Berço de grandes escritores, artistas, pensadores, políticos e talentos do futebol, a capital do Rio Grande do Sul é também a rota de grandes lutas históricas, como a Guerra dos Farrapos.

Porto Alegre revela várias etnias entre seu povo. A chegada dos açorianos, a partir do século XVIII e, anos mais tarde, de outros imigrantes como: alemães, espanhóis, italianos, africanos, libaneses e judeus, caracterizou o município como um lugar democrático riquíssimo em sotaques e culturas.

A cidade dos Pampas – como se chama a fauna e flora características das planícies que dominam a paisagem desta região – é também ponto estratégico dentro do Mercosul. Encantadora por natureza, Porto Alegre é a capital mais meridional e também uma das mais arborizadas do país. Além da qualidade de vida para seus habitantes – segundo o IBGE (Censo 2010), o município possui um alto índice de desenvolvimento humano e uma expectativa de vida de 72 anos.

Porto Alegre

Ao escolher o município como ponto turístico, o visitante vai explorar a infraestrutura de uma grande metrópole com receptividade de uma cidadezinha do interior.  Com ótimas opções culturais, o local também tem uma vida noturna agitada. No bairro Cidade Baixa, os bares e clubes fervem com todos os tipos de música e para todas as idades. De matinê à sambarock, a capital gaúcha promete não deixar ninguém parado! Já o charmoso bairro Moinhos de Vento (que tem uma rua conhecida como ‘Calçada da Fama’), concentra um comércio requintado, além de bares e pubs movimentados à noite.

Selecionamos algumas opções de passeios para fazer em dois dias. Esperamos que você possa se divertir.

Dia 1  

Nada como aproveitar o dia fazendo um tour pela cidade. A boa dica é, para quem não está de carro, embarcar em um dos ônibus de dois andares, chamado de Linha Turismo. Com duas alternativas de passeios, o viajante pode escolher: A zona histórica de Porto Alegre ou o passeio para a Zona Sul da cidade.

Se optar pela zona histórica, você pode descer nos pontos turísticos e embarcar no próximo coletivo, com intervalos de uma hora. O Mercado Público é um dos locais a conhecer. Vale a pena comer em um dos restaurantes de culinária típica ou comprar artigos para o preparo da bebida gaúcha, o chimarrão.

Aproveitando a proximidade, vá à Praça da Alfândega e confira o Museu de Artes do Rio Grande do Sul e o Memorial do Rio Grande do Sul. Também é uma ótima escolha passar o fim da tarde na Casa Cultura Mario Quintana. O espaço abriga oficinas culturais, teatro, exposições, cinema e cafés. No segundo andar tem uma sala dedicada à cantora Elis Regina, que reúne imagens da carreira e todos os álbuns da intérprete. No mesmo andar, o quarto do poeta, tradutor e jornalista Mario de Miranda Quintana também mantém viva a memória do porto-alegrense em diversos objetos que compõem sua habitação neste prédio onde funcionava o Hotel Majestic.

No terraço há uma bela vista para as estreitas ruas do centro, que encantam e merecem registros fotográficos. No mesmo andar, no Café Santo de Casa, há música ao vivo e bons petiscos para acompanhar alguns dos cafés elaborados servidos pela casa.

Para quem ainda tem pique, que tal curtir a noite com ares sulistas?

No bairro Cidade Baixa, se concentra o reduto boêmio. É lá o point dos amigos que querem por o papo em dia, assistir aos clássicos jogos entre Grêmio e Internacional ou mesmo paquerar. Dos bares mais simples aos estilosos pubs, as redondezas também contemplam ótimas opções culinárias para quem tem e precisa matar a fome no meio da noite.

Porto Alegre

Dia 2 

Neste segundo dia, o turista pode ter outro panorama do município, com o ônibus de dois andares, só que desta vez, escolhendo a excursão à Zona Sul. O trajeto, desta vez sem paradas, mostra as paisagens naturais da cidade. Entre os atrativos, os destaques são: a Praia de Ipanema, algumas áreas da rota Caminhos Rurais de Porto Alegre, o Santuário Nossa Senhora Mãe de Deus, que permite uma vista de 360° da cidade, entre outros.

Na hora do almoço, uma tradicional churrascaria gaúcha pode ser uma boa pedida. O restaurante Na Brasa é um dos mais recomendados. Quem for vegetariano também não fica em apuros: a lanchonete Just Burguers tem uma deliciosa opção com hambúrguer de soja, que pode ser acompanhado de shitake, queijo cheddar e cebola gratinada.

Se a capital oferece ampla paisagem verde, por que não aproveitar uma tarde em uma das diversas praças ou parques? Alguns oferecem estruturas mais amplas, com direito a lagos e passeios de pedalinhos, extenso gramado, diferentes espécies de árvores, além de pontos que proporcionam água quente para os apreciadores do chimarrão.

É o caso do Parque Farroupilha, conhecido como Parque da Redenção. Com 40 hectares é ponto de encontro de famílias, artesãos, crianças e jovens que passeiam e brincam com cachorros – e que mesmo com a presença dos animais domésticos, os usuários garantem a limpeza e manutenção do espaço. Aos finais de semana acontece a feira de artesanato, com antiguidades e presentes temáticos.

Se estiver com crianças, conheça o Jardim Botânico, que deve encantar pela diversidade da flora e pelo lago com tartarugas! Já o Parque Moinhos de Vento (Parcão), que fica localizado em uma das áreas mais nobres da capital, oferece estrutura para esportes. O Museu de Ciências da PUCRS garante a diversão e aprendizado dos baixinhos.

À tarde, é seguir para o Cais do Porto. Vale a pena fazer o passeio de barco pelo Rio Jacuí, passando pela Ilha do Pavão, Ilha do Chico Inglês e pelo Arroio Maria Congo. No regresso, ainda nas imediações, não deixe de conferir a Fundação Iberê Camargo. Com entrada gratuita, o espaço traz mostras temporárias do artista, além de obras de mais um convidado de renome no mundo das artes.

No final do dia, um belíssimo por do sol avermelhado se revela na Usina do Gasômetro. Beirando o Lago Guaíba, o local também oferece o turismo de barco (passeio simples, ou, ainda com serviço de bordo, sendo almoço, jantar ou até mesmo um happy hour – com petiscos, bebidas e apresentação musical. Todos com valores e programação variáveis).

Com o cair da noite, o sofisticado bairro Moinhos de Vento pode fechar a programação com boa comida, cafés ou drinks. Entre as ruas Padre Chagas e Fernando Gomes fica ‘a calçada da fama’. E fama é algo que Porto Alegre tem em termos de receptividade aos seus visitantes. Já em clima de despedida, um brinde pode selar o final de semana na cidade que sempre vai receber de braços abertos àqueles que quiserem voltar.