Você já ouviu falar sobre o uso de storytelling em reuniões? Aliás, sabe o que esse termo significa? Essa ferramenta narrativa sempre esteve presente em nossas vidas, seja em histórias, seja em audiovisual. Porém, além disso, ela se mostra uma excelente ferramenta para alavancar negócios.

A comunicação é um fator crucial de qualquer negociação, transpassando, inclusive, a própria informação. Assim, o storytelling se mostra uma técnica bem-sucedida para criar boas narrativas, conquistar a atenção das pessoas e aprimorar a forma com que seu discurso é absorvido pelo público.

Se deseja compreender como o uso dessa ferramenta pode mudar os resultados de suas reuniões, prossiga esta leitura!

O que é storytelling?

Em poucas palavras, storytelling é uma narrativa eficiente em termos de relevância. Ela faz com que um discurso prenda a atenção e seja bem recebido e absorvido pelo espectador de forma eficiente, levando sucesso à transmissão da informação.

Quando falamos sobre storytelling em reuniões, estamos abrindo o leque comunicativo que norteia essa parte tão importante do relacionamento entre a equipe e seus gestores. Em suma, o uso dessa ferramenta é capaz de melhorar as trocas realizadas entre os colaboradores e você.

Confira bons exemplos da aplicação

Não há forma mais simples de compreender um conceito do que por meio de exemplos, certo? Uma boa referência em storytelling é o conto infantil. Ao analisar o conteúdo da história, é sempre possível chegar a uma mensagem facilmente absorvida, captando a atenção e encantando seu público com maestria.

Pense na Chapeuzinho Vermelho. Ela é uma excelente referência ao ensinar crianças a não aceitarem itens de estranhos. E o Pinóquio? É fácil perceber sua mensagem de evitar as mentiras com a imagem do nariz que cresce, não é?

Mesmo que, em um primeiro momento, não seja tão simples relacionar essas metáforas com o mundo corporativo, isso é possível. Afinal, todas as histórias pontuam a eficiência que uma mensagem tende a ter quando é contada da forma correta.

O storytelling conta com quatro principais tipos de conteúdo. A escolha de quais usar — inclusive, eles podem ser combinados — depende das características dos colaboradores. Também é preciso considerar o intuito da reunião que visa à melhoria de algum aspecto organizacional. São eles:

  • informativo — usa o conhecimento para agregar valor à mensagem;
  • serviço — ajuda o público-alvo da mensagem a solucionar algo;
  • comunicação — acolhe e gera um senso de comunidade;
  • entretenimento — leva diferentes experiências aos ouvintes.

Qual é o passo a passo ideal para aplicar o storytelling em reuniões?

Quem deseja aplicar o storytelling em reuniões para manter a produtividade ou solidificar uma mensagem importante, pode contar com os conceitos básicos que permeiam essa ferramenta:

  • objetivo;
  • obstáculo;
  • desastre ou reflexão;
  • dilema;
  • decisão.

Lembrando que eles devem ser adaptados de acordo com os valores organizacionais da marca e o estilo do time. Em seguida, confira o passo a passo para aplicar medidas eficazes em seu discurso.

Apresentação do herói

A apresentação do herói, em sua aplicação corporativa, consiste em personificar a marca ou um possível cliente que precisa de suas soluções. Ao posicioná-lo por meio de uma narrativa para a equipe, você se torna capaz de, não apenas, cativar sua atenção, mas de quebrar o gelo na reunião de forma divertida.

Chamada para o desafio

Todos os setores empresariais contam com desafios. Porém, em vez de olhá-los pela perspectiva do medo e da dificuldade, o storytelling pode impulsionar os times a encará-los como uma meta a ser batida em prol de um benefício maior. Ao pontuar os obstáculos que permeiam a conquista de bons resultados, use exemplos capazes de tornar o cenário interessante.

Recusa do tal chamado

Uma boa forma de manter ativa a participação na reunião, é seguir exemplos nos quais os funcionários ou clientes não sabem exatamente como resolver um problema. Isso cria uma identificação com os participantes e faz com que eles atentem aos próximos passos da história.

Descoberta da mentoria

Após apresentar um obstáculo que parece difícil de solucionar e captar a atenção de todos da reunião, é o momento de apontar a solução. Se estiver falando sobre problemas dos próprios funcionários, pode indicar o setor de RH ou superiores. Já no caso dos clientes, direcione sua equipe para que ela entenda a própria empresa como resposta.

Aceitamento do chamado

Esse é o momento de explicar o porquê a solução sugerida é eficiente. Pegue como exemplo um cliente que conta com a exata dor proposta pela organização para solucionar. Nessa fase, você explicará à equipe a maneira certa de atuar a fim de informar o cliente, conquistá-lo, cativá-lo e, finalmente, fidelizá-lo por meio de um bom atendimento e serviços de qualidade.

Período de teste

A sua equipe precisa entender, por meio do uso de storytelling em reuniões, que ela deve tirar dúvidas, testar novos caminhos e seguir sempre na direção de novas oportunidades. Inovação é a palavra-chave dessa etapa. Sendo assim, exemplifique a situação usando o cliente que decide investir na solução do seu negócio e, agora, deseja conferir se ela realmente vale a pena.

Investimento na batalha final

É comum que o medo seja o catalisador de muitos gargalos na empresa e o receio de consumidores em fechar negócio. Durante a aplicação do storytelling, demonstre a importância de deixar esse sentimento de lado. Incentive o uso da coragem para encontrar as melhores soluções e entregá-las aos clientes.

Aceitação da lição

É interessante finalizar a narrativa com a aceitação da lição que a iniciou. Se estiver falando sobre um funcionário com medo de tirar suas dúvidas com um supervisor, por exemplo, inclua o aprendizado vivido por ele — a centralização da informação é essencial e deve ser buscada. Aplique os passos citados da melhor maneira para atender às necessidades de seus colaboradores.

Quem deseja utilizar o storytelling em reuniões é capaz de construir narrativas com base nesses pilares. Mesmo que pareça desafiador no começo, a prática vai tornar os resultados melhores e a fala cada vez mais espontânea e confortável. Assim, os objetivos para alinhar sua equipe poderão ser atingidos.

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de levar seus conhecimentos a outras áreas fundamentais para o crescimento da empresa, como a sua rede contatos. Para isso, aprofunde-se no assunto ao saber mais sobre o networking profissional!