Para muitas pessoas, não é a escolha do destino, a pesquisa por passagens ou a listagem de documentos para tirar o visto, a parte que mais exige planejamento ao se programar uma viagem, mas sim, o momento de arrumar as malas.

Achou estranho ler isso? Pois, saiba que é verdade. Tanto é que não é difícil encontrar quem tenha dificuldade nessa etapa e que vira e mexe passa por apertos por conta de más escolhas que teve ao montá-las.

Por essa razão, preparamos um post com algumas dicas rápidas e práticas para ajudar a reverter esse problema e tornar essa tarefa mais prazerosa a partir de hoje. Acompanhe!

A importância da organização da mala

A importância de arrumar as malas com planejamento e organização tem a ver com a redução de perrengues durante a realização da viagem. Algo que tira o sono de qualquer viajante, gera gastos extras, provoca dificuldades de seguir o roteiro planejado e ainda faz você perder tempo.

Isso porque nada mais incômodo que levar roupas que você não pode usar nos passeios, não estar preparado para sair nas ruas durante uma frente fria, não ter peças adequadas para a estação atual — em especial quando o verão ou o inverno local é muito rigoroso —, lidar com dias chuvosos sem nenhuma proteção para não se molhar e, ainda, ter que arcar com excesso de peso na bagagem.

Ou seja, não planejar bem a arrumação da mala gera, praticamente, um efeito dominó: uma coisa mal elaborada desencadeando uma série de problemas.

Quais são as melhores dicas e truques ao arrumar as malas

Agora que já falamos sobre a importância da organização da mala, nada melhor do que dar algumas dicas sobre como arrumá-la para a sua viagem, não é mesmo? Por isso, tome nota das nossas sugestões para evitar perrengues e problemas desnecessários!

Escolha a mala certa para a duração da viagem

A primeira delas é escolher a mala certa para a duração da sua viagem. Isso porque se é um bate volta de fim de semana, por exemplo, não há motivo para você carregar uma mala de tamanho grande. Além de ter uma despesa extra para despachá-la, você terá que carregar um peso desnecessário ao chegar no seu destino e o pior: provavelmente vai levar roupas, calçados e acessórios que nem serão usados.

Afinal, com espaço sobrando, é natural ficar tentando a enchê-la com o máximo de coisas, mesmo que você tenha noção de que não usará sequer metade delas. Portanto, considere o tempo de estadia na cidade que visitará para montar uma bagagem funcional e otimizada para as suas necessidades.

Faça um checklist de peças para levar

Com o tamanho de mala certo, é hora de escolher que peças colocar dentro dela. Para não ter erro nessa hora, uma boa ideia é listar os passeios que você terá, as atividades que fará e os locais que visitará para montar um checklist de looks apropriados para o seu roteiro pensando no conforto, na mobilidade e na praticidade do seu dia a dia no destino.

A partir daí é só separar essas roupas e pensar em calçados que combinem com o máximo delas. Assim, você não precisa levar vários pares, apenas o essencial. Basta lembrar que sapato ocupa bastante espaço na bagagem!

Prefira roupas que não amassem e que sejam de cores neutras

Uma terceira dica é optar por roupas que sejam de cores neutras (como preto, branco e cinza) e não amassem, nem precisem ser engomadas (como aquelas feitas com jeans, elastano, viscose ou nylon). Isso é importante por dois motivos.

O primeiro deles é que você não dependerá de um ferro para passar suas peças toda vez que for usá-las, o que toma tempo e pode ser uma complicação caso você se hospede em um hostel ou casa/apartamento de aluguel por temporada que não tenha o aparelho disponível. Consegue imaginar a dor de cabeça ao se deparar com essa situação?

O segundo motivo é que peças de cores neutras caem bem tanto durante o dia quanto à noite e não ficam restritas a ambientes específicos, como acontece com as roupas que têm estampas ou tons neon que são mais recomendadas para locais informais e sem código de vestimenta definido.

Monte um kit de higiene

Por fim, mas não menos importante, monte um kit de higiene para a sua viagem. Em supermercados, lojas de acessórios domésticos e farmácias é possível encontrar diversas versões à venda que são compostas por sacola portátil e minifrascos para produtos variados (como xampu, condicionador, hidratante, protetor solar etc.).

Dessa forma, você leva os produtos que usa e com os quais já está acostumado para o seu destino e o principal: pode carregar esse kit até mesmo na sua mala de mão — algo que é ótimo para quem faz viagens curtas ou não tem o costume de despachar mala em voos nacionais, por exemplo. Bastante prático, não é mesmo?

Quais são as exigências das companhias aéreas

As exigências para as quais você deve estar atento ao arrumar as malas envolvem o tamanho, o peso e o que é carregado dentro delas. Nos dois primeiros casos, não tem muito segredo.

A bagagem de mão — mochila ou uma mala pequena, por exemplo — não pode ultrapassar 10 quilos e deve ter, no máximo, 55 cm de comprimento, 35 cm de largura e 25 de profundidade.

Já na bagagem de avião que é despachada, os limites são um pouco maiores. Ela pode pesar até 23 quilos e ter as seguintes medidas: 80 cm de comprimento, 50 cm de altura e 28 cm de profundidade. Por sua vez, em relação ao que você coloca dentro das bagagens, lembre-se:

  • produtos líquidos, como os de higiene e os perfumes, podem ser transportados na mala de mão, desde que em frascos de 100 ml cada;
  • itens cortantes usados no dia a dia, como alicate e tesoura de unha, devem ser transportados na bagagem despachada;
  • documentos pessoais, como passaporte e RG, e itens de valor, como câmera e notebook, devem ser levados na mala de mão.

O porquê de escolher o destino com antecedência

Para encerrar nosso post, não dá para deixar de falar o porquê de escolher o destino com antecedência. Isso porque, além de conseguir economizar nas passagens e até, quem sabe, aproveitar alguma oferta promocional, você tem a oportunidade de pesquisar a fundo sobre como é o clima no dia a dia da cidade e como se comportam as estações do ano na região.

Com isso, dá para planejar melhor a sua bagagem, comprar itens de proteção para o frio/calor quando for preciso e diminuir, consideravelmente, as chances de passar aperto.

Viu só como arrumar as malas pode ser uma tarefa bem menos complicada do que parece se você segue algumas dicas e considera alguns aspectos importantes sobre o seu destino? Portanto, comece a fazer isso e fique livre de contratempos nessa etapa de preparação para a sua tão aguardada viagem!

Já que estamos falando em arrumar as malas, que tal conferir alguns dos melhores resorts para conhecer no Brasil?