Que criança nunca sonhou em ir para a Disney? E qual adulto ainda não carrega consigo esse mesmo sonho da infância? Sem dúvida, o mundo encantado de Walt Disney marcou muitas gerações e continua cativando milhões de crianças pelo mundo. Por isso, aproveitar-se desse encantamento para planejar uma viagem para Disney é uma excelente ideia.

Você certamente já imaginou o quão divertido seria estar em um lugar onde, a cada minuto, personagens como o Mickey Mouse, o Pato Donald e o Woody cruzam o seu caminho, ou aventurar-se pelos cenários fantásticos do Parque dos Dinossauros.

O universo mágico da Disney atrai pessoas de todos os cantos. É verdade que já existem parques em outros países, mas como o da Flórida, só o da Flórida! Planejar uma viagem para o exterior requer atenções especiais para que tudo saia perfeito. Ir para a Disney, onde milhões de pessoas vão todos os meses do ano, requer cuidados ainda mais especiais.

Mas não se preocupe. Neste post, selecionamos dicas e macetes incríveis para facilitar sua viagem para Disney. Então, continue a leitura e prepare as malas!

1. Saiba a melhor época de viajar para Disney

Uma importante decisão é escolher quando será a viagem. Como o parque recebe mais de 120 mil pessoas por dia, em qualquer época do ano, será necessário enfrentar filas. Isso faz parte do passeio! Mesmo assim, optar por baixas temporadas ajuda a economizar tempo e dinheiro.

Em alguns meses do ano, é possível encontrar hotéis e passagens aéreas por preços promocionais. Durante o mês de janeiro, devido à proximidade de feriados como o Ano Novo, o Natal e as férias escolares em alguns países, os parques estão mais cheios.

Se quer fugir da multidão, evite também os feriados americanos. Nos meses de março e abril, por exemplo, acontece uma espécie de miniférias escolares em todos os EUA, fazendo com que a lotação dos parques seja uma certeza. Em junho e julho, a situação é parecido, já que é verão nos países do hemisfério norte.

Os meses de maio, agosto, setembro, outubro e novembro são os mais indicados para quem procura fugir das grandes filas. Longe das férias escolares e dos principais feriados, esse período é mais tranquilo e economicamente mais viável para visitar os parques da Disney.

2. Planeje-se financeiramente

Entre os mais procurados pacotes de viagens das agências de turismo, os parques de Orlando estão sempre presentes. Uma dica é procurar uma agência de viagens para ajudar no planejamento e facilitar algumas burocracias.

Para visitar todos os parques da Disney, um adulto gasta, em média, 400 dólares. O valor das entradas para crianças, geralmente, é mais barato. É importante ressaltar que os ingressos sofrem variações de preços de acordo com o pacote e os parques escolhidos. Dá para comprar as entradas nas bilheterias, no site da Disney ou por meio das agências de turismo.

Devido aos diversos parques temáticos, Orlando é uma cidade com alto potencial turístico e, consequentemente, com muitas opções variadas de hotéis. As diárias mais em conta ficam próximas dos 100 dólares.

Reservar algum dinheiro para comprar presentes e souvenires, que existem aos milhões, é uma boa sugestão. Afinal, um dos maiores atrativos da cidade são os outlets, onde grandes marcas vendem seus produtos a preços atrativos.

Além dos gastos principais com transporte aéreo, alimentação, entradas nos parques e hospedagem, é preciso considerar gastos com gorjetas (costume comuns entre os prestadores de serviços nos EUA), pedágios e transporte dentro da cidade.

3. Pesquise sobre as melhores atrações

Inaugurado em 1971, o Walt Disney World é um dos principais destinos turísticos do mundo. O complexo conta com quatro parques temáticas e dois aquáticos, diversos hotéis e restaurantes. Tudo isso estende-se por mais de 100 km², área equivalente a uma cidade como São Francisco, e soma uma equipe de mais de 62 mil funcionários em atividade.

Com uma estrutura dessas, fica até difícil escolher o que fazer e aonde ir. A melhor opção é reservar de cinco a sete dias para aproveitar todos os locais sem muita pressa. Os quatro principais parques em Orlando são:

  • Disney’s Magic Kingdom
  • Disney’s Epcot Center
  • Disney’s Hollywood Studios
  • Disney’s Animal Kingdom

Disney’s Magic Kingdom

O Parque Disney’s Magic Kingdom é o principal e mais famoso do mundo. Por lá, é possível encontrar os personagens mais adorados dos desenhos animados, como o Mickey, o Pateta e o Pluto, e as princesas, como a Cinderela e a Pequena Sereia.

Todos os parques oferecem atrações para crianças e adultos. Então, toda a família pode participar desse passeio! A principal sugestão é chegar cedo para aproveitar melhor as atrações e evitar as longas filas que se formam nos principais brinquedos.

Como é tradição nos EUA, a montanha-russa não poderia deixar de ser um dos atrativos mais procurados. A Disney’s Magic Kingdom Space Mountain foi inaugurada em 1975 e tem como proposta fazer uma viagem pelo espaço. A atração é emocionante, com muitos efeitos que dão a sensação de estar em um foguete espacial.

Assim como em outras diversões, é preciso respeitar a faixa etária e a altura mínima para que tudo ocorra em segurança. No caso da Space Mountain, é preciso ter no mínimo 1,13 m de altura e pelo menos 3 anos de idade.

Uma boa sugestão para as crianças é o imperdível Buzz Lightyear’s Space Ranger Sping. O brinquedo é uma nave em que você luta no espaço e atira junto com os personagens dos filmes da Disney, como Toy Story.

Não fique assustado com a fila, pois são muitos carrinhos e a rotatividade é alta. Quando sair dessa atração, que não impõe limites mínimos de idade e altura, você poderá comprar diversos produtos da turma do Toy Story.

A atração Pirates of the Caribbean, livre para todas as idades, também está entre as principais. A sua produção é incrível e transporta o visitante para o mundo de Jack Sparrow. Nesse brinquedo, você navega pelas cenas paradisíacas e acompanha as batalhas de piratas. A melhor sugestão é sentar nos primeiros bancos do barco, onde não haverá muitas pessoas na sua frente para atrapalhar a visão.

Além dos brinquedos, a Disney Festival of Fantasy Parade é um show tradicional que acontece à tarde, com dezenas de personagens de filmes e desenhos, como a Anna e a Elsa de Frozen, a Cinderela e muitos outros. Prepare a sua câmera, esteja descansado e chegue cedo ao Magic Kingdom, o maior e mais disputado parque do complexo!

Disney’s Epcot

Inaugurado em 1982, o Epcot foi o segundo parque construído pela Disney. Sua área é duas vezes maior que a do Magic Kingdom, apesar de ter menos brinquedos. A ideia desse parque é criar uma comunidade futurista, cercada de tecnologias.

O parque é dividido em duas partes: o Future World, onde há a maior concentração de atrações, e o World Showcase, que reúne os pavilhões dos países. Para não perder tempo nas filas, é recomendável ir no Future World pela manhã e deixar o segundo para a tarde.

O brinquedo mais disputado de todos os parques da Disney está no Epcot: o Soarin, que simula um voo de asa delta pelos céus da Califórnia. A simulação é tão bem feita que a sensação é muito próxima da realidade. A atração é livre para qualquer idade e exige altura mínima de 1,02 metro.

A atração The Seas With Nemo and Friends simula um passeio pelos cenários do filme Procurando Nemo — e o melhor de tudo, a visitação acontece mesmo embaixo d’água! É possível ver golfinhos e animais marinhos de verdade.

O Mission Space é a simulação de um voo espacial que imita a variação de gravidade. Foi desenvolvido em parceria com a Nasa e oferece treinamentos de astronautas. Por causa da alteração de gravidade, algumas pessoas podem passar mal nesse brinquedo, então, foram criadas duas versões. A segunda é mais light, sem a variação gravitacional.

Já o World Showcase é uma área destinada a 11 países. Em cada stand, você poderá viver um pouco da cultura e da histórica local: ir em restaurantes típicos, lojas e conhecer a arquitetura do México, Noruega, Alemanha, China, Itália, EUA, Japão, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá. É uma excelente oportunidade de aprender e ensinar a criançada sobre história, geografia e as diferenças culturais de cada país.

Hollywood Studios

O quarto parque da Disney é o Hollywood Studios, dedicado ao mundo do entretenimento. Ele está entre os mais visitados do país, atraindo 10 milhões de pessoas por ano. Suas atrações são repletas de shows, teatros e brinquedos. É um parque capaz de agradar a todas as idades, pois traz uma super montanha-russa do Aerosmith e shows infantis.

O Star Tours foi criado pela Disney com o auxílio do próprio criador da saga Star Wars, George Lucas. Trata-se de um simulador de voo em que você poderá vivenciar e divertir-se bastante com várias cenas que exibem batalhas intergalácticas.

 Animal Kingdom

A última atração obrigatória é o Animal Kingdom, um parque temático com uma proposta voltada para a natureza. Por lá, você terá contato com áreas verdes, lagos, animais de várias partes do mundo e até mesmo um safári!

O Kilimanjaro Safaris Expedition é bastante famoso. Trata-se de um safári parecido com os que acontecem na África, com animais exóticos como zebras, rinocerontes e javalis para serem vistos pelo caminho. Visite essa atração logo pela manhã, pois as filas ficam maiores ao decorrer do dia.

Já a montanha russa Expedition Everest retrata um pouco da Ásia e do Monte Everest, como o próprio nome já diz. É um dos brinquedos mais radicais de todo o parque, com muita velocidade e queda livre!

Se você quer assistir a um show no Animal Kingdom, a sugestão é conhecer o Flights of Wonder. São mais de 20 espécies de pássaros, incluindo aves raras. O show dura cerca de 30 minutos e é uma ótima forma de se divertir enquanto descansa.

4. Organize-se para aproveitar melhor a viagem

Orlando é uma cidade quente quase o ano todo, com um clima muito parecido com o do Nordeste brasileiro. Enquanto isso, o inverno não é tão rigoroso. Então, a primeira sugestão é optar por roupas leves e confortáveis.

Não se esqueça que as visitações duram um dia inteiro. Então, preocupe-se com o seu bem-estar! Opte por um calçado confortável e macio e tenha sempre uma garrafa de água à mão.

Para evitar longas filas, mesmo durante os meses mais tranquilos, uma boa opção é usar o Fastpass+, que é gratuito. Trata-se de um agendamento para evitar filas nas atrações que mais agradam você.

Cada pessoa pode marcar até três Fastpass+, de acordo com o horário e o dia disponível. Depois de utilizar os três benefícios, é possível agendar outros. Agende seus horários por meio do aplicativo ou do site da Disney World ou, ainda, nos quiosques no próprio parque.

Outra sugestão para se dar bem nessa viagem é alugar um carro — no próprio aeroporto, há  várias locadoras de veículos. Isso por que, em Orlando, as atrações são distantes e o transporte público, apesar de barato, é demorado e não muito eficiente.

Se você não dirige ou não quer alugar um carro, se hospedar dentro do próprio Parque da Disney vai lhe economizar algum tempo. Nesse caso, aproveite também o transporte interno oferecido pelo Parque a todos os visitantes.

5. Providencie passaporte e visto

Para aproveitar ao máximo sua estadia em Orlando e conhecer os principais parques temáticos do mundo, é preciso estar em dia com a burocracia. O primeiro passo é retirar o passaporte na Polícia Federal do Brasil. Para isso, basta acessar o site da instituição e fazer seu agendamento.

Para o visto de entrada, é preciso pagar uma taxa e reunir todos os documentos listados no site da Embaixada dos EUA. Ali, você também consegue agendar a entrevista em um dos quatro consulados americanos no Brasil. É importante lembrar que todo o procedimento pode levar em torno de 50 a 60 dias.

Viu só? Uma viagem para Disney será uma experiência mágica, impossível de conhecer em qualquer outro lugar no mundo e cheia de encantamento e diversão para toda a família. Portanto, leve nossas dicas em consideração na hora de planejar o passeio e garanta dias inesquecíveis!

Agora que você já sabe como aproveitar sua viagem, fique de olho nas nossas redes sociais para conhecer mais dicas! Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no YouTube e no Twitter.