Para os amantes de viagem que estão sempre em busca de novos destinos, desbravar cidades e estados pouco visitados do país é uma experiência incrível, não é mesmo? Afinal de contas, é nesses lugares que os viajantes podem ser realmente surpreendidos com as maravilhas do nosso Brasil.

E para a alegria de quem procura uma direção diferente, existem diversas cidades que ainda não são muito exploradas, mas oferecem atrações imperdíveis. É o caso de Araguaína.

Esse município é o segundo maior do estado do Tocantins e se destaca nos aspectos comercial, educativo, de saúde e de serviços. Além disso, a cidade é conhecida pelas belezas naturais, principalmente suas águas, sendo totalmente indicada para a prática do ecoturismo.

Quer conhecer mais sobre esse importante destino do Tocantins antes de comprar a sua passagem para Araguaína? Então acompanhe a nossa lista com 5 fatos sobre a cidade e saiba tudo o que ela tem a oferecer!

1. A história do município

A região onde hoje fica Araguaína sempre teve boa localização. Estrategicamente situada entre os rios Andorinhas e Lontra, que são afluentes do Rio Araguaia, essa área foi ocupada inicialmente pela tribo Carajás, que, inclusive, permanece às margens do Araguaia, protegida por reservas indígenas.

O desbravamento de Araguaína começou em 1876 e tem como marco a chegada de João Batista da Silva e sua família. Eles deixaram a região onde hoje fica Paranaguá e se instalaram à beira do Rio Lontra, o qual apelidaram de “Livra-nos Deus”.

Pouco depois da chegada dos Batista, outras pessoas começaram a chegar e constituir residência no local, que, após algum tempo, tornou-se um aldeamento chamado de “Povoado Lontra”. A princípio, os primeiros habitantes da cidade se dedicaram ao cultivo de cereais para consumo próprio.

Posteriormente, logo no início do século 20, os colonizadores de Araguaína passaram a comercializar os grãos no Povoado Nova Aurora do Coco, atual município de Babaçulândia, a 60 km da região. A municipalização de Araguaína foi um longo processo. Inicialmente, o vilarejo pertenceu ao município de São Vicente do Araguaia, atual Araguatins, e, depois, integrou-se ao território de Boa Vista do Tocantins, atual Tocantinópolis.

Principalmente devido à ausência de estradas, a aldeia permaneceu isolada durante muitos anos, resultando em uma estagnação que durou até 1925. Após a chegada de novas famílias à região, como as de Manuel Barreiro e José Lira, as mudanças foram surgindo aos poucos.

No ano de 1953, o povoado se transformou em um distrito de Filadélfia e teve Casimiro Ferreira Soares como seu primeiro administrador. Entretanto, com a crescente necessidade de desenvolvimento da região, o distrito finalmente se emancipou e, em 1º de janeiro de 1959, foi criado oficialmente o município de Araguaína. À época, a prefeitura foi assumida pelo próprio Casimiro.

A partir da década de 1960, Araguaína começou a se desenvolver em ritmo exponencial, graças à construção da rodovia Belém-Brasília, a BR-153. Em 1990, a cidade ficou conhecida como “A Capital do Boi Gordo”, devido à presença de grandes propriedades rurais para criação de gado de engorda e abate, além da produção leiteira e de gêneros agrícolas.

Já nos anos 2000, o município passou a receber grandes empreendimentos imobiliários e investimentos na infraestrutura, com destaque principal para o trecho da Ferrovia Norte-Sul, que foi inaugurado em Araguaína, em 2007, pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

2. A viagem até Araguaína

Araguaína é uma cidade estrategicamente posicionada no território brasileiro. Em sua malha rodoviária, repleta de estradas federais, estaduais e municipais, destaca-se a BR-153, que, além de ser a 4ª maior rodovia brasileira, foi de extrema importância no desenvolvimento da cidade e facilitou a chegada de pessoas e mercadorias ao município.

Além do transporte rodoviário, os visitantes de Araguaína também podem chegar à cidade via trem, pela Ferrovia Norte-Sul. Mas a maneira mais simples e rápida de desembarcar no município é por avião.

O Aeroporto de Araguaína tem capacidade para receber aeronaves de pequeno e médio porte e foi reformulado em 2017, para comportar um maior número de voos. Então, se você quer chegar logo nesse destino, para desfrutar das belezas que ele oferece, não perca tempo dentro de um carro ou trem. Compre a sua passagem aérea e chegue muito mais rápido até lá.

3. O clima da cidade

O município está situado em uma região tropical úmida. Áreas que se enquadram nessas condições climáticas, geralmente, têm estação de chuvas bem definida. No caso de Araguaína, o período chuvoso da cidade fica entre os meses de outubro a maio, e a época de estiagem, de junho a setembro.

Ao longo do ano, a temperatura oscila entre 20 °C e 35 °C e, apenas em pouquíssimas ocasiões, ultrapassa esses índices.

Durante o ano, a média dos termômetros fica em 25,1 °C, mas o grande “problema” da cidade são os altos níveis de umidade. Ao longo de 12 meses, a umidade relativa do ar gira em torno de 78,5%, um valor alto, que, quando somado ao calor, pode causar bastante desconforto.

A melhor época para comprar a sua passagem para Araguaína e visitar esse destino é entre meados de junho até o fim de agosto. Durante esse período, a temperatura, a umidade e as chuvas não atingem níveis tão altos.

4. As principais atrações turísticas e culturais de Araguaína

Se você não quer perder nenhuma atração turística do local, confira, a seguir, quais são os pontos turísticos mais relevantes do segundo maior município do Tocantins!

Praia do Garimpinho

Se você procura um lugar com estilo rústico e deseja curtir a natureza no seu mais puro estado, a Praia do Garimpinho deve estar no seu roteiro de viagem à Araguaína. Esse complexo é formado por dezenas de ilhas naturais, que aparecem no período de estiagem, nas águas limpas do Rio Araguaia.

As ilhas mais procuradas do local são as praias do Genésio, localizada a 800 m do píer principal, a dos Porcos e a do Urubu, esta última com mais de 1.500 m de extensão. Esse paraíso ecológico propicia aos visitantes contato direto com uma natureza praticamente intocada, repleta de várias espécies de peixes, mamíferos e aves, além da vegetação, é claro.

Na região, vivem cerca de 18 famílias que estão diretamente envolvidas com o projeto da praia e oferecem serviços como culinária, mercearia e estadia.

O acesso até lá se dá pela rodovia estadual TO-226, e o balneário fica a aproximadamente 35 km antes da entrada de Araguaína. Vale frisar que apenas uma parte da estrada que chega ao local, mais precisamente 12 km de sua extensão, é asfaltada. O restante é percorrido em via de terra, mas com boas condições de manutenção.

Parque Cimba

O Eco Parque Cimba Benedito Vicente sempre foi uma referência na cidade. Ideal para práticas esportivas e lazer da população, o local já foi palco de diversas confraternizações, festas, piqueniques e até cerimônias de casamento.

Além disso, o parque já comportou festivais de food trucks, eventos acadêmicos e campeonatos das mais diversas modalidades. Recentemente, o ambiente passou por uma extensa reforma, que concluiu a preservação das ruínas do patrimônio histórico, melhorou a iluminação e o paisagismo e incluiu diversos aparelhos de ginástica e musculação para adultos e crianças nas academias ao ar livre.

O local conta com duas pistas de mais de 1 km de extensão, sendo uma para ciclismo e outra para caminhada, utilizando mais de 6 mil m² de asfalto em sua construção. Além da criação de novos ambientes, a reforma recuperou a nascente do Córrego Canindé, um dos afluentes do Rio Lontra que emerge de dentro do próprio parque.

Essa ação possibilitou a criação de um lago, que, além de ser uma bela obra de paisagismo, também funciona como bacia de detenção para a água das chuvas.

Cachoeira Véu da Noiva

Uma das mais belas e famosas atrações turísticas de Araguaína é a Cachoeira do Véu da Noiva. Essa queda d’água de mais de 26 metros de altura atrai milhares de amantes do ecoturismo ao longo do ano.

Além de proporcionar águas cristalinas e refrescantes aos visitantes, a Cachoeira do Véu da Noiva é um ótimo lugar para relaxamento, já que o som da água caindo faz qualquer um esquecer dos problemas do dia a dia.

No complexo da cachoeira, as belezas naturais se misturam às construções erguidas para receber os turistas. Os visitantes pagam uma taxa de contribuição ao entrar na propriedade, e esse valor é destinado às manutenções e melhorias do complexo.

O lugar oferece bar, restaurante de comidas típicas e apartamentos. Além disso, conta com área para camping, piscinas naturais e espaço para eventos.

Para chegar até a Cachoeira do Véu da Noiva, saindo do centro de Araguaína, você deverá pegar a rodovia BR-153 e, a partir do entroncamento com a TO-222, são apenas 8 km até a estrada de terra que dá acesso ao complexo turístico.

Parque das Águas Jacuba

Outro ponto turístico bastante frequentado de Araguaína é o Parque das Águas Jacuba. Popularmente conhecido pelos moradores da cidade como Balneário Jacuba, o parque fica localizado na saída leste de Araguaína e é perfeito para relaxar e se refrescar com a família.

O lugar tem uma estrutura que conta com cabanas, churrasqueiras, piscinas infantis, playgrounds, quadras, aparelhos de ginástica, pista de cooper, vestiários, estacionamento, posto médico, além de lanchonete, bar e restaurante.

Formado pelas águas do Córrego Jacuba, o balneário é dotado de uma beleza inigualável e uma paz de dar inveja às grandes cidades. As águas calmas e limpas do lago são ideais para se refrescar em um banho agradável ou praticar esportes como a canoagem.

Expoara

A cidade de Araguaína tem raízes boiadeiras, e não é à toa que, nos anos 1990, o município ficou conhecido como a Capital do Boi Gordo. Então, é de se imaginar que a economia da cidade seja voltada para o agronegócio, não é mesmo?

Exatamente por isso Araguaína é, todos os anos, casa da maior exposição de agropecuária do estado do Tocantins, a Expoara. Apenas para se ter uma ideia da dimensão do evento, em 2018, os organizadores esperavam mais de 200 mil visitantes nos dez dias de exposição e, agora em 2019, esperam ainda mais pessoas.

Além de movimentar o setor do agronegócio da cidade, o evento também é uma forma de lazer para os habitantes do município. A organização proporciona shows e, neste ano, grandes artistas, como a dupla sertaneja Jorge e Mateus, farão seu espetáculo na Exposição.

Além disso, a maior cavalgada do mundo, a Cavalgada de Araguaína, integra a programação do evento. Em 2018, o desfile comemorou sua 30ª edição, com mais de 5 mil cavaleiros e amazonas, agrupados em mais de 50 comitivas, desfilando pelas ruas e avenidas da cidade, sob aplausos da população.

O evento, que, em 2019, acontecerá entre os dias 06 e 16 de junho, é definitivamente um patrimônio cultural de Araguaína e uma das grandes atrações que a cidade tem oferecer aos turistas.

5. A culinária local

Se você está pensando em incluir Araguaína no seu roteiro de férias, é bem provável que esteja ansioso para conhecer mais sobre a culinária tocantinense, não é mesmo? Afinal de contas, a gastronomia brasileira é uma mistura de diferentes culturas, e cada região do país contribui com algum tipo de singularidade na cozinha.

No caso de Araguaína e do Tocantins de maneira geral, a culinária se baseia, principalmente, na utilização dos pescados. Isso porque o estado é detentor de uma importante bacia hidrográfica e os peixes são abundantes em toda a região.

A cozinha tocantinense tem, ainda, entre suas principais influências, a cultura indígena, portuguesa e paulista. Entretanto, a maior influência vem mesmo do estado de Goiás, que, no passado, incorporava o território tocantinense nos seus limites. Pratos como o arroz com pequi, a pamonhada e o peixe na telha são extremamente comuns em Araguaína.

Se você já está com água na boca só de ouvir falar nessas iguarias, tenha certeza de que está indo para o lugar certo!

Como vimos neste post, Araguaína é uma cidade rica em cultura e belezas naturais e será perfeitamente capaz de proporcionar a você bons momentos junto da sua família.

Então, por que esperar mais para conhecer a segunda maior cidade do Tocantins? Reserve com a Azul a sua passagem para Araguaína e aproveite tudo o que a cidade tem para oferecer!