Pelotas é uma cidade do Rio Grande do Sul com muitos casarios antigos, universidades, doces e charqueadas. Esses atrativos impulsionam um fluxo constante de moradores temporários e turistas.

Também chamada de “Princesa do Sul” por ter sido a província mais rica, atraiu a nobreza devido ao desenvolvimento do charque no século XIX e devido às belezas naturais. O clima e o charme da cidade são motivos suficientes para garantir a sua passagem para Pelotas. Veja mais detalhes neste texto.

História da cidade

O município surgiu com a doação de terras de Gomes Freire de Andrade ao Coronel Thomáz Luiz Osório, em 1758. O terreno logo foi habitado por retirantes e fugitivos de invasões e da seca. Outro acontecimento que favoreceu o crescimento da população foram as Charqueadas. São 260 anos de história, com muitos atrativos para os visitantes.

O município é um dos grandes produtores de curtume do Rio Grande do Sul, com produções de couro e de peles para todo o Brasil. Na pecuária, a produção de leite se destaca — Pelotas tem a maior bacia leiteira do Estado.

Também há tradição na cultura do pêssego e do aspargo. O comércio é constituído por empresas de pequeno, médio e grande porte. O mix de culturas devido à colonização de outros países (Portugal e Alemanha) é bastante perceptível, principalmente na arquitetura e gastronomia local.

Localização

Pelotas está localizada no sudeste do estado do Rio Grande do Sul, a 260 quilômetros de distância da capital Porto Alegre. A geografia do município é privilegiada: fica nas margens do canal São Gonçalo. O visual exuberante conquista tanto os moradores quanto os turistas que estão a passeio.

A cidade fica próxima de destinos conhecidos, como Gramado (355 quilômetros), Bento Gonçalves (373 quilômetros) e Santa Maria (293 quilômetros). Com tempo e espaço no roteiro, é possível incluir um destino internacional: Montevidéu, no Uruguai — 591 quilômetros de distância.

Características

Pelotas tem 5 instituições de ensino superior, como a Universidade Federal de Pelotas e a Universidade Católica de Pelotas, além de 4 grandes escolas técnicas. Ainda na área da educação e da cultura há uma biblioteca pública, 23 museus e 2 teatros.

No setor de transportes há um aeroporto e um porto flúvio-lacustre, nas margens do Canal São Gonçalo. E na área da saúde há dois grandes hospitais: a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital de Beneficência Portuguesa.

Dados gerais

O município tem mais de 328 mil habitantes, sendo a maior parte mulheres (174.077). É a terceira cidade mais habitada do estado e a 69ª do Brasil. No levantamento do IBGE de 2014, o PIB per capita ocupa a posição 360 no Rio Grande do Sul e a 1823 no Brasil. A extensão territorial é de 1.610.084 km².

Pelotas na mídia

As belas vistas, monumentos e construções antigas tornaram a cidade palco de grandes produções artísticas, como a minissérie global A Casa das Setes Mulheres, gravada em uma charqueada na zona rural e o filme O Tempo e o Vento. Ou seja, beleza é o que não vai faltar na sua passagem para Pelotas.

Clima

Pelotas tem clima subtropical úmido, com temperatura média de 18ºC. No verão faz bastante calor, com variação entre 34ºC e 36ºC. Já no inverno a temperatura cai bastante, fica entre -2ºC e 0ºC, além de ocorrer fenômenos como nevoeiros e geadas. O mês mais quente é janeiro, com temperatura média de 23,5ºC, e julho é o mais frio, com média de 12,2ºC.

A cidade tem umidade relativa do ar, bastante elevada: cerca de 80%. Devido a esse dado, é comum compararem a umidade de Pelotas com a de Londres, na Inglaterra.

Como chegar

Pelotas tem aeroporto próprio, portanto essa é a melhor forma de chegar à cidade. Ele foi construído em 1930 e tem capacidade para atender 130 mil passageiros por ano. Ele fica no bairro Três Vendas, a uma distância de 8 quilômetros do centro da cidade. O aeroporto tem grande importância devido à sua localização privilegiada: é a última escala de viagens aéreas para regiões do extremo sul, como a Antártida.

Quem prefere ir pro via terrestre deve usar uma das 3 principais rodovias: BR-116, BR-392 e BR-241.

Principais atrações

Centro Histórico

Pelotas é reconhecida como patrimônio material e imaterial pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan): são 1,3 mil prédios inventariados. A maioria dessas construções é fruto da época em que o charque estava entre os principais produtos que movimentava a economia. O período enriqueceu muitas famílias e trouxe investimentos para a região. O resultado disso são prédios históricos bem conservados.

As construções rendem belas fotos devido aos seus detalhes arquitetônicos, ornamentações encantadoras e beleza de espelhos e vidros importados da Europa. Um período interessante a para realizar essa visita é durante o evento Dia do Patrimônio: um fim de semana em que vários casarões ficam abertos para a visitação pública.

Catedral de Pelotas

A Catedral Metropolitana São Francisco de Paula foi construída em 1813. Foram 3 etapas até ela ficar completamente pronta. A igreja tem pinturas dos artistas Aldo Locatelli e Emílio Sessa, além de vitrais com pequenas entradas de luz, refletindo nas pinturas. Por dentro e por fora, o lugar tem muita beleza arquitetônica e arte sacra.

Charqueada São João

Sem dúvidas, esse lugar não pode faltar na sua passagem para Pelotas. A casa foi construída no início do século XIX e serviu de residência para a família do charqueador Antônio José Gonçalves Chaves. Essa foi uma das charqueadas mais bem-sucedidas, mas em 1937 foi transformada em indústria. Atualmente, tem o acervo preservado e funciona como ponto turístico.

Passeio de barco

Uma ótima forma de conhecer um destino é em um passeio de barco. A embarcação tem capacidade para até 30 pessoas e o ingresso individual custa R$45. O percurso pelo Arroio Pelotas é bastante tranquilo, então mesmo que você não tenha costume de navegar, as águas tranquilas tornam o passeio mais agradável.

Preparando as malas

Como Pelotas está na região sul do Brasil, é importante separar agasalhos, roupas confortáveis e acessórios de frio para a viagem. Outra recomendação é baixar o aplicativo Pelotas Tem, que dá várias informações sobre a cidade. E não esqueça de planejar com antecedência a sua passagem para Pelotas. Verifique as condições climáticas, eventos e atrações locais.

Precisa de ajuda para programar a viagem? Então entre em contato conosco! Vamos tirar suas dúvidas e indicar o melhor roteiro para o seu passeio.