O estado de São Paulo tem o 4° litoral mais extenso do país. Ao todo, são 622km de praias exuberantes, nos mais diversos estilos e para todos os gostos e desejos.

Em uma viagem para o litoral de São Paulo, além de praias singulares, é possível encontrar regiões de Mata Atlântica completamente preservada e manguezais, que são áreas de encontro do mar com a água doce de rios.

A vegetação dos manguezais é bem característica. Geralmente, são árvores com raízes altas, que se firmam sobre a lama e servem de proteção natural para diversas espécies de animais aquáticos, como mariscos, caranguejos e certos peixes.

O litoral de São Paulo ainda apresenta arquipélagos e ilhotas que ainda não foram descobertas pela maioria dos turistas.

Em praias desertas e quase sem nenhuma infraestrutura, fica fácil esquecer que você está a menos de 100km do stress e da correria típicos dos centros urbanos e da capital do estado. O litoral paulista pode oferecer opções extremamente interessantes para o viajante!

Para ajudá-lo a escolher um destino sensacional para o seu próximo passeio, selecionamos algumas entre as melhores praias do litoral de São Paulo. Confira a seguir!

Ilha do Cardoso (Cananéia)

A Ilha do Cardoso faz parte do município de Cananéia, que fica no sul do estado de São Paulo, quase na divisa com o Paraná. Para chegar até ela, é preciso fazer um breve percurso de barco, durante o qual podem ser avistados golfinhos e outros animais marinhos. Nesse destino, a viagem começa ainda no caminho!

A ilha é considerada Parque Estadual desde 1962. É dividida em dois núcleos: Perequê, ao norte, e Marujá, no sul. O local ainda preserva cerca de 90% de sua vegetação original de Mata Atlântica, o que garante um visual exuberante que mistura praia e floresta.

Além das praias, existem inúmeras trilhas que podem ser feitas para explorar diversas regiões da Ilha do Cardoso. No entanto, por ser uma área de preservação ambiental, é necessário contratar um guia turístico local para realizar esses passeios.

Esse é o destino ideal para jovens e adultos que estejam em busca de aventuras e que queiram se conectar diretamente com a natureza!

Praia do Pereirinha

A Praia do Pereirinha, também conhecida como Praia de Itacuruçá, é a sede do núcleo Perequê. Ela tem mais de 10km de extensão e é um local excelente para observar os inúmeros golfinhos que circulam pelo mar da região.

Apesar de não ter energia elétrica e nem sinal de internet ou de celular, a Praia do Pereirinha oferece mais infraestrutura do que outras na Ilha do Cardoso, e é ideal para ser visitada por famílias.

O Museu de História Natural da Ilha do Cardoso está localizado nessa praia. Por lá, é possível observar algumas espécies de animais aquáticos e conhecer um pouco mais sobre a história da ilha.

Ainda na Praia do Pereirinha, é possível visitar um sítio arqueológico de observação de sambaquis. Os sambaquis são montes de conchas que foram acumulados pelos primeiros habitantes do Brasil, há mais de 4 mil anos. Eles são uma das principais marcas da pré-história do país.

Praia do Marujá

A Praia do Marujá tem 18km de areias claras e planas, cercadas por um mar sereno e calmo, que mais parece uma piscina.

A região é cercada por trechos de Mata Atlântica, que permitem ouvir e avistar diversas espécies de pássaros que estão ameaçados de extinção.

Marujá é, em sua maior parte, uma vila de pescadores. Se você pretende ficar mais do que um dia na Ilha do Cardoso, é por lá que vai encontrar pousadas para dormir durante a noite. Uma segunda opção é realizar um acampamento na praia, mas não se esqueça de seguir as regras locais.

Guarujá

O Guarujá é uma das cidades do litoral paulista mais procuradas por famílias, já que as suas praias oferecem uma infraestrutura completa e comodidades singulares. Mas você sabia que o Guarujá também tem praias selvagens e ainda não descobertas pelos turistas?

Localizada a cerca de duas horas de distância da capital do estado, Guarujá abriga o maior aquário da América do Sul, o Acqua Mundo, que foi inaugurado em 2000. Ele acolhe mais de 230 espécies diferentes de animais aquáticos e fica na Praia da Enseada, que tem 6km de extensão e é a maior do município.

Praia Gaiúba

A Praia Gaiúba é cercada por montanhas cobertas por vegetação de Mata Atlântica. É uma das menores praias do Guarujá e fica a cerca de 4km de distância do centro da cidade.

Dependendo da época do ano, o Guarujá atrai muitos turistas e as praias ficam bastante lotadas. Não é o caso de Gaiúba. Apesar de ter quiosques e uma pequena infraestrutura, essa praia está sempre mais vazia do que as outras da região. É um ótimo lugar para visitar caso você não goste de multidões.

O mar costuma ser calmo e tranquilo e é usado por aqueles que querem praticar snorkel, aprender a nadar e observar a vida marinha nas águas límpidas.

São Sebastião

Localizada a uma distância de 3 horas da capital do estado, São Sebastião tem mais de 30 praias, distribuídas em 100km de extensão.

São Sebastião é a cidade mais velha do litoral norte paulista e ainda preserva boa parte de sua história em seu centro antigo. Ao final de um longo dia relaxando na praia, é possível conhecer a Igreja Matriz e ainda passear por inúmeras construções em estilo colonial, apreciando a arquitetura.

Praia Brava

A Praia Brava está localizada entre as praias Maresias e Boiçucanga. Se você gosta de surfar, esse é o local ideal para conhecer em sua viagem para o litoral de São Paulo.

Como o nome da praia já diz, o mar costuma ser agitado e as ondas são perfeitas para quem quer se aventurar em uma prancha. Mas se quiser mergulhar ou se ainda não sabe nadar, o melhor é evitar as águas inquietas da Praia Brava.

A praia é de difícil acesso tanto de barco quanto de carro, e o ideal é realizar uma trilha de cerca de 30 minutos por dentro da Mata Atlântica para chegar até lá.

Não há nenhum tipo de quiosque ou de infraestrutura e é proibido acampar na Praia Brava, por isso é um destino ideal para quem gosta de se conectar com a natureza.

Barra do Sahy

A Praia Barra do Sahy é pequena, se comparada com outras da cidade de São Sebastião.

Na ponta esquerda, o Rio Sahy deságua no Oceano Atlântico e ocorre a junção singular da água doce com a água salgada. Por causa dessa mistura, Barra do Sahy é considerada uma praia de tombo, onde a profundidade do mar aumenta subitamente.

Apesar disso, as águas são tranquilas e, em dias com pouco vento, é quase como se o mar fosse uma grande piscina para os seus frequentadores. Com areia fofinha e branca, é um ótimo lugar para viajar com a família ou encontrar muito sossego e tranquilidade.

Além da praia, é possível conhecer a Área de Proteção Ambiental Baleia – Sahy. A APA está localizada na divisa entre as praias da Baleia e Barra do Sahy, próximo ao local onde o rio desemboca no mar.

A região é um grande manguezal protegido pelo Instituto de Conservação Costeira (ICC), uma associação sem fins lucrativos que visa a preservação ambiental na cidade de São Sebastião.

O ICC promove o turismo ecológico da APA Baleia – Sahy e realiza passeios controlados aos manguezais. É preciso fazer um agendamento prévio e apenas três barqueiros, que foram treinados para atuar como guias, são autorizados a conduzir os visitantes.

Ilhabela

Para chegar até Ilhabela, é preciso ir até o município de São Sebastião e, de lá, tomar uma balsa que faz a travessia do mar. O arquipélago é quase todo coberto por vegetação natural de Mata Atlântica, protegida pelo Parque Estadual de Ilhabela, e oferece 130 km de costa, distribuídos em 42 praias diferentes.

No passado, a ilha era muito visada por piratas. Essa exploração resultou em vários naufrágios ao redor do território, que hoje se tornaram pontos de mergulho aquático muito interessantes para quem já tem experiência com o equipamento.

Ilhabela conta com uma Vila charmosa, com ares de cidade do interior, muito boa para passear nos fins de tarde. Esse destino oferece opções incríveis para todos os tipos e estilos de viajante, mas principalmente para aqueles que buscam aventura e sossego.

Praia do Bonete

É preciso encarar uma jornada para chegar até a Praia do Bonete, que fica no sul do arquipélago. Saindo da Ponta de Sepituba, são quase 4 horas de caminhada até chegar lá. Uma opção para quem tem o espírito aventureiro é alugar um barco e fazer o percurso em uma hora, sentindo o vento no rosto e observando a vista espetacular da ilha.

Por conta da dificuldade de acesso, essa praia é, frequentemente, deserta. Mesmo assim ela divide o título de “praia mais bonita de Ilhabela” com a Praia dos Castelhanos.

A Praia do Bonete fica em um vilarejo de pescadores, que não tem nem energia elétrica nem sinal de celular. O visual paradisíaco e de tirar o fôlego, no entanto, vai fazer você esquecer de que existe mundo além das árvores nativas, da areia fofa e branca e do mar azul-esverdeado que não deixa nada devendo para o Mar do Caribe.

Ubatuba

Ubatuba é um destino muito procurado por aqueles que desejam visitar a costa do estado de São Paulo. Localizada no litoral norte, quase na divisa com o estado do Rio de Janeiro, a cidade conta com algumas das praias mais belas do país.

Além de relaxar na areia e tomar banho de mar, é possível visitar a sede do Projeto Tamar e aprender sobre a preservação dos animais marinhos. Esse é um bom passeio para as crianças e funciona como uma alternativa de diversão nos dias chuvosos.

Ubatuba conta com cerca de 100 praias espalhadas por um litoral de mais de 90 quilômetros de extensão.

Ilha das Couves

Um cenário que lembra uma praia do Mar do Caribe ou o exótico arquipélago de Fernando de Noronha. A Ilha das Couves mistura areia fofa e branca com um mar quase transparente de tão límpido para oferecer aos seus turistas um visual único e inesquecível.

Recomendada aos viajantes que buscam aventura e relaxamento, a Ilha das Couves quase não tem infraestrutura. Um único quiosque fornece alimentação para os que visitam o local e a ilha também não conta com água potável. É recomendável levar provisões.

Para chegar até lá, é preciso pegar um barco que saia da Praia de Picinguaba, que é o ponto continental mais próximo à Ilha das Couves. O trajeto leva cerca de 20 minutos para ser completado e é possível avistar botos e outros animais marinhos durante o caminho.

Por causa de suas águas límpidas, ela é o ponto de encontro de muitos praticantes de snorkel e de mergulho livre, que querem apreciar as belezas aquáticas.

A Ilha das Couves ainda engloba aproximadamente 60 hectares de Mata Atlântica preservada e tem duas praias que podem ser visitadas pelo público — ambas exuberantes e exóticas. É um dos locais mais interessantes para se conhecer em uma viagem para o litoral de São Paulo.

Praia Dominga Dias

São 400 metros de areia fininha e fofa, acompanhadas por um mar cristalino e calmo. Parece o cenário dos sonhos de qualquer pessoa em busca de recarregar as suas energias durante as férias, não é mesmo?

A Praia Dominga Dias é considerada uma das mais bonitas de Ubatuba e também é uma das mais vazias.

Para chegar nela, é preciso ir à Praia do Lázaro e, de lá, realizar uma pequena trilha, que desemboca no condomínio fechado onde a Dominga Dias fica. Pacata e deslumbrante, é uma praia que tem o potencial de agradar todos os gostos.

Praia do Cedro

A Praia do Cedro é considerada a mais bonita de Ubatuba. Para chegar até esse pequeno paraíso escondido, é preciso encarar uma trilha de 40 minutos saindo da Praia da Fortaleza. Uma opção para os mais aventureiros é alugar uma escuna e fazer o trajeto até lá de barco.

O visual da praia pequena, com mar azul-esverdeado, pedras enormes e pequenas piscinas naturais, que se formam durante a maré baixa, recompensa qualquer esforço.

O mar calmo e sem ondas da região permite que o turista consiga ver os peixinhos e a vida marinha usando apenas óculos de mergulho e snorkel.

Selvagem e intocada, a Praia do Cedro vai fazer você se sentir em contato direto com a natureza.

Gostou de descobrir algumas das melhores praias para conhecer em uma viagem para o litoral de São Paulo? Compartilhe este texto em suas redes sociais e divida-o com os seus amigos e familiares. Quem sabe eles não o acompanham em uma aventura de verão?