Ao planejar uma viagem, muitos fatores devem ser levados em consideração: meio de transporte, roteiro, moeda local (quando necessário), mala e clima. Mas há um item essencial: a hospedagem. É ela que vai trazer segurança e conforto ao viajante.

Atualmente, o mercado oferece várias opções, cada uma com a sua particularidade. Hotel, pousada ou hostel: como escolher? Conheça as diferenças e descubra qual é a mais adequada para a sua viagem.

Hotel

Essa é uma das opções mais comuns, tanto pela comodidade quanto pelo acesso. No hotel, o hóspede é acomodado em um quarto mobiliado, com banheiro privativo, frigobar, telefone e internet sem fio. Roupas de banho e de cama, assim como itens de higiene, são disponibilizados e trocados de acordo com a necessidade da pessoa.

Entre os serviços comuns estão: recepção, café da manhã — que pode ser incluído na diária — estacionamento, piscina, sauna, academia e restaurante. Mas existem hotéis que disponibilizam opções mais sofisticadas, como lavanderia, spa, bar, traslado, massagem e até banheira de hidromassagem.

Classificação por estrelas

Uma forma de mensurar a qualidade de um hotel é por meio da classificação por estrelas. Elas são cotadas de uma a cinco, de acordo com o padrão dos serviços oferecidos. Por exemplo, os que têm apenas uma estrela são mais simples e econômicos, porém atendem aos requisitos mínimos de infraestrutura e qualidade.

Já os que têm de duas a três estrelas recebem a classificação turística. De três a quatro, a classificação turística superior. Os de quatro estrelas também estão na categoria negócios. E os mais sofisticados e refinados, que disponibilizam serviços exclusivos, recebem cinco estrelas e estão incluídos na categoria luxo.

Os hotéis conquistam mais estrelas de acordo com uma série de requisitos adicionais, que varia conforme a regulamentação individual de cada país. Um hotel no exterior pode diferir de um nacional com a mesma classificação. Por exemplo, hotéis de duas estrelas em países altamente desenvolvidos correspondem ao padrão quatro estrelas daqueles menos avançados.

Outra curiosidade é que, em algumas regiões do sul da Europa, existe a categoria meia estrela. Sendo assim, não se pode generalizar afirmando que o hotel uma estrela é ruim ou que o cinco estrelas é perfeito. A qualidade vai depender da administração local. Portanto, antes de concluir uma reserva verifique a classificação, os serviços disponíveis e as recomendações e reclamações acerca do estabelecimento.

Categorias de hotéis

Hotel

Essa acomodação geralmente está localizada nas regiões turísticas da cidade, facilitando o deslocamento. Oferece alojamento temporário e banheiro privativo. Também apresenta recepção, serviço de quarto e estacionamento.

Normalmente disponibiliza café da manhã na área comum ou no próprio quarto do hóspede. Na classificação, pode ter de uma a cinco estrelas.

Resort

Além dos serviços comuns de hotel, o resort oferece infraestrutura de lazer e entretenimento. Uma das suas principais características é o convívio com a natureza dentro do próprio empreendimento.

Além disso, conta com serviços exclusivos, como estética, recreação e atividades físicas ao ar livre. O resort precisa ter, no mínimo, quatro estrelas. O máximo alcançado na sua classificação são cinco.

Hotel-fazenda

Essa é a melhor opção para quem gosta da vida no campo. Instalado em ambientes rurais, o hotel-fazenda tem foco na exploração agropecuária. As instalações têm ares rústicos e campestres, tornando a estadia mais acolhedora, incluindo o convívio com a natureza e a alimentação orgânica.

Essa categoria difere do hotel urbano pois proporciona uma vivência única com a natureza e com os animais. As refeições são caseiras — geralmente preparadas em fogão a lenha — e os quartos são muito aconchegantes. Pode ter de uma a cinco estrelas.

Hotel Histórico

Como o próprio nome diz, esse tipo de acomodação tem edificação preservada em sua forma original ou restaurada. O lugar também pode ter sido palco de fatos histórico-culturais de importância reconhecida. Essa autenticação é feita por parte do Estado Brasileiro, por estudos acadêmicos ou até mesmo pelo conhecimento popular.

Os serviços são semelhantes ao de um hotel comum, a grande diferença está na construção e na localização. Essa categoria recebe de três (mínimo) a cinco estrelas (máximo).

Tipos de quartos

Outro detalhe importante ao realizar a reserva em um hotel é a sua acomodação em si, ou seja, o tipo do quarto escolhido. Ele pode ser padrão, para família (espaço maior) ou apartamento — com o acréscimo de cozinha americana, louças e talheres.

No caso de standard, haverá uma ou duas camas e um banheiro. Mas se for suíte, além dessa configuração também contará com uma sala de estar. Os quartos são divididos de acordo com a quantidade de camas.

Single room

O quarto de solteiro é identificado pela abreviatura SGL e pode ter de 8 a 14m². Tem uma única cama e um banheiro.

Twin room

Apresenta o mesmo formato do single, mas contém duas camas de solteiro, destinadas a duas pessoas.

Double room

Esse quarto é ideal para dois hóspedes e oferece uma cama de casal, além do banheiro.

Triple room

Essa categoria é recomendada para três pessoas ou mais. Trata-se de um quarto compartilhado, com várias camas. Normalmente são disponibilizados apartamentos para até quatro hóspedes.

Alimentação

O café da manhã costuma estar incluído na diária, mas o hotel também pode oferecer meia pensão (café da manhã mais uma refeição) ou pensão completa (café, almoço e jantar sem custos adicionais).

As refeições acontecem nas áreas comuns ou no quarto do hóspede, quando solicitado. Se o hotel tiver restaurante 24 horas, o hóspede terá o menu em seu quarto com as opções disponíveis e poderá fazer o pedido por telefone.

Vantagens e desvantagens

Essa acomodação é recomendada para quem deseja estar mais próximo do centro urbano e busca por conforto e comodidade. É uma opção válida tanto para turismo quanto para negócios.

A única desvantagem é para quem deseja um ambiente mais reservado, pois os hotéis geralmente recebem um grande fluxo de pessoas.

Pousada

A principal diferença da pousada é que ela é instalada em empreendimentos horizontais, com no máximo três andares. Conta com até 30 unidades habitacionais e 90 leitos. Dessa forma, o ambiente é mais intimista e lembra uma casa. Apesar de ser menor em comparação a um hotel, tem estrutura charmosa e clima aconchegante. Oferece serviços de recepção, alojamento e alimentação.

Outra característica dessa acomodação é que ela tem arquitetura e decoração de acordo com o ambiente em que está instalada. Por exemplo, se estiver em uma praia terá um clima tropical, se for no campo o estilo será interiorano, e assim por diante. O atendimento também é diferente: enquanto o hotel é formal, a pousada é familiar, com um serviço mais pessoal.

A estrutura pode ser estabelecida em um único prédio ou dividir-se em chalés, bangalôs e pequenas casinhas, para garantir total privacidade aos hóspedes. É recomendado para quem busca viagens a lazer, durante feriados prolongados e finais de semana. Essa modalidade pode receber de uma a cinco estrelas.

Vantagens e desvantagens

As pousadas são comuns em cidades turísticas de pequeno e médio porte. É a opção ideal para famílias e casais, pois tem uma estrutura menor, intimista. Além disso, o atendimento costuma ser personalizado e os preços mais convidativos.

A desvantagem é que, devido a essa estrutura, os serviços de recepção, alimentação e acomodação funcionam em escala menor do que a de hotéis. Mas isso não compromete a sua qualidade.

Hostel

O termo hostel vem do inglês e significa albergue. Essa modalidade surgiu com a proposta de atender o público jovem, oferecendo uma hospedagem econômica, que proporciona maior interação entre os visitantes nacionais e estrangeiros. Existem opções mais acessíveis e outras sofisticadas, semelhantes a um hotel.

A estrutura é de um quarto comum, mas a mobília conta apenas com camas e armários, onde os hóspedes guardam seus objetos pessoais e documentos. O hostel pode oferecer cadeado e chave, mas o ideal é que você tenha seus próprios itens de segurança.

Quartos

A grande característica do hostel são os quartos coletivos, diferentemente de hotéis e pousadas, que oferecem apenas os privativos. No hostel, os dormitórios têm de 4 a 20 camas e são destinados ao público feminino, masculino ou misto. Ou seja, o hóspede vai compartilhar o espaço com outras pessoas, que podem ser conhecidas ou não.

Alguns albergues disponibilizam quartos individuais, duplos e suítes para casais (com um custo um pouco maior). Mas, apesar dessa privacidade, a estadia tem um clima completamente diferente de um hotel. Isso porque a ideia do hostel é incentivar novas amizades e o convívio entre os turistas.

Banheiros

O dormitório pode ter um banheiro que será utilizado pelas pessoas daquele quarto. Mas na maioria dos casos ele é externo, compartilhado com todos os hóspedes do hostel. No entanto, isso não significa que o estabelecimento tenha apenas um banheiro. Normalmente há um feminino e um masculino nas áreas comuns.

Áreas comuns

Enquanto os hotéis se limitam a oferecer um cômodo para passar a noite, os albergues têm várias atrações de entretenimento. O bar é um exemplo disso: o espaço recebe os próprios hóspedes e visitantes, proporcionando novas amizades, troca de experiências e muito mais. Além disso, promovem excursões, festas, atividades físicas e city tour personalizado.

O clima comunitário é percebido nas áreas comuns: mesa do café da manhã, lavanderia, cozinha, estacionamento e assim por diante. A atmosfera é ainda mais intimista do que em uma pousada. Com a convivência, pessoas que antes eram desconhecidas se tornam parceiras de viagem, compartilhando os passeios e até formando grandes amizades.

Sugestões

Quem nunca se hospedou em albergue deve seguir algumas sugestões. Diferentemente dos hotéis, a maioria dos hostels não oferece itens de higiene, portanto leve sua própria toalha, sabonete, shampoo e creme dental. Por segurança, utilize o seu próprio cadeado nos armários.

Outro fato que deve ser levado em consideração é que o consumo é pago na hora. Ou seja, se você for ao bar para fazer um pedido, esteja preparado para realizar o pagamento naquele momento, e não no check-out, como acontece na maioria dos hotéis.

Vantagens e desvantagens

Esse tipo de hospedagem é ideal para jovens que viajam sozinhos e querem economizar com estadia. Além do quarto compartilhado, você pode preparar a sua própria refeição e lavar suas roupas. Os novos contatos também geram uma troca cultural muito interessante. Você pode exercitar o inglês ou até arriscar nas línguas latinas para se comunicar.

Mochileiros que viajam em grupo gostam desse tipo de acomodação, pois é possível pedir à administração para todos ficarem hospedados no mesmo quarto. Outra grande vantagem do hostel é a tarifa da diária: bem mais acessível do que a de um hotel ou pousada. Entretanto, ele não é recomendado para quem busca privacidade total ou não deseja ser incomodado com hábitos noturnos alheios.

Hospedagem ideal

O primeiro passo é definir qual é o perfil da sua viagem: aventureira, romântica, familiar ou corporativa. Em seguida, liste os serviços essenciais que deseja na sua acomodação e confira as opções disponíveis. Escolha a que mais se adapta às suas necessidades e tenha a tarifa que esteja dentro do seu orçamento.

Além disso, cheque todas as informações fornecidas no site, bem como a classificação por estrelas. Para se certificar da qualidade dos serviços, peça referência a amigos e familiares que já se hospedaram no estabelecimento. Acompanhe os comentários, sugestões e recomendações em sites e plataformas de avaliações. Assim, você garante uma boa escolha e um passeio tranquilo!

Apesar de a estadia ser um dos itens mais importantes de uma viagem, muitas vezes ela é deixada de lado e decidida de última hora. Pessoas que têm esse hábito costumam optar pela alternativa barata, que muitas vezes não se enquadra nos seus planos. Além disso, correm o risco de ter uma experiência ruim. Para evitar arrependimentos, o ideal é incluir a hospedagem no planejamento e pesquisar com antecedência a opção que satisfaz as suas necessidades.

Com este guia rápido, você vai ter mais facilidade para escolher local ideal para ficar. Entenda as particularidades de cada meio de hospedagem e garanta uma estadia tranquila, seja em hotel, pousada ou hostel. Tenha em mente o que cada ambiente oferece para os seus visitantes e tire todas as dúvidas antes da reserva.

roubo em hotel

Gostou do texto? Então compartilhe nas suas redes sociais!