O Maranhão é um dos maiores estados do Nordeste brasileiro, e a capital São Luís reúne uma rica cultura e paisagens surpreendentes. A gastronomia é um dos pontos altos, mas as belezas naturais e o povo simpático e acolhedor são ainda mais cativantes.

Já está imaginando? Então prepare-se, pois, ao longo deste texto, você vai conhecer as principais informações sobre esse destino. A sua vontade de visitá-lo vai aumentar tanto, que você vai começar a pesquisar passagem para São Luís e planejar a sua viagem.

São Luís tem tantos atrativos turísticos, que fica difícil eleger apenas um. Por isso, reunimos várias opções para você montar o seu roteiro. E ao viajar para a capital, ainda há a possibilidade de conhecer destinos próximos.

Ou seja, aumente as suas expectativas, pois você está prestes a descobrir um mundo completamente novo, com praias, lagoas, rios, cachoeiras, mangue, dunas e fauna e flora abundantes. Um verdadeiro paraíso!

Principais características da cidade

A capital do Maranhão foi criada em 1612 e é a única cidade brasileira fundada pelos imigrantes franceses. Está localizada na ilha Upaon-Açu, nome dado pelos índios tupinambás cujo significado é “Ilha Grande”. Fica no Atlântico Sul, entre as baías de São José de Ribamar e São Marcos, e ocupa uma área de 834.785 quilômetros quadrados.

São Luís tem mais de 1 milhão de habitantes (IBGE, 2010) e está 24 metros acima do nível do mar. O gentílico da capital é são-luisense ou ludovicense.

O clima de lá é considerado bem quente, mas, como a cidade é banhada pelo oceano, os ventos são constantes, o que torna a sensação climática bastante agradável. A temperatura média anual varia entre 25º C e 32º C, sendo raramente menor do que 23º C ou maior do que 34º C.

Outra curiosidade é que São Luís é uma das três capitais brasileiras consideradas cidades-ilhas: as outras são Vitória, no Espírito Santo, e Florianópolis, em Santa Catarina. Os moradores costumam chamar a cidade, carinhosamente, de “Ilha do Amor”.

História de São Luís

A área que atualmente pertence ao Maranhão foi palco de grandes disputas no passado, principalmente durante o início do período colonial. O território pertencia aos índios potiguaras, mas, após o período conhecido como descobrimento do Brasil (1500), as invasões estrangeiras tornaram-se constantes.

Inicialmente, foram os espanhóis, depois vieram os portugueses. Por último, foi a vez dos franceses, que chegaram em 1912 e travaram muitas lutas até conseguirem originar a França Equinocial.

As batalhas pelo território continuaram até o ano de 1621, quando o Brasil dividiu-se em duas grandes unidades administrativas: o Estado do Maranhão e o Estado do Brasil. Ou seja, São Luís foi a capital da primeira unidade administrativa do país.

Após esse processo, em 1737, o território maranhense foi separado em Estado do Maranhão e Estado do Grão Pará, que tinha Belém como capital. No entanto, essa divisão só foi oficializada em 1774, com a consolidação do domínio português. Essa mudança é a configuração dos estados que conhecemos hoje.

Influências culturais

Com tanto interesse estrangeiro, a região tornou-se um espaço de grande mistura cultural. Arquitetonicamente, a influência portuguesa é mais evidente: São Luís tem diversos casarões coloniais e construções históricas com azulejos típicos de Portugal.

A gastronomia também tem herança portuguesa, mas leva algumas influências indígenas e africanas. Na música, uma das principais expressões artísticas é o reggae, que popularizou-se no estado na década de 70. O gênero de origens jamaicanas dominava os programas de rádios caribenhas ouvidos no Maranhão — o clima litorâneo semelhante também aproximou os nativos do reggae.

Em pouco tempo, a música reggae conquistou os maranhenses, que passaram a usar a batida contagiante em suas festas populares. O ritmo é apreciado tanto em grupo, quanto em danças em dupla, mais agarradinho, e ainda há quem curta o estilo musical dançando sozinho.

Como tem forte apelo, há diversos lugares em que ritmo musical principal é o reggae, com vários casarões que promovem festas para nativos e turistas curtirem a música enquanto apreciam bons drinks e vivem a essência da cultura maranhense.

São mais de 400 anos de história para você explorar na sua passagem por São Luís. Viajar para esse destino é mergulhar no passado do Brasil e ter a oportunidade de conhecer diferentes construções históricas, costumes, sabores e, claro, muitas belezas.

Clima local

O clima de São Luís é tropical úmido. A estação quente vai de agosto a dezembro, e a fresca dura de fevereiro a abril. As chuvas são constantes entre o final de novembro e metade de setembro. Já o período seco vai do final de setembro até metade de novembro. A umidade relativa do ar é de 65% e tem máxima de 80% durante o período chuvoso.

Os ventos de São Luís atraem muitos praticantes de esportes náuticos, como kitesurf e windsurf. Vindos do norte e do leste, os ventos podem atingir velocidades médias acima de 9,3 quilômetros por hora. Durante o primeiro semestre, os ventos ficam mais calmos e atingem cerca de 8 quilômetros por hora, já no segundo semestre eles se intensificam e podem ter mais de 11,5 quilômetros por hora.

A temperatura média da água é de 27º C, podendo chegar a 29º C nos períodos mais quentes, mas, em qualquer época do ano, as águas do mar e das lagoas têm temperaturas agradáveis, com clima morno e refrescante.

Como chegar

São Luís tem um aeroporto internacional que recebe voos das principais capitais do país. Localizado no norte do estado, ele também tem rotas para os outros dois aeroportos do Maranhão: o de Imperatriz (ao centro) e o de Carolina (ao sul).

De carro, o acesso é feito pela BR-135. Para quem utiliza o transporte rodoviário, as principais empresas que operam no destino são: São Geraldo/Gontijo, Itapemirim e Guanabara. Elas partem das principais capitais do país.

Melhor época do ano para garantir passagem para São Luís

Como o nordeste é mais bem aproveitado por turistas que buscam por atividades turísticas ao ar livre, o melhor período para conhecer São Luís é do final de junho ao final de setembro. Essa época tem dias pouco encobertos e sem chuva, com temperatura média de 27º C. A maior concentração de turistas se dá nas primeiras semanas de agosto.

Mas não é apenas o clima que tem influência na visita à cidade. Veja os principais atrativos que acontecem no decorrer do ano e programe a sua viagem:

  • janeiro a junho — período com possibilidade de chuvas;
  • final de maio a julho — período festivo do bumba-meu-boi e do são-joão;
  • agosto a novembro — período de clima quente, com as lagoas cheias e brisa agradável;
  • novembro a janeiro — período com clima quente e menor incidência de ventos.

Principais atrações turísticas da cidade

Agora que você já conhece história, cultura e clima de São Luís, é hora de explorar os atrativos turísticos. Há opções para todos os gostos: turismo histórico, urbano, de natureza e litorâneo. Veja quais são os lugares que não podem faltar no seu roteiro!

Centro Histórico de São Luís

Esse é um dos principais destaques da cidade, um verdadeiro museu a céu aberto. São Luís tem o maior conjunto arquitetônico de azulejos portugueses da América Latina. As cores, formas e texturas do Centro Histórico criam cenários supercharmosos para fotos.

Além disso, a capital tem diversas casas coloniais, museus e prédios públicos que ficam abertos à visitação, como o Palácio dos Leões. Uma verdadeira viagem no tempo!

Manifestações artísticas

A cultura efervescente de São Luís atrai muitos turistas durante o ano todo. A cidade é festiva e tem diversas tradições culturais, de origem local, nacional e internacional. Em todas elas, há diversas apresentações artísticas e culturais regadas a música e comidas típicas. Conheça as mais famosas.

Carnaval

Assim como as grandes cidades brasileiras, São Luís também comemora durante quatros dias a festa mais popular do país. A capital transforma-se em várias cores, ritmos e sabores e muita diversão.

Na programação há uma mistura de escolas de samba, com blocos carnavalescos tradicionais, e, claro, manifestações da cultura local.

Bumba-meu-boi

Uma das manifestações culturais mais importantes é o bumba-meu-boi, que acontece no final do mês de maio, mas pode estender-se até o final de julho. Essa tradição começou no século 18 e trata-se de uma festa democrática que já sofreu perseguição política e policial, sendo proibida de 1861 a 1868.

O enredo envolve diferentes aspectos da região vividos durante o período colonial: regime de escravidão, monocultura e criação de gado. O festejo se divide em quatro etapas e tem diferentes sotaques: matraca, zabumba, orquestra, baixada e costa de mão.

São-joão

Sem dúvidas, esse é o festejo mais popular do nordeste e já conquistou todo o país. Antes mesmo do dia de São João, comemorado em 24 de junho, a cidade já entra no clima da festa. No início do mês, as ruas começam a ficar enfeitadas com as tradicionais bandeirinhas de São João.

Os sabores também estão em alta nesse período: há diversas barraquinhas com venda de pratos e doces típicos, tudo ao som de muita música, com quadrilhas juninas e o querido forró pé de serra. Se você não domina a dança, basta aprender o principal passo — dois para lá e dois para cá — e sentir o ritmo que, em pouco tempo, vai estar familiarizado, arriscando passos mais elaborados.

Mas não é só de forró que vive o são-joão. Essa época também é marcada pelas manifestações artísticas e culturais locais. Veja algumas delas:

  • bumba-meu-boi;
  • tambor de crioula;
  • danças portuguesas;
  • dança do lelê;
  • dança do cacuriá;
  • dança do coco;
  • dança do caroço;
  • tambor de mina.

Visitar São Luís no são-joão é participar de um enorme arraial, com diversas programações artísticas e culturais aos finais de semana. Aproveite para apreciar comidas típicas como bolo de fubá, paçoca, mingau de milho e arroz de cuxá.

Praias de São Luís

Como a maioria dos destinos nordestinos, São Luís tem muita procura pelo seu litoral. A cidade tem orla urbanizada, com vários bares e quiosques preparados para receber os turistas tanto de dia quanto à noite. Já as praias são conhecidas pela larga faixa de areia, presença de dunas e mangues, além da vegetação exuberante. Confira quais são as principais praias da ilha.

  • Praia da Ponta D’Areia;
  • Praia do Olho D’Água;
  • Praia da Guia;
  • Praia do Calhau;
  • Praia de São Marcos;
  • Praia do Meio;
  • Praia do Caolho.

Principais atrações próximas de São Luís

Além de conhecer a capital, vale a pena ampliar o roteiro para incluir outros atrativos do estado. Se você tiver pelo menos uma semana para conhecer o destino, tente visitar alguma das opções a seguir:

  • Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses;
  • Parque Nacional da Chapada das Mesas;
  • Alcântara.

Gastronomia

A culinária maranhense tem influências indígenas, africanas e europeias. Os frutos do mar estão presentes nos principais pratos, como o caranguejo e o camarão — o de Atins faz muito sucesso. Outras opções imperdíveis são cuxá, arroz de cuxá, peixe frito, peixada à base da nobre pescada, anchova na brasa, caldeirada e a torta de camarão, que também pode ser de sururu ou de caranguejo.

Os doces de coco são uma herança portuguesa e um dos principais motivos das visitas à cidade de Alcântara. Lá, você também vai encontrar doces cristalizados, com massa ou calda de jaca, abacaxi, buriti, caju e bacuri. E para refrescar-se, nada melhor do que muita água de coco e sucos de frutas tropicais.

Roteiro turístico

Com tantas atrações, o difícil não será montar o roteiro, mas decidir o que deixar de fora. Para quem gosta de turismo de natureza e aventura, há várias praias tropicais, um delta em mar aberto, floresta amazônica, mangues, diversidade de cerrado e o único deserto do mundo com milhares de lagoas com águas cristalinas: os famosos Lençóis Maranhenses.

Já para quem curte um roteiro mais urbano, há vários museus e o próprio centro histórico. O destino também é válido para quem busca romantismo, afinal, a cidade também é chamada de Ilha do Amor. Experimente uma viagem em casal para conhecer o Espigão, a Praça Pedro II e a Praia Gonçalves Dias.

As pessoas adeptas à vida saudável podem caminhar pela Praia Grande, pedalar pela cidade ou até aventurar-se em esportes náuticos ou voos de ultraleve. E para todos os públicos, recomenda-se jantar de frente para o mar, saboreando a culinária local.

Se você chegou até aqui, já deve estar pensando em comprar passagem para São Luís. E não é para menos, pois esse destino agrada todos os perfis de viajantes e é válido para qualquer época do ano. Mergulhe na cultura rica maranhense e aproveite a agitada vida noturna da capital com o melhor de tudo: o sorriso constante e a boa receptividade dos maranhenses.

Quer garantir a sua visita à capital do Maranhão? Então, reserve já a sua passagem aérea para a cidade!