representado por meio da arte, da música e da comida dessa animada cidade. Coloque no seu roteiro ao menos um dos muitos museus existentes em Lima, que guardam relíquias dos períodos pré-colombianos da América do Sul.

  • Praça Maior de Lima
  • Museu Arqueológico Rafael Larco Herrera
  • Palácio do Governo do Peru
  • Catedral de Lima
  • Huaca Pucllana
  • Parque de la Reserva
  • Centro Histórico de Lima
  • Museu Nacional de Arqueologia, Antropologia e História

9. Ushuaia

No extremo sul da América, a cidade de Ushuaia (Argentina) é conhecida com o “fim do mundo”, por ser o último ponto de terra antes da Antártida. Os visitantes encontram uma natureza selvagem e inóspita, onde as grandes geleiras e as montanhas nevadas são as atrações mais buscadas nessa grande aventura.

Esse é um destino indicado para o período do verão (dezembro a março), quando o frio dá uma pequena trégua e as atividades ao ar livre ficam mais agradáveis. Os turistas costumam fazer caminhadas por trilhas que levam por paisagens maravilhosas, com espécimes de plantas e flores encontradas somente nessa região.

Empresas oferecem voos panorâmicos por Ushuaia, de onde é possível avistar todas as belezas do fim do mundo. Para chegar à cidade argentina, o viajante deve partir de Buenos Aires, que está a poucas horas de voo do Brasil. Com um planejamento afiado e otimizado, é possível fazer esse percurso em cinco dias.

Embarque agora para a sua viagem bate e volta

Viu só como existem destinos incríveis para fazer uma “aventura relâmpago”? Com voos de até 9 ou 10 horas dá para chegar bem longe, mesmo que você tenha poucos dias disponíveis para sua viagem bate e volta.

O segredo é planejar com bastante antecedência, seguir um roteiro lógico e eficiente, além de estudar quais as formas mais rápidas de chegar ao destino desejado. Com organização e foco você pode realizar todas as viagens dos seus sonhos.

Tem um tempo a mais de férias? Então dá só uma olhada neste outro artigo que preparamos. Nele, vamos contar quais são os principais atrativos para você voar para a Europa em sua próxima viagem.