Tem praia — simplesmente uma das mais famosas do mundo — tem balada, excelentes restaurantes, ecoturismo, ruínas históricas, shoppings de luxo, atrações para a família inteira e até uma Quinta Avenida. Só a cor turquesa do mar caribenho de Cancún já é capaz de hipnotizar qualquer turista, e isso se torna apenas um detalhe entre as possibilidades infinitas de um dos destinos mais badalados do mundo.

A duas horas de voo da Cidade do México, o Caribe Mexicano é banhado pela água mais azul que você poderá ver na vida — a primeira visão do mar de Cancún é sempre um encantamento.

Para completar, a areia da praia é absolutamente branca, o que provoca um contraste incrível de cores e, por conta da sua composição, não esquenta mesmo sob sol forte — um combo que faz os visitantes se sentirem verdadeiramente em um paraíso.

Mas se a praia é o grande motivo pelo qual os turistas procuram Cancún, basta pôr os pés na cidade para descobrir que os dias de descanso por lá não vão se resumir a muito sol e água salgada. Muita gente, aliás, nem pisa na praia quando descobre as muitas possibilidades que a visita oferece.

Dos luxuosos hotéis boutique, SPAs e lojas internacionais, onde é possível fazer compras em esquema Tax Free, as pitorescas vilas de pescadores, parques arqueológicos do tempo da civilização Maia e uma grande diversidade de roteiros de ecoturismo, o destino oferece uma gama de possibilidades, capaz de agradar a todos os gostos e bolsos.

Neste post, mostramos o que fazer em Cancún, suas principais atrações e os roteiros imperdíveis para aproveitar ao máximo esse paraíso mexicano.

Parques Aquáticos

XCaret e Xel-Há — pode ir se acostumando com os nomes de origem Maia, presentes em muitas das atrações de Cancún — são os dois principais complexos de diversão na cidade.

Baseados no conceito de parque ecoturístico e localizados em áreas de grande diversidade ambiental, ambos oferecem dezenas de atividades aquáticas e de aventuras como nadar com snorkel nos rios de águas límpidas, mergulho nos canais subterrâneos, descidas em tirolesas, saltos na água e passeio em boias gigantes.

Também é possível explorar a selva de bicicleta, fazer tours para observar as centenas de espécies da fauna local, relaxar na área com redes e camas e assistir a shows folclóricos típicos do México.

Os ingressos para cada um dos parques dão acesso durante um dia inteiro. No caso do Xel-Há, o valor de entrada inclui ainda buffet livre e open bar. Já no Xcaret, há ainda uma série de atividades opcionais, não inclusas no valor do ingresso, como nado com golfinhos e arraias, mergulho para alimentar tubarões e o temazcal, um ritual ancestral de purificação guiado por um xamã.

Tulum

Parte da Riviera Maya — área litorânea com 120 quilômetros de extensão localizada na Península de Yucatán — da qual Cancún também faz parte, Tulum é um dos principais sítios arqueológicos da região, e o único cujas ruínas ficam à beira mar, num trecho de praia belíssimo e intocado.

Antiga cidade cercada por muralhas da civilização Maia, que construiu um verdadeiro império na América Central, Tulum funcionou possivelmente como um porto comercial e, segundo historiadores, foi fundada por volta do ano 564.

Hoje, as ruínas de Tulum são o terceiro sítio arqueológico mais visitado no México, só ficando atrás de Teotihuacán, localizado perto da capital, e de Chichén Itzá, situado a algumas horas de Cancún. Apesar do grande movimento, é bastante tranquilo explorar o local, por conta da sua grande extensão.

Chichén Itzá

É o sítio arqueológico mais bem preservado em território mexicano. Antiga capital do império Maia, ela mantém construções importantíssimas, que até hoje ajudam a desvendar e a contar a história de toda uma civilização dizimada pelos colonizadores espanhóis e que já dominava, de forma magistral, a matemática e a astronomia. Desde 1988, a Unesco reconheceu a área como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Plantadas em meio a uma grande floresta, as ruínas da cidade, fundada entre 435 e 455 a.C., abrigam os majestosos templos de Kukulcán — eleito em 2007 uma das sete maravilhas do mundo moderno, após votação feita com milhões de pessoas ao redor do mundo —, do Guerreiro e Chac Mool, além do El Caracol, um incrível observatório astronômico onde eram feitos cálculos bastante precisos sobre as posições dos astros.

Dentro da zona arqueológica ficam ainda o Campo de Jogos dos Prisioneiros, onde eram disputadas partidas esportivas sagradas, tido pela tradição Maia como um local de grande concentração energética e com características místicas, e a Praça das Mil Colunas.

Pisar em Chichén Itzá é como se teletransportar numa viagem no tempo e mergulhar nos segredos de uma civilização cujas tradições ainda ecoam fortemente na cultura mexicana. Para que se explore o local com calma, o ideal é reservar um dia inteiro por lá. Também é preciso planejar com cuidado o deslocamento, já que as ruínas ficam na cidade de Tinum, distante cerca de 3 horas de Cancún.

Geralmente, os pacotes vendidos por agências saem pela manhã, com retorno no fim da tarde e direito a uma parada para mergulhos em algum cenote no caminho. Fazer uma visita guiada é essencial para se ter noção da grandiosidade e dos tantos detalhes que as ruínas guardam.

Quinta Avenida

Batizada assim por ser o lugar mais badalado de Playa del Carmen, vizinha a Cancún e praticamente uma extensão da cidade, a rua de pedestres formada por dezenas de bares, restaurantes, boates, lojas e até shoppings e cheia de artistas de rua fervilha a noite inteira, num clima de festa que é a cara dos mexicanos.

É pra lá que vão as famílias, os casais, os jovens mochileiros e os grupos de turistas em busca de diversão. A rua, paralela à beira-mar, tem 2 quilômetros de extensão, e pode ser facilmente conhecida durante uma agradável caminhada, com direito a várias paradas para provar as muitas margaritas, piñas coladas e micheladas — a famosa cerveja temperada — vendidas nos balcões dos bares.

Passeios de lancha

Se ficar de frente para o mar do Caribe já é delicioso, imagine se ver cercado pelo mar azul neon? Em Cancún, várias empresas oferecem a experiência de passear pelas águas profundas e transparentes, com direito à parada em alto-mar para mergulhos e contemplação da belíssima paisagem e dos corais submarinos.

Nas áreas mais tranquilas, o piloto pode até entregar a direção da lancha para quem quiser experimentar a adrenalina de acelerar a embarcação mar adentro, com o vento forte batendo no rosto.

Os passeios também podem incluir passagens pela rica área de manguezais, que oferecem paisagens bastante peculiares.

Visita às ilhas Mujeres e Cozumel

Tanto Cancún quanto Playa del Carmen têm terminais marítimos onde é possível pegar um ferry e atravessar até duas das ilhas mais famosas da região: Cozumel e Isla Mujeres.

Cozumel, onde está localizada a segunda maior barreira de corais do mundo, é o grande paraíso dos mergulhadores. Cercada por águas mornas e extremamente límpidas, a ilha é ideal para contemplar a variadíssima fauna submarina. E isso vale até para quem não tem experiência com cilindros de oxigênio: basta colocar um snorkel e uma boia e flutuar no mar para ver a explosão de cores formada pelas centenas de peixes, algas e corais que desfilam sob as águas do caribe.

Enorme, a ilha também oferece atividades para quem prefere ficar em terra. Pode-se passear de bicicleta, passear de buggy e jeep, visitar ruínas Maias, museus e parques temáticos ou aproveitar os clubes e restaurantes típicos para relaxar à beira-mar e se deliciar com a farta e variada comida mexicana.

Bem menor, Isla Mujeres oferece uma experiência mais intimista. Com praias calmas e águas rasas mesmo que se caminhe centenas de metros mar adentro, ela é perfeita para se aproveitar um banho de mar tranquilo. Calmaria, aliás, não falta na ilha. Tanto que a melhor forma de se deslocar por ela são os carrinhos de golfe, que podem ser alugados por um dia inteiro, permitindo que os visitantes conheçam todas as atrações do roteiro.

Em Isla Mujeres, onde facilmente se mergulha com snorkels, está também uma das atrações mais surpreendentes da Riviera Maya: o museu aquático, com dezenas de esculturas colocadas no fundo do mar.

Cenotes

A área da Riviera Maya concentra um verdadeiro labirinto de centenas de rios subterrâneos, formando enormes cavernas. Em vários pontos da região, a água emerge, formando os chamados cenotes, cavidades naturais que se assemelham a enormes piscinas.

Mergulhar em um cenote é uma das programações imperdíveis nos arredores de Cancún. Como as águas subterrâneas vêm principalmente das chuvas e chegam ao subsolo filtradas, elas são límpidas e cheias de sais minerais que, segundo a tradição local, fazem muito bem à saúde, além de terem caráter sagrado.

Em alguns deles, há verdadeiras expedições de mergulho que atravessam as cavernas ou descem às grandes profundidades, tornando-os atrações únicas para mergulhadores profissionais que, muitas vezes, visitam o México somente no intuito de passar por essa experiência.

Xoximilco Cancún

Tradição trazida da Cidade do México, onde os passeios de barco pelos canais do bairro de Xoximilco — as chamadas chinampas — são programa certo tanto para os locais quanto para turistas, Cancún criou atração parecida.

As chamadas trajineras são barcos tradicionais mexicanos. Coloridíssimos, batizados com nomes de mulheres ou homenageando alguma localidade e guiados por um trajinero, que empurra a embarcação com a ajuda de uma grande vara, eles proporcionam um passeio único, acompanhado pelo som dos mariachis.

No Xoximilco de Cancún, os tours acontecem à noite, numa espécie de festa aquática com jantar, muita música, dança, comidas típica e open bar de tequila. O passeio dura cerca de 3 horas, mas a diversão começa antes mesmo de se embarcar, com as barracas de degustação, lounges e mesas de pebolim que ficam no terminal.

Compras

Não basta ter praias paradisíacas, gastronomia estrelada, uma variedade incrível de roteiros e vida noturna pra lá de badalada. Além de tudo isso, o roteiro sobre o que fazer em Cancún também inclui ótimas opções para quem adora ir às compras. Localizada perto da zona hoteleira, a área que concentra várias lojas e shoppings costuma ser destino certo dos turistas.

Sair do México sem levar alguma peça do lindíssimo e colorido artesanato local é praticamente impossível. Esculturas, roupas, bordados, louças pintadas, sombreros enfeitados, garrafas de tequila e mezcal e uma incrível variedade de pimentas são só uma parte do que pode ser encontrado no Mercado 28, no centro da cidade, onde várias lojas oferecem produtos tipicamente mexicanos.

Mas se a intenção é se jogar nas compras de luxo e de eletrônicos, a Luxury Avenue vale a visita. Lojas de grife, modelos exclusivos, grandes lançamentos da moda mundial e produtos estrelados de beleza e de maquiagem podem ser encontrados por lá.

Entre os shoppings, o La Isla é, de longe, o mais exclusivo. Trata-se de uma grande galeria a céu aberto, semelhante aos malls de Miami, com uma enorme variedade de lojas de luxo e as principais marcas internacionais.

Baladas

Impossível falar de Cancún sem mencionar a badaladíssima vida noturna da cidade. Se de dia as praias lotam, é para os bares e boates que os turistas correm quando o sol se põe. Especialista em divertir os visitantes, a cidade tem opções para todos os gostos e idades.

Para facilitar a vida dos turistas, praticamente todas as boates e bares ficam concentrados num só lugar, o Boulevard Kukulcan, localizado na zona hoteleira. Ali, a balada vai de domingo a domingo, com casas noturnas de temática variadas e opção de open bar em todas elas.

A gigantesca Coco Bongo é, sem dúvida, a mais conhecida e frequentada balada de Cancún. Lá, a pista de danças é só uma as atrações. Projetada no estilo das boates de Las Vegas, a casa tem também apresentações musicais, espetáculos inspirados na Broadway, reproduções de cenas de filmes e shows de covers de pop stars como Madonna e Michael Jackson.

Além dela, a The City, a Mandala, a Palazzo e a Señor Frogs também são disputadissimas e reúnem um público jovem e animado nas suas festas diárias.

Um dos destinos mais diversificados e cheios de surpresas, Cancún é pedida ideal para perfis variados de turistas. Da sombra e água fresca dos resorts às aventuras dos esportes radicais, passando pela imersão na cultura, na história e na gastronomia mexicana, a cidade oferece diversão e atrativos capazes de agradar a todas as idades.

A gama de possibilidades e as opções de o que fazer em Cancún possibilitam um roteiro personalizado, seja para viajantes solitários, seja para famílias ou casais em lua de mel. Não sem razão, o destino é uma dos mais famosos e recomendados do mundo.

Gostou das dicas? Curta nossa página no Facebook e conheça novos destinos e sugestões incríveis de roteiros!