Imprevistos acontecem e, mesmo que tudo esteja planejado para a sua viagem, eventualidades podem aparecer no meio do caminho e acabar atrasando as férias.

Nesse momento, surge a questão: é possível remarcar a data da passagem aérea?

Em meio à crise do novo coronavírus, viajar ainda é possível, sobretudo, se os devidos cuidados forem tomados e os protocolos de segurança seguidos – como o uso de máscaras de proteção e higienização constante com álcool em gel 70%.

Aeroportos e linhas aéreas continuam funcionando a todo o vapor e, cada vez mais, se adaptam a esta nova realidade, permitindo que as pessoas viajem com segurança e cautela em meio à pandemia.

Sendo assim, voos ainda circulam por todo o país e viagens podem ser planejadas sem erro.

No entanto, nem mesmo planilhas podem prever certas eventualidades.

Vez ou outra, torna-se necessário o reagendamento das passagens aéreas.

Mas, como fazer isso?

Todas linhas aéreas possuem suas normas e regulamentações, porém, todas elas compartilham de uma regra em especial, que permite aos passageiros remarcarem a data de passagens aéreas quando necessário.

Quer saber como isso funciona?

Então, continue lendo este artigo até o final!

Como remarcar passagem aérea?

passagem aérea

Embora seja um direito dos passageiros, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como remarcar passagens aéreas junto às operadoras de viagem.

É necessário ir até um guichê de atendimento?

É possível fazer pela internet?

São cobradas taxas extras?

As questões são muitas, no entanto, as respostas variam de acordo com as políticas da companhia contratada.

Porém, na maioria das vezes, a agendamento de um novo voo pode ser feito de forma digital, frente à realidade acarretada pelo coronavírus.

Assim, basta entrar em contato com a empresa de aviação, por meio de um site ou plataforma digital, e solicitar a remarcação do voo, em caso de eventualidades que impeçam a viagem.

Nesse sentido, o processo deve ser feito com antecedência e segundo os requisitos companhia aérea.

Uma vez que o cadastro junto a linha de aviação é feito, seus dados ficam registrados no sistema da empresa, desde informações pessoais, como nome e documentação, até o que diz respeito ao voo em si.

Contudo, vale ressaltar que somente a data e horário da passagem aérea podem ser remarcados – o titular deve permanecer o mesmo, pois o bilhete é pessoal e intransferível.

Tendo isso em vista, o processo de reagendamento é simples e pode ser resolvido com facilidade junto a empresa.

Mas, de acordo com as normas da companhia aérea, taxas adicionais poderão ser cobradas.

Veja quais são as informações necessárias para realizar o novo agendamento.

Alterar data da passagem aérea: quais informações são necessárias?

O processo de alteração da data da passagem pode ser feito via internet, através do site da empresa, no menu referente as suas reservas.

Para isso, no entanto, são necessários documentos e informações para realizar o novo registro.

Confira quais são:

Código localizador da passagem

Ao reservar o voo via internet, um e-mail é enviado para a sua caixa de entrada, contendo todas as informações a respeito da viagem, como data, horário, local de embarque e, também, o código localizador da passagem aérea que, por sua vez, é uma das informações mais importantes do bilhete.

Por meio dele é possível acessar os dados do voo e também alterar a data e hora da viagem, portanto, sua apresentação é indispensável na hora de remarcar a passagem aérea no site.

Basta informá-lo na plataforma e aguardar para agendar um novo dia e horário para o voo.

Quando será o novo voo

Para realizar a remarcação da viagem, o passageiro também deverá informar a data e hora desejados para o novo voo.

Assim, é necessário pesquisar com calma outras opções de horários, de modo a definir quando será possível embarcar novamente rumo ao destino.

Remarcar passagens sem custo

Como mencionado anteriormente, cada linha aérea possui suas próprias normas de cancelamento e remarcação de passagens.

Assim, o valor da tarifa varia segundo uma série de fatores, como, por exemplo, o tipo de voo a ser realizado – doméstico ou internacional – e a tarifa adquirida na compra.

No entanto, existem algumas maneiras de evitar gastos extra na hora de alterar a data da sua passagem aérea.

De acordo com a tarifa contratada no momento da compra, você pode ou não sofrer com encargos no momento de solicitar o reagendamento.

Por exemplo, passagens mais baratas ou vendidas sobre valores promocionais, geralmente, não oferecem seguros de cancelamento ou alteração, assim, sendo necessário arcar com os valores da mudança de data, que corresponde ao valor do bilhete, de forma proporcional.

Em contrapartida, passagens mais caras possuem maior flexibilidade e podem oferecer reagendamento e cancelamento totalmente gratuito.

Regras de cancelamento e remarcação

As normas de cancelamento e remarcação variam de acordo com a política de cada empresa, sendo assim, antes de comprar sua passagem aérea, pesquise e descubra quais são as medidas adotadas pela companhia escolhida, a fim de evitar dores de cabeça e complicações no futuro.

No entanto, em meio a crise do novo coronavírus, operadoras aéreas tem adotado medidas mais flexíveis, de moda a oferecer mais tranquilidade para os passageiros na hora de viajar.

Logo, com essa nova realidade, as regras de reagendamento e cancelamento mudaram bastante em alguns casos.

Porém, uma coisa é certa, ao solicitar a remarcação de uma passagem aérea, tudo deve ser feito com bastante antecedência.

Dessa forma, a garantia de que tudo ocorrerá como planejado, é bem maior.