Viajar é uma delícia, mas nem sempre é possível aproveitar finais de semana, feriados e férias para conhecer lugares novos, não é mesmo? A verdade é que viagens exigem um certo investimento financeiro: não importa se você vai de ônibus ou avião, se prefere hotel 5 estrelas ou hostel, se volta em pouco tempo ou se quer esticar a estadia — é impossível fazer isso sem capital!

Mas saiba que, com planejamento e um pouco de disciplina, é possível juntar dinheiro para viajar sem fazer grandes sacrifícios. O segredo é a antecedência: com tempo hábil suficiente, você consegue identificar maneiras de organizar a vida financeira e, assim, atingir seus objetivos.

Para ajudar com esse planejamento, separamos algumas estratégias infalíveis que servem tanto para quem pretende viajar sozinho ou com a família. Mas, antes de tudo, é importante lembrar que existem duas maneiras de controlar o orçamento na horas de juntar dinheiro para viajar: aumentando as receitas ou diminuindo as despesas.

Tudo na vida é uma questão de prioridades, certo? Cabe a você selecionar as formas que servem ao seu propósito e criar a própria estratégia. Com isso em mente, confira agora as nossas sugestões!

Para gastar menos

Você nem percebe, mas existem alguns tipos de desperdício que podem estar minando o seu sonho de viajar. Que tal descobrir quais são os gastos desnecessários que podem ser cortados e aprender a economizar para dar umas saidinhas quando quiser?

Reconsidere seus serviços por assinatura

Serviços desse tipo são como vilões silenciosos para suas finanças. Muitas vezes, as pessoas contratam assinaturas e nem ao menos utilizam com regularidade as facilidades oferecidas. Entram nessa categoria:

  • canais de TV a cabo;
  • streaming de vídeo e música;
  • jornais e revistas;
  • pacotes de jogos de celular.

Será que vale a pena manter todos esses pacotes? Se você tem 200 canais disponíveis, mas assiste sempre os mesmo 5, talvez optar por um plano básico seja a melhor opção. E se passa dias sem pegar o jornal ou nem se lembra da última vez que utilizou um serviço de streaming, por exemplo, cancele sem culpa!

Utilize o transporte público quando puder

Deixar o carro na garagem e optar pelo transporte público (ônibus, trem ou metrô) ou mesmo por serviços de aplicativos ou táxi pode representar uma economia significativa ao longo do mês. Aliás, apesar do status, ter um carro nem sempre é a melhor opção em termos financeiros.

Os gastos com seguro, manutenção, estacionamento, imposto e abastecimento somam valores altos, e trocar o automóvel por alternativas mais econômicas e sustentáveis pode ser um bom negócio.

Porém, mesmo que você não esteja pronto para se desfazer do seu veículo, é possível economizar nas despesas diminuindo seu uso: para trajetos mais curtos, que tal utilizar uma bicicleta ou caminhar?

Troque o restaurante por refeições feitas em casa

Quem trabalha fora normalmente tem o costume de almoçar em restaurantes, já que o tempo é curto e a facilidade da comida pronta é muito atrativa. Mas não faltam motivos para trocar esse hábito por outro mais econômico e saudável: a marmita.

Se você não consegue almoçar em casa, preparar uma refeição para comer no refeitório é uma maneira simples de gastar menos e juntar dinheiro para viajar. Com um pouco de planejamento, é possível cozinhar, no final de semana, refeições, lanches e bebidas para os dias de escritório.

Busque programas gratuitos para se divertir

Os especialistas em gestão financeira alertam que não se deve deixar o lazer de lado, ainda que seu objetivo seja economizar o máximo possível. É fundamental reservar uma parte de seus rendimentos para passeios, programas culturais e atividades de lazer.

Mas existem opções de baixo custo (ou até mesmo gratuitas) que podem fazer parte da sua agenda: peças de teatro, shows musicais e programações especiais em museus e centros culturais. Também é possível se divertir sem gastar nada fazendo uma sessão de cinema em casa, organizando um passeio com os amigos em parques e áreas de lazer ou emprestando um livro na biblioteca.

Reduza seu pacote de celular

O celular já se tornou uma ferramenta imprescindível para grande parte das pessoas, uma vez que o aparelho é utilizado tanto na vida profissional quanto na pessoal. Mas os pacotes de telefonia representam gastos consideráveis no orçamento doméstico, e nem sempre é necessário optar pelos planos mais caros.

Avalie a real necessidade de um pacote de dados e compare as ofertas das operadoras para escolher a opção mais vantajosa ao seu perfil de uso (e abuse do Wi-Fi sempre que puder).

Não compre roupas sem necessidade

As despesas com vestuário podem consumir uma fatia significativa da renda de uma família, especialmente quando as compras são feitas sem um planejamento prévio. Programe-se para adquirir roupas novas apenas em determinadas épocas do ano, aproveitando promoções e oportunidades sazonais, como as trocas de coleções nas lojas.

Outra alternativa em alta é comprar peças em brechós e outlets: em alguns casos, é possível comprar peças nunca usadas pela metade do preço original. Dessa forma, você consegue manter o guarda-roupas abastecido sem gastar demais.

Vá ao supermercado com uma lista de compras

Produtos de higiene e limpeza, alimentos frescos, congelados, itens de mercearia e de hortifruti: os supermercados reúnem em um só lugar itens das mais variadas categorias, para facilitar as compras.

Mas a grande oferta de produtos pode estimular o consumismo e causar um verdadeiro rombo nas finanças. Para não gastar mais do que o necessário (e prevenir o desperdício), vale a pena passar alguns minutos elaborando uma lista de coisas a comprar.

Pague suas contas em dia

Um simples descuido na hora de pagar as contas do mês implica em cobrança de multa, atraso, juros e outros encargos que dificultam a tarefa de juntar dinheiro para viajar. Programar o pagamento das contas, autorizar o débito automático ou concentrar o vencimento das faturas no mesmo dia são algumas das estratégias que ajudam a simplificar essa atividade.

No caso do cartão de crédito, vale ter atenção redobrada: os juros cobrados no crédito rotativo são altos, por isso é indicado pagar sempre o valor total da fatura.

Reúna seus amigos em casa

O happy hour com os amigos depois do expediente ajuda a relaxar e enfrentar as pressões do trabalho, mas você não precisa ser refém dos preços altos cobrados em bares e restaurantes da cidade.

Que tal receber os amigos em casa (e revezar o papel de anfitrião), preparando drinks e petiscos práticos e econômicos? O hábito pode até mesmo estreitar os vínculos de amizade, já que o ambiente é mais acolhedor e confortável!

Pesquise preços antes de comprar

O hábito vale tanto para as compras do dia a dia quanto para aquisições esporádicas, como de eletrodomésticos e produtos eletrônicos: pesquisar e comparar preços é o segredo para não pagar mais caro!

A internet pode ser uma aliada para encontrar ofertas atrativas: já existem ferramentas que indicam as melhores oportunidades em lojas virtuais confiáveis. Para compras em lojas físicas, a sugestão é pechinchar e negociar descontos, especialmente para o pagamento à vista.

Saia da academia

Cuidar da saúde é fundamental em qualquer idade, mas você já pensou que os gastos com academia podem estar dificultando sua tarefa de juntar dinheiro para viajar?

Para se exercitar sem gastar muito, você pode fazer atividades ao ar livre (como caminhada, corrida e ciclismo), utilizar os equipamentos gratuitos das academias instaladas em parques públicos ou acompanhar vídeos de exercícios disponíveis na internet.

Não se esqueça de consultar seu médico ou um profissional qualificado antes de iniciar qualquer atividade física.

Evite as compras por impulso

Parece pouco, mas as pequenas contas que fazemos no dia a dia se acumulam em valores expressivos ao longo do ano. Isso vale para o café na padaria antes do trabalho, os utensílios domésticos que não serão usados com frequência, o chocolate escolhido na fila do caixa do supermercado (mesmo sem estar na lista)… Antes de comprar, faça a seguinte pergunta: essa aquisição é realmente necessária?

Fique atento aos juros no parcelamento

A possibilidade de parcelar um valor alto em pequenas prestações mensais é tentadora, mas é preciso ficar atento à cobrança de juros. Quando a taxa é alta, o consumidor acaba pagando um valor bem maior pelo mesmo produto. Para fugir dessa armadilha, compare o total da compra e, sempre que possível, escolha o pagamento à vista.

Negocie as taxas bancárias e dos cartões

Na lista das despesas escondidas que comprometem o orçamento, as taxas bancárias devem estar em primeiro lugar. Os bancos cobram valores mensais em troca dos serviços que oferecem, mas, muitas vezes, as pessoas nem utilizam os benefícios (como emissão de cheques e extratos).

O valor da cesta de serviços pode ser negociado diretamente com o banco, de acordo com o perfil do usuário. O mesmo vale para as operadoras de cartão de crédito, já que, atualmente, existem diversas instituições que oferecem cartões sem cobrança de anuidade.

Elimine hábitos nocivos

Você pode unir o útil ao agradável eliminando práticas nocivas (e caras) e poupando alguma quantia. Que tal parar de fumar ou diminuir os investimentos em bebidas e guloseimas e assim juntar um dinheiro extra? Além de acumular capital para sua viagem dos sonhos, você melhora a saúde e a disposição para aproveitar os passeios.

Para ganhar mais

Cortar e diminuir despesas nem sempre é o suficiente para juntar dinheiro para viajar. Nesse caso, é necessário buscar soluções que aumentem os rendimentos e utilizar esse acréscimo na realização de seus objetivos.

Venda uma parte das férias

Uma das maneiras mais rápidas de conseguir dinheiro sem muito esforço é vender uma parcela das férias vencidas (até um terço do período devido). A negociação entre funcionário e empresa costuma ocorrer sem burocracias, e você pode aproveitar o capital para viajar nos dias restantes.

Peça um aumento no seu salário

Solicitar uma melhoria salarial depende da situação econômica e da abertura que a empresa oferece, mas pode ser uma alternativa viável para favorecer seus rendimentos e juntar dinheiro para viajar. Escolha o momento certo para abordar o assunto e use argumentos sólidos para justificar o pedido, como seu desempenho na empresa e seu comprometimento com a equipe.

Desapegue de coisas que você não usa mais

Objetos de decoração, aparelhos eletrônicos, celulares, sapatos e roupas em bom estado que você não utiliza com frequência podem ser vendidos em lojas especializadas ou grupos de desapego pela internet. Pesquise o valor do produto novo e calcule um preço justo, considerando o tempo de uso e as possíveis avarias.

Encontre fontes de renda extra

Se você já tem um emprego fixo e precisa incrementar seu orçamento, existem diversas alternativas para geração de renda extra. Conheça algumas delas:

  • venda de doces e alimentos;
  • revenda de roupas ou utilidades domésticas;
  • serviços de babá ou acompanhante de idosos;
  • aulas particulares;
  • artesanato (crochê, bordado, pintura em tecido);
  • cuidados com pets (hospedagem ou passeios);
  • trabalhos freelancer pela internet;
  • consultoria em sua área de atuação.

Invista o que conseguir economizar

Não importa se você pretende viajar nos próximos meses ou daqui a um ano: é fundamental que você saiba investir o seu dinheiro até que precise utilizá-lo. Existem aplicações para todos os perfis de investidor, com risco e lucro variáveis — alguns oferecem rendimento diário e liquidez. Assim, você evita que esse dinheiro seja usado para outros fins e ainda consegue aumentar seu capital até o dia da viagem.

Juntar dinheiro para viajar exige algumas mudanças na rotina, mas pode ser mais fácil do que você imagina. Muitas vezes, gastamos sem nem perceber! Ter consciência sobre a forma como nossa renda é utilizada é um hábito que deve ser mantido por toda a vida. Afinal, a vontade de viajar nunca passa, não é mesmo?

Quando conseguir a soma de que precisa para aquela sonhada viagem, é hora de escolher a data e comprar as passagens. Para isso, conte com a Azul, a companhia aérea que tem orgulho em servir o Brasil e faz de tudo para você se sentir especial. Com tarifas competitivas e alta qualidade de serviços, voar Azul é sua melhor opção!