12 dos melhores lugares no Brasil para mergulhar é conhecer um novo lugar, diferente daquilo que já estamos habituados, é uma das coisas que mais instigam os aventureiros.

12 dos melhores lugares no Brasil para mergulhar

Mas se engana quem pensa que, para isso, é necessário ir muito longe ou viajar para outros países.

No Brasil, há muitos lugares para mergulhar inesquecíveis!

Com mais de 7.000 km de litoral, nosso país tem diversas opções para o mergulho, uma atividade que provoca sensações únicas.

E isso não é restrito apenas às praias, já que alguns dos destinos brasileiros mais procurados têm como especialidade o mergulho em rios, grutas e lagos.

Além da riqueza hidrográfica, o Brasil possui uma fauna e flora muito diversificada. Ao mergulhar, é comum avistar baleias, grandes barreiras de corais, peixes coloridos e outras espécies marinhas.

Quer entrar nessa?

Trouxemos 12 sugestões de lugares para mergulhar que você não pode deixar de fora das suas férias.

Continue a leitura e prepare-se!

1. Fernando de Noronha — PE

Fernando de Noronha é considerado por especialistas um dos melhores lugares para mergulhar no Brasil.

O arquipélago pernambucano possui águas mornas e visibilidade de até 50 metros na horizontal, o que facilita a observação da vida marinha.

A variedade de pontos de mergulho impressiona — são mais de 30 lugares com diferentes profundidades, agradando desde os mergulhadores iniciantes até os profissionais.

Locais como Laje Dois Irmãos, Cabeça das Cordas e Pedra da Sapata estão entre os preferidos dos visitantes.

Se você está à procura de aventura, vai se surpreender também com os animais presentes nas águas de Noronha.

Como o arquipélago está no meio do oceano, diferente das praias costeiras, ele recebe um número ainda maior de animais migratórios, como golfinhos, tubarões e baleias.

Cardumes podem ser vistos facilmente, além das tartarugas marinhas, moreias, polvos e raias manta.

2. Bonito — MS

Não tem como falar de mergulho fluvial e não se lembrar de Bonito.

O destino atrai milhares de visitantes interessados em aproveitar as águas cristalinas e a biodiversidade dos rios locais.

Um dos pontos mais procurados da cidade é o Rio da Prata.

Com profundidade de até 7 metros, é possível observar ali cardumes de dourados, curimbatás e matogrossinhos, além da mata ciliar característica da região.

É um local muito tranquilo e seguro para quem deseja mergulhar com crianças.

Outro ponto famoso é o Abismo Anhumas.

Ideal para a prática de mergulho de cilindro, a caverna possui um lago com águas transparentes e salões submersos.

No fundo dele, pesquisadores descobriram ossadas de uma preguiça-gigante e de um tigre-dentes-de-sabre, animais pré-históricos que viveram ali no período quaternário.

Você também nadará em meio a diversos cones de calcários formados há milhares de anos.

3. Ilha Grande — RJ

As águas claras e em tons de verde-esmeralda do mar de Ilha Grande atraem mergulhadores de vários países.

Em qualquer parte da ilha, é possível nadar com peixes coloridos, mas a marca registrada da região são as estrelas-do-mar.

A abundância delas forma uma verdadeira constelação marítima, um presente para os que gostam de fotografar criaturas marinhas.

São mais de 800 espécies da fauna e flora identificadas nas profundezas da Baía de Ilha Grande.

Laje Alagada é um dos pontos onde você vai se encantar com a diversidade.

No local, grandes formações rochosas abrem fendas para salões de areia branca repletos de estrelas-do-mar.

Laje Branca, localizada em frente à enseada de Araçatiba, é outro ponto que agrada aos praticantes de mergulho, pois conta com boa variedade de espécies e formações rochosas.

Deseja mergulhar em embarcações submersas?

O Naufrágio do Navio Pingüino, localizado na Enseada do Sítio Forte, é um dos pontos mais requisitados da ilha.

Lá, você encontrará badejos, cavalos-marinhos e raias nadando ao redor da estrutura.

4. Chapada Diamantina — BA

A Chapada Diamantina é mundialmente conhecida por sua concentração de cavernas, nas quais as belezas naturais e importância científica atraem centenas de mergulhadores.

Durante sua visita, não deixe de conhecer as grutas com águas que impressionam pelos tons de verde e azul.

Dos municípios que abrangem a região, destaca-se Iraquara, com 97 grutas registradas, sete delas com mais de mil metros de extensão.

Por isso,  essa é a terceira cidade com a maior concentração de cavernas do país.

Incrível, não é?

É na cidade de Nova Redenção que fica uma das mais belas grutas do Brasil, o Poço Azul.

Ali, é possível ver com clareza o que está no fundo, como pedras, troncos de árvores e resquícios da vegetação nativa.

As águas são tão claras que, em muitos momentos, não é possível identificar onde começa o lago e onde terminam as rochas.

Apesar de ser o mais famoso, o Poço Azul é apenas um dos pontos de mergulho da Chapada.

Em locais como a Gruta da Pratinha, Poço Encantado e Gruta Azul, o viajante também pode mergulhar em meio a peixes e formações rochosas milenares.

5. Ilhabela — SP

Ilhabela se destaca pela quantidade de navios naufragados, principalmente na costa sul da ilha.

São cargueiros, rebocadores e veleiros antigos que se transformaram em habitat para diversas espécies marinhas.

A riqueza da flora e da fauna encontra seu auge nas áreas preservadas da ilha.

No Santuário Ecológico da Ilha das Cabras, por exemplo, a caça ou coleta de qualquer espécie está proibida por lei.

Ao praticar mergulho no local, você vai avistar garoupas, peixes-borboletas e robalos, dentre outros peixes.

O fundo do mar da região possui enormes rochas formadas por corais, estrelas-do-mar, ascídias e peixes multicoloridos. Há também recifes artificiais, como uma estátua de Netuno, o Rei dos Mares, e a carcaça de um caminhão.

Um excelente ponto para fotos!

6. Guarapari — ES

Localizada a 58 km da capital Vitória, Guarapari abriga a mais rica diversidade de peixes do país.

São 220 espécies identificadas, que podem ser vistas tanto no mergulho com snorkel quanto no de cilindro.

Há também diversas opções de mergulho em ilhas, naufrágios e recifes.

As águas quase límpidas da região proporcionam boa visibilidade, garantindo a observação de diferentes peixes tropicais, raias e tartarugas.

Nas Ilhas Rasas, por exemplo, os turistas podem filmar e fotografar parus, moreias e peróas, além do curioso peixe-morcego, cujas cores se confundem com as dos corais.

Outra parada obrigatória para mergulho é o cargueiro Bellucia, que naufragou próximo à ilha.

O navio estava carregado de café e afundou depois de bater em um recife.

Submerso há mais de 100 anos, toda a sua estrutura foi tomada por corais e algas marinhas, tornando-o abrigo de diversas espécies de peixe e um excelente ponto de mergulho no Brasil.

7. Bombinhas — SC

Com pouco mais de 15 mil habitantes, o município de Bombinhas está localizado no litoral norte catarinense.

Com cerca de 40 praias e 75% do seu território em área de preservação ambiental, a cidade é considerada um paraíso ecológico pelos adeptos do mergulho.

Em meio a tanta diversidade, não é difícil encontrar praias para mergulhar.

A Reserva Biológica do Arvoredo centraliza boa parte delas, como as ilhas de Galés, Calhau de São Pedro, Deserta e do Arvoredo.

Além de abrigar um centro de estudos científicos da flora e fauna marinha, ela é o local do encontro de duas correntes: uma de água fria, vinda das Ilhas Maldivas, e outra de água quente, de origem brasileira.

Isso proporciona condições perfeitas para a biodiversidade.

Pinguins, baleias brancas e lobos-marinhos são vistos com frequência pelos mergulhadores!

8. Arraial do Cabo — RJ

Arraial do Cabo, localizado no litoral do estado do Rio de Janeiro, é conhecido por ser o Caribe brasileiro e, também, o melhor ponto de mergulho da Região dos Lagos.

As areias branquinhas, os tons de azul da água e a boa visibilidade atraem turistas dos mais diferentes lugares.

A temperatura da água chega a 15º C, mas nada que uma boa roupa de mergulho não resolva.

Essa condição proporciona uma vida marinha abundante e bastante atípica em relação aos outros pontos de mergulho no Brasil.

São cavalos-marinhos, raias, tartarugas, baleias e golfinhos que podem ser vistos com frequência pelos mergulhadores.

Até mesmo pinguins e orcas costumam visitar a região, para o deleite de crianças e adultos!

Você não tem tanta experiência em mergulho?

Não tem problema!

Arraial também é considerada um dos melhores lugares para quem deseja iniciar a atividade.

Além disso, praias como a do Forno, Praia Grande e Pontal do Atalaia são ótimas para o mergulho com snorkel, para observar os peixinhos coloridos sem precisar navegar para o alto-mar.

9. Maragogi — AL

Localizada a 130 km da capital Maceió, Maragogi tem como cartão postal suas piscinas naturais.

A cidade também abriga a Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais (APA), que protege um dos mais ricos ecossistemas do Brasil.

O banco de corais e as águas transparentes e mornas atraem os turistas que desejam mergulhar em locais mais tranquilos.

Os nativos chamam de galés as três áreas de piscinas naturais próximos à orla da cidade, e as galés principais são as maiores piscinas naturais de Alagoas.

Em suas águas mornas, você verá crustáceos, peixes e corais de diferentes espécies.

Caso você seja um mergulhador mais experiente, o ponto de Cabeços, que é uma formação rochosa, merece ser conferido.

Não perca também os dois naufrágios que habitam a costa recifense!

Eles vão proporcionar uma experiência mais radical em águas profundas.

10. Laje dos Santos — SP

Para quem quer viajar para mergulhar, o estado de São Paulo não pode ficar de fora do roteiro.

É em Laje dos Santos, uma ilha que pertence ao município de Santos, que se encontra um dos principais pontos de mergulho do Brasil.

A formação rochosa guarda uma fauna exuberante, em que é possível observar cações, tartarugas e garoupas, além de arraias-jamantas que chegam a até 5 metros de comprimento.

Além disso, também é provável que você aviste algumas baleias e golfinhos no caminho para chegar até a ilha.

A área ao redor da Laje dos Santos foi transformada em Parque Estadual Marinho em 1993.

Desde então, a pesca e a caça submarina estão proibidas na região, o que explica a variedade de espécies encontradas no local.

11. Nobres — MT

Se você já viu fotos de rios com águas cristalinas da região centro-oeste, provavelmente nem todas eram de Bonito.

Localizado próximo à capital Cuiabá, o município de Nobres também é um excelente destino para a prática de mergulho em águas fluviais.

O Aquário Encantado é um dos principais atrativos da cidade.

Com 6 metros de profundidade e no formato de uma piscina, ele possibilita a flutuação tranquila em meio a peixinhos coloridos.

Ali, também dá para observar a água que brota da nascente no fundo do lago.

A vegetação típica do cerrado e os macacos do local são uma atração à parte.

Mas se apenas fazer flutuação não basta para você, o mergulho na Lagoa Salobra pode ser uma excelente ideia.

O local é abrigo para dourados, pintados, piranhas e lambaris.

Troncos caídos, feixes de luz e paredões de pedra completam a bela paisagem subaquática. Imperdível!

12. Recife — PE

Apesar de ser uma grande metrópole, a capital pernambucana não fica para trás em relação aos pontos de mergulho.

As mais de 25 embarcações submersas próximas à costa de Recife fazem com que a cidade também seja considerada a capital do mergulho em naufrágio.

As embarcações naufragadas mais procuradas são as dos vapores Marte, 48 e Bahia e a do navio Pirapama.

Em todas elas, os mergulhadores conseguem avistar tartarugas, peixes-papagaios, arraias, barrigudinhos e, é claro, esponjas coloridas e vários corais.

Para os mais corajosos, as praias de Recife também estão repletas de tubarões-lixa, que podem ser observados pelos praticantes de mergulho com cilindro.

Viu só?

12 dos melhores lugares no Brasil para mergulhar

Deu para perceber que o que não faltam no Brasil são opções para os mais diferentes gostos.

São rios, cavernas, praias e lagoas com possibilidade de mergulho tanto para os iniciantes quanto para os mais experientes.

Então, está esperando o que para separar o pé de pato e aproveitar as férias?

Gostou de saber mais sobre esses incríveis lugares para mergulhar?

Compartilhe este post nas suas redes sociais e chame os seus amigos e familiares para conhecê-los também e dividirem essas aventuras com você!