Viajar sozinho pode parecer loucura para algumas pessoas, mas a verdade é que se trata de uma experiência única, cheia de surpresas e vantagens!

Ser o protagonista de uma viagem torna tudo mais interessante: a conexão com o destino, a troca cultural e os caminhos percorridos.

É como viver cenas de um filme, descobrindo novas paisagens e personagens.

O que você pensa sobre esse assunto? Tem coragem de fazer as malas e se aventurar ou acha que ainda não está preparado?

Antes de responder, leia este texto e descubra os benefícios de viajar sozinho e algumas sugestões de excelentes destinos que você pode explorar.

Descubra as vantagens de viajar sozinho

Participe de todas as etapas do planejamento

Quando estamos acompanhados, geralmente uma só pessoa fica responsável pelo planejamento ou as tarefas são divididas e cada um fica por conta de uma parte. Já na viagem solo, você deve pensar em tudo e participar de todas as etapas do planejamento: pesquisa de passagens, hospedagem, orçamento, compras, documentação e muito mais.

Isso personaliza o seu roteiro e deixa tudo do seu jeito. O estilo da trip será baseado nos seus gostos, vontades e ritmo. Inclusive, você pode tomar decisões de última hora, mudar os planos, ficar mais tempo em um lugar e menos em outro, tudo isso sem precisar consultar outras pessoas.

Até a escolha do assento no avião é otimizada quando se viaja sozinho. Afinal, você não vai precisar procurar por dois lugares (ou mais) próximos, pode selecionar uma área na qual gosta de viajar sozinho e até pegar uma cadeira na janela para admirar a paisagem durante o percurso. Essa liberdade se estende a outras situações, como sentar na primeira fila da montanha russa, pegar uma praia em vez de fazer uma trilha ou até economizar com a hospedagem para curtir as atrações do local.

Faça novos amigos

Viajar sozinho só não significa que você vai estar isolado o tempo inteiro, apenas observando o mundo ao seu redor. Pelo contrário, quando não se tem um companheiro de viagens, você se torna mais receptivo e, com o tempo, passa a fazer novos contatos com facilidade.

Por isso, seja no local onde estiver hospedado, em um ponto turístico ou até no meio de transporte, esteja aberto ao diálogo e, se achar conveniente, troque uma ideia com quem estiver por perto. Brasileiros estão em toda parte do mundo e se reconhecem facilmente.

Assim como você, outras pessoas viajam sozinhas e isso já é um assunto em comum. Caso esteja hospedado em um hotel ou hostel, converse com os outros hóspedes sobre o destino. Peça sugestões de lugares que ainda não conhece e conte sobre os passeios que deseja fazer ou já fez.

Essa troca de experiência é super produtiva e, de repente, vocês podem até combinar de fazer uma programação juntos. Se decidirem ratear os gastos, ainda terão a economia como vantagem.

Mas é lógico que você não vai colocar a sua segurança em risco ao lado de um desconhecido. Converse bastante com a pessoa, veja as suas redes sociais e não se arrisque caso perceba algum comportamento estranho. Procure sair em grupo e em lugares movimentados para se sentir mais confortável.

Durante um tour, em um balcão de bar ou escolhendo produtos em uma loja, você vai encontrar facilmente outras pessoas na mesma condição que você. O bom de viajar sozinho é que nós saímos da nossa “bolha” e damos mais espaço para vivenciar situações como essa, fora da zona de conforto. Permitir que outras pessoas façam parte da sua viagem torna a experiência enriquecedora. E não se surpreenda caso volte para a sua cidade com novos amigos.

Sinta o poder da liberdade

Sozinho você decide o que fazer, o horário e o local sem precisar negociar com ninguém. Quer dormir até tarde e fazer os passeios depois do almoço? Você pode. Quer acordar bem cedo para aproveitar melhor a praia vazia? Também é possível. Decida por si mesmo e curta o momento. A sensação de liberdade vai fazer com que a sua experiência seja única!

Claro que as viagens em dupla e em grupo podem ser negociadas e a maioria pode optar por um objetivo comum. Mas cada cabeça funciona de uma forma, são gostos e disposições diferentes. Mesmo que isso ocorra, o tempo para alcançar o consenso pode ser longo e criar uma situação chata, perdendo o clima de diversão.

Sozinho você será o narrador da sua própria história! Tudo vai depender apenas de você. Mas lembre-se de que isso vale tanto para os acertos quanto para os erros.

Aprenda a tomar decisões

Não ter alguém do lado para dividir eventuais problemas ou escolhas força a tomada de decisões. Pessoas que são reféns da aprovação de amigos ou familiares para realizar as suas atividades cotidianas são as mais beneficiadas nesse processo, pois aprendem, na prática, sobre responsabilidade e independência.

Definir o itinerário de um voo, incluir ou não um city tour no dia em que você terá um evento ou até a escolha do restaurante para jantar são exemplos de situações que requerem um viajante independente. Se você não é assim, vai se tornar.

Desfrute do autoconhecimento

A viagem solo é uma oportunidade para a reflexão. Você vai ter tempo e diversas paisagens para admirar enquanto pensa na vida, nas suas atitudes, no que é importante para você e no que almeja para o futuro. Em uma praça, caminhando pela praia ou vendo o pôr do sol no alto de uma montanha, desconecte-se do mundo exterior e olhe para si.

Muitas coisas vão mudar: o seu ângulo de visão, as suas preferências, seus sonhos e objetivos. Durante esses momentos, vai encontrar perspectivas novas e redescobrir pensamentos e sensações que estavam guardadas dentro de você.

Se preferir, use um caderno como diário de viagem para compilar todas essas informações. Você vai voltar para casa se conhecendo muito mais do que quando quando saiu.

Amadureça

Viajar sozinho vai mudar a sua vida. Você vai passar por muitas experiências e vai vivê-las intensamente. Não vai ter alguém para te socorrer e ajudar em eventuais imprevistos, mas não se assuste. Nessas horas, vai ganhar força e aprender a se virar em qualquer situação. Vai voltar muito mais maduro, com agilidade e desenvoltura para resolver problemas e cheio de histórias para contar.

Viva momentos inesquecíveis

Conhecer outros costumes, culturas e idiomas é muito enriquecedor. E, quando se está sozinho, as atividades simples do dia a dia podem se tornar os grandes momentos da viagem e até da sua vida. Conversar com os locais, perceber a arquitetura da região e perguntar sobre a sua história, além de participar das suas tradições, faz com que você viva a cultura de forma mais intensa.

Em situações assim, nós aprendemos a ouvir e a observar melhor. Nos tornamos mais sensíveis e empáticos com o outro. Crescemos como pessoa e acumulamos conhecimento na nossa bagagem. As surpresas da viagem farão com que você viva momentos inesquecíveis, portanto aproveite ao máximo!

Conheça os melhores destinos para viajar sozinho

Na prática, você pode viajar para qualquer lugar sem companhia. Mas existem alguns destinos que vão tornar o seu trajeto mais interessante. Grandes cidades oferecem muitas opções de entretenimento como museus, parques, feiras, mercados, construções históricas e eventos que vão preencher toda a sua programação. São tantas atrações que você até vai se esquecer de que está sozinho!

Metrópoles e destinos turísticos têm diversos hostels cheios de outros viajantes. Lá é possível encontrar alguém e ter uma companhia para realizar essas atividades. Outro ponto importante é que o local não precisa ser novo para você. Mesmo que já o conheça, estar ali sozinho vai trazer uma experiência completamente diferente!

Animou? Então confira algumas sugestões:

Rio de Janeiro

A cidade mais turística do Brasil é conhecida por sua beleza natural e diversas opções de lazer: praias, lagoas, parques, museus, teatros, bares, shows e eventos culturais. O carioca é muito receptivo, então facilmente você vai iniciar um diálogo. No Rio, também vai encontrar outros viajantes e logo se enturmar. De dia ou de noite, é possível aproveitar de diferentes maneiras.

Chapada Diamantina

Se você gosta de estar em contato com a natureza, esse é o destino. Ele oferece paisagens incríveis! Troque a sua rotina por trilhas, cachoeiras, grutas com águas transparentes e uma vegetação exuberante. Na cidade-base da Chapada, Lençóis, você vai se encantar com a arquitetura e a cultura local.

Vá com disposição para explorar o destino da melhor forma, pois a maioria das atrações conta com caminhadas longas. Mas, com tanta beleza ao redor, você nem vai se preocupar com isso!

Jericoacoara

As praias e o modo simples de vida de Jericoacoara encantam qualquer turista! Deitar em uma rede da Lagoa do Paraíso faz você se esquecer das preocupações. Os passeios pelas dunas de areias, lagoas e mangues levam para outra dimensão. São tantos lugares interessantes e diferentes que nem parece que estamos no mesmo país.

Se você gosta de esportes aquáticos, vai se sentir em casa. Jericoacoara é visitada por turistas do mundo inteiro para a prática de kitesurf, windsurf, stand-up paddle e surfe. E que tal fazer a trilha do morro do serrote para ver a pedra furada (cartão-postal) em uma localização privilegiada? O esforço é compensado pela vista.

Para finalizar o dia, não perca o pôr do sol. De cima de uma enorme duna de areia, você visualiza o sol descendo ao encontro do mar, é uma cena belíssima e revigorante! À noite é a vez de curtir as atrações da Vila: restaurantes, forró, rodas de capoeira na beira da praia e eventos artísticos. Diversão é o que não falta!

Dublin

Com muitos brasileiros na cidade, certamente você vai se sentir em casa. Mas a população também é muito receptiva. Há pubs espalhados por todo o lugar, com música ao vivo e bebida de qualidade. A noite é repleta de atrações, mas o dia não deixa a desejar. Dublin tem diversos parques, tão bem-cuidados que parecem cenário de filme.

Os amantes da arquitetura contemporânea vão adorar os prédios. Quem gosta de literatura vai ficar feliz com os city tours que passam pelas ruas de pedra, torres e casas da era georgiana. Que tal ver onde Oscar Wilde, James Joyce e Bram Stoker viveram? Além disso, você pode aprimorar o seu inglês e conhecer as montanhas e praias com paisagens espetaculares de Dublin.

Tailândia

Esse é um dos destinos preferidos dos mochileiros. Com praias paradisíacas, a Tailândia conquista a todos com as suas belezas e diversas atrações. Os templos apresentam arquitetura e cores impressionantes, e são perfeitos para você tirar aquela foto de recordação. Os mercados e feiras vendem de tudo, desde alimentação até roupas. A culinária é diferente do que estamos acostumados. A comida pode ser doce, amarga, picante, salgada e azeda ao mesmo tempo.

As noites de Bangcoc e os passeios de tuk-tuk proporcionam muitas histórias divertidas. No dia em que estiver cansado, experimente uma massagem tailandesa. Ela é relaxante e melhora a postura do corpo. Em todas essas situações, você vai encontrar várias pessoas em viagens solo, pois esse é um destino completo e pode ser explorado de diversas formas.

E tudo isso sem falar na sua principal característica: a beleza natural. Prepare-se para conhecer praias com águas cristalinas e estar em contato com a natureza. Desfrute de cultura e de um cenário deslumbrante em um mesmo destino!

Volte com muitas histórias e experiências incríveis

Quando você se permitir viajar sozinho, vai perceber que nunca estará só. Terá a companhia das aventuras, da cultura, da beleza natural, da arquitetura local e das experiências que vai vivenciar. Ter empatia com o destino é o primeiro passo para um passeio inesquecível. Mas, além disso, saiba que você vai cruzar o caminho de pessoas, trocar ideias, dar risadas e curtir os pontos turísticos.

Sentir o mundo ao seu redor é uma das melhores sensações da vida. Não deixe de conhecer algum lugar por falta de companhia. Você tem muito mais a ganhar do que a perder. Lembre-se de que estar em movimento traz evolução e muitos aprendizados.

Agora que você finalizou a leitura deste texto, está preparado para viajar sozinho? Então aproveite para curtir a nossa página no Facebook e ficar por dentro das melhores opções de passagens aéreas para planejar a sua próxima trip!