Quem nunca sonhou em ter uma conta recheada de milhas aéreas para fazer turismo praticamente de graça? Esse tipo de serviço oferece grandes vantagens para viajar de avião, mas muitas pessoas ainda têm dúvidas de como utilizá-lo. Se você não conhece as regras ou não entende como funcionam as operações, acompanhe este texto e descubra qual é o jeito certo de comprar passagens aéreas com milhas.

Em alguns casos, dependendo da quantidade acumulada, é possível viajar pagando apenas a taxa de embarque e receber upgrades de categoria e brindes exclusivos. Ou seja, além de viajar mais pagando menos, com um plano desses, você terá muita comodidade nas suas viagens.

O que são milhas aéreas?

Antes de tudo, você precisa entender as milhas aéreas. Elas funcionam como moedas de viagem para fidelizar os clientes. Esse serviço é vantajoso para viajantes, pois é um retorno do investimento feito com a compra de uma passagem aérea. As milhas recebidas trazem vários benefícios e comodidades:

  • passagens gratuitas;
  • descontos na emissão de passagens aéreas;
  • upgrade da classe de voo;
  • poltronas mais confortáveis;
  • preterição de embarque;
  • melhores horários de voos;
  • serviços exclusivos;
  • aluguel de carros;
  • hospedagem;
  • brindes.

Viu como vale a pena ter um programa de milhas para chamar de seu? Dá até uma motivação para passear mais! E se você estiver se perguntando sobre a pontuação necessária para fazer a sua viagem, confira o próximo tópico.

Com quantos pontos é possível viajar?

Não existe uma quantidade exata de pontos definida para deslocamentos — esse valor varia bastante. Os principais fatores que interferem são o estado de origem, o destino, a data da viagem, a distância percorrida, a quantidade de pessoas buscando assentos e a classe de voo.

Com o objetivo de facilitar a vida dos viajantes, as companhias disponibilizam simuladores de cotação da quantidade de milhas requisitada para cada viagem. Use esse recurso à vontade! Para economizar, busque por datas próximas e horários diferenciados. Compare os preços e escolha o que for mais viável.

Normalmente, em viagens nacionais, a quantidade mínima exigida é de 5 mil milhas; já os voos para o exterior requerem, no mínimo, 10 mil milhas. No entanto, é comum encontrar passagens internacionais com valor acima de 20 mil milhas. Durante as promoções, os valores caem e as passagens ficam bastante atrativas.

Na hora da compra, o passageiro pode escolher entre pagar o valor integral com as milhas ou dividi-lo entre pontos acumulados e dinheiro. Em todo caso, vale a pena acompanhar as promoções via newsletter, site e redes sociais. Algumas ofertas são tão vantajosas que você vai economizar muito comprando passagens aéreas com milhas.

O que é preciso para conquistar milhas aéreas?

Se você quiser acumular mais dessas moedas, deverá ficar atento a quatro informações quando for emitir um bilhete aéreo: distância percorrida, preço da passagem, tipo de pagamento e classe de voo. A seguir, entenda melhor como eles influenciam a sua bonificação.

Compra de passagens na companhia em que você está cadastrado

Nesse formato, o cliente consegue acumular um número significativo de pontos. Por exemplo, se você aderir ao programa Tudo Azul, quanto mais vezes voar pela companhia Azul Linhas Aéreas, maior será o seu saldo de milhas.

Veja como é simples. Independentemente se a compra é realizada por computador, celular ou aplicativo móvel, basta que o passageiro confirme o seu número de fidelidade durante o preenchimento de dados. De modo geral, a plataforma já indica a quantidade de milhas acumuláveis.

Quando o número de inscrição é informado durante a compra ou no momento do check-in, as milhas são creditadas em sua conta em até 3 dias após o voo. Caso contrário, será preciso entrar em contato com a empresa posteriormente para solicitar. Os prazos são os seguintes:

Todo esse processo depende, é claro, das regras estabelecidas pela companhia aérea.

Quer otimizar essa compra e aumentar as chances de acúmulo de milhas? Compre a passagem no cartão de crédito. As companhias também fazem parcerias com algumas empresas, para que cada compra some pontos no seu programa de bonificação. Você conhecerá os detalhes adiante.

Se você não estiver com pressa e encontrar voos com conexão ou stopover, dê preferência a eles. Afinal, já que a distância percorrida será maior, a quantidade de milhas acumuladas também será.

Programas de pontos

Cada companhia tem o seu próprio plano de recompensas para clientes, e você pode aderir a um ou mais para receber suas milhas. Um programa desse tipo funciona como uma assinatura mensal, em que você seleciona um valor para pagar numa única vez ou em parcelas. Os pacotes correspondem a uma quantidade de milhas e alguns benefícios. Vale a pena ler todas as regras de utilização antes de escolher um programa de pontos para se associar.

Mas por que pagar por um serviço que eu já uso com certa frequência? Se você se fez essa pergunta, imagine a seguinte situação: no próximo mês, você terá um evento familiar e as milhas que possui são insuficientes para a sua viagem, apesar de estarem em um valor muito próximo. Frustrante, não é?

Para evitar isso e dar um upgrade na sua conta, você pode recorrer a um programa de pontos.  E ainda vai sobrar uma boa quantia de reserva, sabia? Talvez dê até para comprar a passagem de outro parente que também precisa se deslocar até o destino. Sem falar que é ótimo saber que você tem milhas na sua conta.

Agora vem outra vantagem: o pagamento. Isso mesmo, até escolhendo a forma de pagar você pode ser beneficiado. As principais opções são o débito em conta bancária e o cartão de crédito — olha ele aqui de novo! Com o cartão, você pode ter pontos em dobro e ganhar milhas das duas formas.

Cartão de crédito

Já que mencionamos ele duas vezes, é hora de detalhar como funciona o uso do cartão de crédito para os programas de milhas aéreas. Primeiro, é preciso entender que, assim como cada companhia tem as suas regras, as operadoras de cartão de crédito também têm as suas. Portanto, não economize nas pesquisas.

Cada empresa estabelece as próprias taxas e formas de recompensa, mas a regra mais comum é a pontuação em dobro a cada real gasto. Portanto, se você deseja pontuar melhor, mesmo que tenha dinheiro em espécie, opte pelo pagamento com cartão.

Essa é uma moeda digital utilizada em milhares de estabelecimentos e que oferece muita segurança. Além disso, você ainda tem a possibilidade de somar várias compras, pagá-las em uma data específica (a do vencimento) e parcelar o valor. Só vantagens!

Compras em lojas parceiras

Sabe aquelas coisinhas corriqueiras que você adquire, mas não dá atenção? Elas podem acumular milhas! Isso acontece porque algumas empresas fazem parcerias com companhias aéreas para estimular os mercados. Usando esse benefício, é possível acumular milhas sem nenhum esforço. Veja alguns tipos de negócios que ajudam no seu acúmulo de pontos:

  • postos de combustíveis;
  • supermercados;
  • farmácias;
  • e-commerces.

Então, estude as regras da sua companhia aérea e faça uma listinhas de estabelecimentos para usar suas milhas sem medo. Já pensou em adquirir uma passagem aérea sem pagar nada só por fazer compras da rotina? E mais um lembrete: se o pagamento for feito com o cartão de crédito, já sabe: suas chances de viajar com menos gastos aumentam muito!

Plataformas de compra e venda de milhas aéreas

Outra forma de aumentar a bonificação da sua conta é por meio das plataformas de negociação. Elas foram criadas para que pessoas físicas e empresas possam comprar e vender as próprias milhas aéreas. Um verdadeiro balcão de viajantes.

Lá, você pode adquirir a quantidade de pontos que está faltando para fazer a sua viagem de férias ou até para conseguir uma renda extra, caso suas milhas estejam perto de vencer e você não tenha disponibilidade para viajar.

Agora que você já sabe quais são as principais formas de conquistar milhas aéreas, conheça o serviço na prática.

Qual é a lógica do Programa de Pontos da Azul?

O Tudo Azul começou a operar em junho de 2009 e, até hoje, é lembrado como um dos melhores programas de fidelidade do Brasil. Os principais serviços são o resgate de passagens gratuitas ou com descontos expressivos e vários produtos que podem ser adquiridos nas lojas parceiras.

O programa de fidelidade da Azul é baseado em regras simples, para que o usuário entenda o seu funcionamento com facilidade. Diferentemente da maioria das companhias aéreas, a Azul não se baseia em milhas para a pontuação, e sim em pontos proporcionais ao valor investido na compra da passagem.

Isso garante mais transparência entre a empresa e o consumidor e expõe, de modo claro, como funciona a acumulação. Por exemplo, você pode acumular entre 2 e 4,5 pontos por cada R$ 1 da compra de passagem. Essa margem vai depender da categoria do usuário, que pode ser:

  • inicial Tudo Azul;
  • Tudo Azul Topázio (acima de 4 mil pontos);
  • Tudo Azul Safira (acima de 8 mil pontos);
  • Tudo Azul Diamante (acima de 20 mil pontos).

Cada categoria tem suas próprias comodidades, como desconto em estacionamentos, despacho gratuito de bagagem em voos nacionais e internacionais, premiação de pontos, poltronas do Espaço Azul e acesso às salas VIPs de aeroportos no Brasil e no exterior.

Outros serviços que complementam o programa são o cartão de crédito Tudo Azul Itaucard e o Clube Tudo Azul (compra de pontos). Os clientes também podem trocar os pontos por diárias em hotéis, ingressos para shows, inscrições em corridas de rua e produtos de lojas parceiras, no Shopping Tudo Azul.

A empresa também tem parceria com diversos hotéis e duas companhias internacionais, a TAP e a United. Ou seja, parando em alguma das hospedagens listadas e voando com alguma das operadoras credenciadas, você também soma pontos. E o melhor de tudo: ao se cadastrar no programa, você já ganha 500 pontos de boas-vindas. Ótima recepção, não é mesmo?

Que momento é o melhor para utilizar os pontos?

Essa é uma pergunta muito importante, porque está diretamente relacionada ao contrato de serviços. Antes de adquirir um programa de pontos, é obrigação do passageiro ler tudo com calma, para evitar chateações e aproveitar melhor os benefícios. Viaja melhor quem é bem-informado!

Uma vez que as tarifas são dinâmicas, não é possível definir o melhor momento para utilizar os pontos. O ideal é acompanhar as ofertas e fazer simulações quando for conveniente. Mas o indispensável é ter conhecimento do prazo de validade das milhas — mais uma vez, dê atenção às regras do contrato, pois cada companhia tem um prazo diferente.

No próximo tópico, você vai aprender a identificar e aproveitar melhor as oportunidades para comprar passagens aéreas com milhas. Acompanhe!

Como economizar comprando passagens aéreas com milhas?

Pelo que você leu até aqui, já deu para ter uma noção de como conseguir isso, não é verdade? Mas como informação nunca é demais, vamos resumir o que já foi dito para você fixar de vez e indicar outras sugestões para seguir. Então, fique atento e acompanhe esta lista:

  1. tenha um bom cartão de crédito (que participe do seu programa de pontos preferido);
  2. concentre as suas compras nesse cartão (inclusive os boletos, quando for possível);
  3. baixe o app e assine a newsletter da sua companhia aérea para se atualizar sobre as novidades;
  4. use a janela anônima quando for simular a compra de um bilhete com milhas aéreas;
  5. escolha dias econômicos para viajar, como terças, quartas e sábados;
  6. seja flexível com os horários (entre 18h e 5h, as tarifas são mais baratas);
  7. aproveite as vantagens das alianças entre companhias aéreas;
  8. planeje-se e compre as passagens com antecedência;
  9. dê preferência a voos com conexões e stopover;
  10. faça compras nas empresas parceiras;
  11. participe de um programa de milhas;
  12. aproveite as promoções relâmpago.

Que checklist, hein? Vale até salvar esta página no seu navegador para tirar dúvidas a qualquer momento!

Agora que você já aprendeu como comprar passagens aéreas com milhas, você vai viajar mais e aproveitar melhor as comodidades dos programas de pontos. Siga essas orientações para economizar nas tarifas e planeje a sua viagem sempre com antecedência. Sem dúvidas, essas são as principais estratégias de um bom viajante.

Gostaria de saber mais do assunto? Então conheça os detalhes do Programa de Pontos da Azul!