Por ser um dos maiores países do mundo em termos territoriais, o Brasil é repleto de destinos diferentes, e por aqui tem turismo para todos os gostos! Para quem gosta de sol e praias, o Nordeste é a região preferida, sendo famosa por suas belas praias e pelo clima quente, o que favorece bons passeios em qualquer época do ano.

O Piauí é um dos estados nordestinos que, apesar de não ser o mais procurado pelos turistas, é lar de belezas naturais inigualáveis. O município de Parnaíba, por exemplo, é o segundo maior do estado e, além das maravilhas da natureza que abriga, tem bastante relevância histórica para a região.

Quer saber mais sobre a cidade antes de comprar a sua passagem para Parnaíba? Então, continue lendo este artigo e se prepare antes de incluí-la na lista dos seus mais novos destinos!

Fatos históricos de Parnaíba

A região do Delta do Parnaíba, inicialmente, era ocupada por índios da tribo Tremembé, conhecidos por terem habilidades aquáticas diferenciadas. Após o descobrimento do Brasil, entre os anos de 1571 e 1614, várias excursões partiram rumo à região, graças à notícia espalhada acerca da grandiosidade do rio que ali desaguava.

A Carta Régia de 1701, que estipulou a distância mínima de 10 léguas do litoral para a criação de gado, fez com que a economia da região fosse se afastando do litoral. Além disso, as normas da Carta também forçaram os comerciantes a utilizarem o Rio Parnaíba como via de transporte, já que o trajeto por terra era extremamente desgastante.

Diante das novas necessidades, foi criado um entreposto para a guarda dos animais e a conservação da carne. Esse local foi chamado de Porto Salgado e, aos poucos, ao seu redor começou a se desenvolver uma indústria de abatimento que, mais tarde, daria origem à cidade de Parnaíba.

Aos poucos, a vila passou a se destacar e desenvolver e, rapidamente, tornou-se mais importante do que a própria capital piauiense. Nesse contexto, o rico e prestigiado fazendeiro da região, Simplício Dias da Silva, proclamou, no dia 19 de outubro de 1822, a aderência da colônia à Independência do Brasil.

Por ter sido a primeira vila da região a se proclamar independente da Coroa Portuguesa, Parnaíba foi contemplada, pelo Imperador Dom Pedro I, com o título de “A Metrópole das Províncias do Norte”. Da mesma forma, o “proclamador” Simplício Dias foi convidado a ser o primeiro presidente da Província do Piauí.

Chegada à Parnaíba

A cidade possui extensa e efetiva malha rodoviária, repleta de estradas federais e estaduais. Dentre elas, podemos destacar as duas rodovias federais que ligam o município a cidades importantes do Nordeste: a BR-402 e a BR-343.

A primeira delas é responsável por ligar Parnaíba à Fortaleza, capital do Ceará. Essa estrada está em excelentes condições, e, caso você pretenda rodar de carro pela região, estará bem servido com essa rodovia.

Por sua vez, a BR-343 é responsável por fazer a conexão entre Parnaíba e a capital do estado, Teresina. Entretanto, por se tratar de uma cidade litorânea, localizada em um dos extremos do Brasil, a melhor e mais rápida e segura forma de desembarcar em Parnaíba é por avião.

O Aeroporto Internacional de Parnaíba, chamado de Prefeito Dr. João Silva Filho, é localizado em uma região privilegiada, próximo a vários destinos famosos do Nordeste, como o Delta do Rio Parnaíba, no Piauí, Jericoacoara, no Ceará, e os Lençóis Maranhenses, no Maranhão.

O terminal de operações é inspirado na arquitetura modernista do aeroporto carioca Santos Dumont, e a pista de pouso é uma das melhores de todo o Nordeste, com mais de 2,5 km de extensão.

Pelo fato de ser uma localização estratégica e “porta de entrada” para os turistas que pretendem visitar a região, a tendência é que a Infraero realize ainda mais investimentos em melhorias para o local.

Então, se você não vê a hora de chegar em Parnaíba, para desfrutar as maravilhas que a cidade oferece, não perca tempo viajando horas dentro um ônibus ou carro. Reserve a sua passagem aérea e chegue muito mais rápido ao seu destino.

Clima local

O município de Parnaíba está localizado em uma região tropical quente e úmida. Municípios que estão incluídos nessas condições, de modo geral, têm clima bastante quente e opressivo.

No caso de Parnaíba, os termômetros costumam oscilar entre 25 ºC e 33 ºC, e as temperaturas são raramente inferiores ou superiores a esses índices. Os meses de maior precipitação ficam entre janeiro e maio, enquanto o período de estiagem vai de junho a dezembro.

Durante o ano, a média gira em torno de 27 °C, e a melhor época para comprar a sua passagem para o destino é entre o final de junho e o meio de setembro. Durante essa janela de tempo, a temperatura do município não atinge níveis muito elevados e os dias são ensolarados, com pouca precipitação — o clima perfeito para aproveitar as belezas naturais da região.

Principais atrações turísticas e culturais

Se você não quer perder nenhum dos destaques do turismo parnaibano, prepare-se. A seguir, você vai descobrir quais são as atrações mais famosas da cidade. Confira!

Delta do Rio Parnaíba

Situada na divisa entre Piauí e Maranhão, essa é uma das principais atrações turísticas da cidade, graças à sua beleza incalculável. O deságue do rio acontece em mar aberto e é dividido em 5 “braços”, que abrangem mais de 10 municípios dos dois estados.

Essa ramificação, com formato em delta, é uma das maiores do mundo e é a responsável por criar mais de 70 ilhas fluviais ao longo da desembocadura do rio no Oceano Atlântico, além de uma paisagem exuberante, repleta de dunas e mangues.

A diversidade de espécies da fauna e flora também chamam muita atenção e são atrações à parte na visita ao Delta do Paraíba. Para realizar o passeio, você pode contratar os serviços de agências de turismo locais ou até mesmo de moradores da região, que costumam oferecer programações exclusivas para os turistas.

Praia do Coqueiro

Um dos destinos litorâneos mais badalados de todo o Piauí, a Praia dos Coqueiros é, de longe, a que oferece melhor estrutura aos turistas e visitantes. A antiga vila de pescadores, rodeada por coqueiros, deu lugar a casas de veraneio, pousadas e diversas opções de barraquinhas.

Além disso, a praia de águas mornas e calmas, ondas fracas e areia clara tem um grande diferencial: quando a maré baixa, a barreira de corais existente ao longo da sua orla fica visível e forma piscinas naturais de águas cristalinas, ótimas para as crianças se refrescarem.

A Praia dos Coqueiros fica localizada na região metropolitana de Parnaíba, na cidade de Luís Correia.

Centro Histórico

Essa região de Parnaíba é composta por vários armazéns antigos, erguidos pelos escravos, que serviam como depósito para os produtos do comércio da época, como as carnes de charque e outras iguarias.

Atualmente, nesses armazéns funcionam pequenas lojas de artesanato local, lanchonetes, agências de ecoturismo e pousadas. Além disso, ali está presente uma das grandes atrações turísticas da cidade: o Porto das Barcas.

O cais é o “marco zero” de Parnaíba. Foi ali que a cidade surgiu para se tornar o que é hoje. Ele está localizado à beira do Rio Igaraçu, um dos afluentes do Rio Parnaíba, e é um dos pontos que mais atraem turistas no município.

Lagoa do Portinho

Cercada por belas dunas de areias brancas, a Lagoa do Portinho é, sem sombra de dúvidas, uma das mais bonitas e conhecidas atrações turísticas do Piauí. Durante todo o ano, a Lagoa é visitada por milhares de famílias locais e turistas de todas as partes do Brasil.

Nas proximidades da Lagoa, é possível encontrar hospedagens, serviços de alimentação, descanso e lazer, além de guias para realização de passeios nas dunas rodeadas pela vegetação de coqueiros e carnaúbas.

Praia Pedra do Sal

Oficialmente, essa é a única praia presente na cidade de Parnaíba. Ela está localizada a pouco mais de 15 km do centro da cidade e seu acesso se dá pela ponte Simplício Dias.

Com certeza, é uma das melhores alternativas para o turismo na cidade, principalmente pelo seu aspecto rústico e natural. Ao longo da praia, você vai encontrar um farol, situado sobre um belo conjunto de rochas que divide o mar agitado do leste das calmas águas do oeste.

Do lado manso da praia, você vai encontrar uma faixa branca de areia fina e também uma estrutura de lazer e bares — condições ideais para o descanso com a família. O sentido oposto, por sua vez, é ideal para a prática de kitesurf e esportes de aventura.

Beira Rio

Conhecida pelos moradores locais como Beira Rio, a Avenida Nações Unidas é a via que passa pelo Rio Igaraçu, no bairro Carmo, um dos mais antigos da cidade. O lugar comporta dezenas de bares, restaurantes com culinária regional e pizzarias.

Se você é um apreciador de peixes e frutos do mar, com certeza vai encontrar bons pratos por lá. Além disso, na Beira Rio, fica localizado o Calçadão Cultural, que recebe, todas as sextas, atrações musicais com artistas da região e convidados.

Museu do Trem e Maria Fumaça

A estrada de ferro presente em Parnaíba foi inaugurada em 1920 e, durante muito tempo, interligou o litoral à região centro-norte do estado. Atualmente, a estação central da cidade é casa do Museu do Trem, que exibe um grande acervo de fotos, objetos, ferramentas de trabalho e diversos marcos do progresso comercial de Parnaíba.

A locomotiva Maria Fumaça de prefixo 29, que foi fabricada nos Estados Unidos, passou por um longo processo de restauração recentemente e, hoje, encontra-se nas proximidades do Museu, sendo mais um dos seus grandes atrativos turísticos.

Então, se você se interessa pela história e quer conhecer mais sobre o passado da cidade, não deixe de incluir o Museu do Trem no seu roteiro de viagem.

Casarão Simplício Dias

Um dos prédios centenários da cidade, erguido no século 17 e que serviu de residência para Simplício Dias da Silva, o primeiro administrador da cidade, o casarão da Rua Monsenhor Joaquim Lopes com a Avenida Presidente Vargas é outro belo ponto turístico de Parnaíba.

Na época em que o município era uma vila, no Brasil Império, o casarão abrigou o centro administrativo e financeiro da localidade. A construção foi recentemente restaurada pela prefeitura do município e hoje abriga a Superintendência Municipal de Cultura, além do escritório do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Culinária parnaibana

Se você está pensando em comprar a sua passagem para Parnaíba, é bem provável que queira saber mais sobre a comida piauiense, não é mesmo? Afinal, a cozinha brasileira é uma grande mistura de várias culturas, e viajar para um lugar sem saber dos costumes locais não é lá uma decisão muito inteligente.

No caso de Parnaíba e de todo o Piauí, a gastronomia funciona de maneira diferente do que na maioria dos estados do Nordeste. A culinária piauiense apresenta um cardápio extremamente diversificado. Ela utiliza bastantes temperos frescos, como a cebolinha e a pimenta de cheiro, além de fazer uso constante das farinhas de mandioca, branca e d’água.

Apesar de as refeições à base de carne de boi, remetendo às origens do estado, serem muito presentes nos cardápios, a culinária de Parnaíba também oferece uma grande variedade de pratos que utilizam peixes e frutos do mar na sua preparação.

Portanto, se só de ler a respeito dessas iguarias você já sentiu vontade de provar as comidas típicas do destino, tenha certeza de que vai amar o passeio!

Como você viu neste post, Parnaíba é uma cidade nordestina rica em belezas naturais. Portanto, se você quer curtir bons momentos ao lado da sua família e de quebra aproveitar um dos mais lindos cenários do país, não perca tempo. Reserve com a Azul a sua passagem para Parnaíba e aproveite tudo de melhor que o Piauí tem a oferecer para você!